Autora: Lucinda Riley
Título Original: The Love Letter
Páginas: 480
Ano: 2019
Gênero: Romance 
Editora: Arqueiro
                                     Comprar

Quando sir James Harrison, um dos maiores atores de sua geração, morre aos 95 anos, deixa para trás não apenas uma família arrasada, mas também um segredo que seria capaz de abalar o governo britânico.
Joanna Haslam, uma jovem e ambiciosa jornalista, é designada para cobrir o funeral, no qual estão presentes algumas das maiores celebridades do mundo. Mas ela se depara com algo sombrio além de todo aquele glamour: a menção a uma carta que James Harrison deixou, cujo conteúdo algumas pessoas escondem há setenta anos a qualquer custo.
Enquanto procura retirar o véu de mentiras que encobre o segredo e dar o furo jornalístico do século, Joanna percebe que forças poderosas tentam impedi-la de descobrir a verdade. E elas não vão se deixar deter por nada para chegar à carta antes dela.
Anos atrás uma história aconteceu, algo que não poderia ser contada para ninguém, já que alguns segredos podem corromper toda uma família e destruir toda uma nação.

No funeral de um grande ator chamado James Harrison, Joanna conheceu uma senhora também já bastante idosa e foi através dela que também iniciou um grande projeto: o de tentar descobrir onde estava uma carta e sobre o que se tratava o segredo que ela escondia. Joanna era jornalista e tentava ganhar a vida em Londres, mas naquele momento estava devastada pelo término de seu namoro.

"Não me importo que tenha inventado uma história ridícula sobre outro homem. Eu não acreditei em você na época, e não acredito em você agora. Depois de tudo que tivemos, mesmo sendo tão jovens, eu sabia que você não poderia ter feito isso comigo. Sabia que me amava demais para me enganar assim." P. 141

Zoe era a neta de James. Cuidou dele até o fim, mesmo sendo uma atriz também muito famosa. Seu filho de apenas dez anos estava com ela, mas ela queria poupar ele de tudo isto e a presença de seu irmão Marcus só a aborrecia já que parecia que ele só queria a herança. Seus pais nunca estavam por perto. Sua mãe morreu e seu pai morava nos Estados Unidos.

Simon era o melhor amigo de Joanna. Ele tinha um trabalho burocrático para o governo e não comentava muito sobre o assunto, mas sempre que ela precisava ele estava com ela. Agora que ela estava com este furo de reportagem, ela precisava descobrir ainda mais. Porém coisas estranhas começaram a acontecer. A senhora que de início pediu para que ela não deixasse a história morrer acabou falecendo por uma forma muito estranha e seu corpo sumiu do nada.

Quanto mais Joanna começa a descobrir as coisas percebe que a família real está no meio desta história, inclusive os netos de James Harrison. Mas tentar reunir toda esta história vai custar a vida de algumas pessoas e nunca se sabe onde a morte pode parar.





"- Seria uma caça às bruxas - disse Zoe, e estremeceu. - Art, a gente precisa guardar segredo. Jure para mim que ninguém vai falar nada. Se houver algum boato, eu sumo com o Jamie. Me mudo para Los Angeles. Eu..." P. 211







De início preciso dizer algo que está no início deste livro e que me deixou bastante chocada. A autora Lucinda Riley escreveu esta obra lá nos anos 90 e a publicação estava toda preparada quando o escândalo com a princesa Diana e o príncipe Charles irrompeu. Como este livro trata também sobre a realeza, o livro não foi publicado e a autora simplesmente foi boicotada, tendo que sair do cenário literário por um bom tempo simplesmente pelo fato de ter escrito uma história justamente quando um fato se tornou real.

Geralmente os livros da Lucinda são feitos de presente e passado, mas neste segue uma linha mais no presente mesmo, só algumas vezes volta ao passado para contar algum fato. E é um livro de mistério, mais voltado para o suspense do que para o romance em si.

Confesso que fiquei intrigada com a história narrada. Da mesma forma que a autora consegue criar histórias de romance lindas, ela conseguiu criar a trama do início ao fim, fazendo um final muito bem colocado que eu sequer imaginava.

 


Teve momentos em que eu fiquei muito nervosa de ver uma das personagens passar por aquele tipo de relacionamento e me coloquei no lugar pensando que realmente deve ser muito chato ficar com uma pessoa do nível que ela usou e como deve ser destrutivo viver de tal forma. Isso a autora soube mostrar muito bem, da mesma forma que o autoritarismo.

Sempre recomendo os livros da Lucinda Riley e com este não seria diferente. Só pelo final e pela forma que foi conduzida a trama, valeu pela crença que eu sempre tive de que muitas vezes devemos acreditar de verdade em lendas do passado.