Autora: Jenny Han
Título Original: The Summer I Turned Pretty
Páginas: 240
Ano: 2019
Gênero: Ficção/ Romance
Editora: Intrínseca

Uma garota. A primeira paixão. E um verão inesquecível.Sempre que chegam as férias de verão, Isabel Conklin deixa para trás sua vida monótona na cidade e vai com a família para Cousins Beach. A casa de praia é seu segundo lar, e é lá que Belly reencontra as pessoas que mais ama: a melhor amiga de sua mãe, Susannah, e os filhos dela, Conrad e Jeremiah.Ano após ano, ela tenta se aproximar de Conrad, mas nunca dá certo. Parece que o garoto nunca vai corresponder aos sentimentos de Belly. Dessa vez, no entanto, ela percebe algo diferente: Jeremiah passou a enxergá-la com outros olhos, e os dois estão cada vez mais próximos. Belly mudou. E esse verão tem tudo para ser o melhor de sua vida.

Todos os anos desde quando era pequena Belly sabe onde vai passar o verão. Já é sagrado que quando o verão chega, ela e sua família façam suas malas e se preparem para ir para Cousins Beach e aproveitar junto com a melhor amiga de sua mãe, Susannah e sua família tudo o que o verão traz de bom.

Sempre foi assim. O problema é que Belly sempre foi a única menina da turma. Steven, seu irmão mais velho se unia com os filhos de Susannah, Conrad e Jeremiah e assim ela não participava de metade das coisas que eles aprontavam. Mas tudo bem, ela tinha o mar, a piscina e Susannah, que gostava dela como se fosse uma filha.

"A verdade é que Susannah estava certa. Foi um verão realmente inesquecível. Foi o verão que mudou a minha vida. Porque, pela primeira vez, eu me senti linda. A cada ano, eu sempre achava que o verão seria diferente, que minha vida ia mudar. Naquele, ela finalmente mudou. Porque eu mudei." P. 27

Claro que agora as coisas estavam diferentes. Ela estava com dezesseis anos, seu corpo aflorou de uma forma anormal e era o primeiro verão em que seus pais iam passar longe, já que tinham se divorciado. Belly esperava que não fosse atrapalhar os planos de ninguém, pois Susannah tinha ficado doente gravemente e tinha se recuperado e agora o que todos queriam era união.

E Belly sabe que vai ter que encarar Conrad, sua paixão secreta. Lógico que ele sempre esteve perto, mas nunca olhou para ela de outra forma a não ser como uma criança chata. Mas agora ela cresceu e ele também. E pasar o verão todo com ele e seu irmão fingindo que não há sentimento nenhum guardado há tantos anos pode ser tão massacrante quando conviver no ensino médio.

E é durante todo o verão que Belly vai descobrir sentimentos conflitantes e saber coisas que estavam escondidas. E lágrimas vão ser derramadas por todos com notícias dolorosas. Afinal, como um verão pode mudar uma vida?


Logicamente eu fui atrás desta trilogia por questão de ter lido a outra da autora: Para Todos os Garotos que já Amei. Por mais que esta trilogia tenha sio lançada antes, não a conhecia e só fiquei a par depois que a editora a relançou com uma capa mais fofa e original, a meu gosto.

"Cam foi o primeiro garoto que prestou atenção em mim daquele jeito, que disse com todas as letras que queria sair comigo. E que não teve vergonha de admitir isso." P. 111

Se você leu a trilogia do Para Todos os Garotos já vai estar a meio caminho de entender que esta aqui é o mesmo estilo, a única coisa que muda é que se passa na praia durante o verão. Acredito que a autora tenha uma escrita bastante parecida para mostrar a mesma versão de adolescência nestes casos.

Belly é uma garota que vai contar ao longo dos anos as experiências que teve durante os verões que passou com esta outra família e como ela tem essa paixão escondida por Conrad. A diferença é que neste específico verão que ela vai estar, começam a acontecer coisas mais maduras e coisas mais doloridas também, voltadas para o laço familiar.

"Então Jeremiah voltou, abriu a porta e a bateu com força. Aquele momento, frágil e tênue, ficou pela metade. Tinha acabado. Não dava para saber o que ele ia dizer. Os momentos, quando passam, não podem ser recuperados - eles simplesmente passam." P. 133

Eu estranhei um pouco o fato de que como eles sempre passaram o verão juntos, possam ter sentimentos a mais um pelo outro, tendo em vista que praticamente foram criados como irmãos, mas a temática do livro aos poucos leva a atender alguns contextos diferentes.

Claro que fiquei com um pouco de raiva de alguns personagens que ficavam com birra e faziam algumas cenas desnecessárias. Espero que isto vá mudando com o andar dos livros dois e três, já que sabe-se que também é um pouco característico da idade, mas também foi por situação imposta por questões familiares, o que também foi bem compreensivo.

A história é leve e passa rápido e o final não é um final. Claro que vai precisar emendar outro livro para saber o que acontece. Eu queria um pouco mais de maturidade na obra, um pouco mais de cenário, de descrição. Porém como disse, talvez consiga isto nas próximas obras, ao mesmo tempo que não foi uma obra 100% perfeita, mas é bastante relaxante para uma leitura rápida.



13 Comentários

  1. Blog Faces em Livros24 de maio de 2019 14:09

    Olá

    Já li a trilogia do Para Todos os Garotos e como diz você: estou a meio caminho de entender que este aqui é o mesmo estilo HAHAHA, e confesso que amo esse estilo mais romântico nas histórias.
    Amo livros que a ambientação é na praia durante o verão. Também acredito que a autora tenha uma escrita bastante parecida para mostrar a mesma versão de adolescência nestes casos.
    Com certeza a dica está anotada!!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Greice! Eu não li Para todos os garotos que já amei, mas assisti o filme. Uma amiga minha recomendou, disse que é uma fofura! Imagino que a pegada desse livro seja bem parecida, e com uma pegada talvez até mais juvenil. Acho que por ter essa temática, ocorreram esses problemas que você mencionou sobre birras e tudo o mais, meio que faz parte do crescimento (talvez) das personagens. rsrs
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  3. Olá Greice,

    Essa é a segunda resenha que eu leio desse livro, ambas positivas mas a suas com mais ressalvas, mas anotei a dica....bjs.


    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bom?
    Eu já tinha visto essa capa por aí, mas não sabia bem do que se tratava o livro. Confesso que li o primeiro livro da outra trilogia da autora, que foi só uma leitura bonitinha para passar o tempo e pelo que vi desse livro, ele caminha para o mesmo destino né? rs Essa falta de desenvolvimento e profundidade nos personagens às vezes me irritam um pouco, mas ainda assim vou dar uma chance a leitura, já com suas ressalvas em mente.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é bem isso, é aquela coisinha bem simples de adolescentes

      Excluir
  5. oi, Greice. Já tive contato com a escrita da autora anteriormente, mas confesso que apesar da leveza de sua escrita, as narrativas-enredos não me cativam... então pra mim não seria uma leitura surpreendente... acredito que no volume seguinte, a trama de O verão se intensifique...

    bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Greice. Eu nunca li nada da autora, e confesso que não tenho muita vontade. Apesar de gostar de livros com temática jovem, não consegui sentir conexão com os livros ou personagens dela. Como você disse, eu também sinto falta de um pouco de maturidade e um pouquinho de coerência nos romances, mesmo que tenham personagens jovens. Enfim, obrigada pela dica!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, os livros dela são bem jovens, então tem que curtir mais esse lado.

      Excluir
  7. Eu só li um livro da autora e acho que é o mais famoso dela que é Pra Todos os garotos Que Já Amei. Tenho curiosidade para ler mais coisas porque adorei o enredo e o jeito de escrever da autora, mas ainda não tive oportunidade. Anotei sua dica deste livro aqui e espero gostar.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto muito do jeito dela escrever. Mesmo sendo mais simples, é muito fofo.

      Excluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos