Autora: Abbi Glines

Título Original: As She Fades
Páginas: 240
Ano: 2019
Gênero: Romance
Editora: Arqueiro



Na noite da formatura, Vale McKinley sofre um terrível acidente de carro. Junto com ela está Crawford, seu namorado, que acaba entrando em coma. Eles pretendiam aproveitar o verão fazendo planos para a universidade, com um futuro brilhante cheio de possibilidades. Agora, Vale passa longos dias no hospital, à espera de que Crawford acorde.
Lá, ela encontra por acaso com Slate Allen, colega de faculdade do seu irmão. O garoto aparece regularmente para visitar o tio, que está internado. Quando se esbarram, Vale não consegue negar a atração proibida entre eles. Ela tenta ignorar seus sentimentos, mas não é imune ao charme de Slate. Aos poucos, os dois se aproximam.
Depois de muito relutar em sair do lado de Crawford, Vale cede aos apelos da família e vai para universidade, pensando que o namorado gostaria que ela tocasse a vida. Só que agora a garota está no território de Slate e a história dos dois vai sofrer uma grande reviravolta.
Vale Mckinley namora com Crawford desde os seis anos de idade. Claro que é a partir daí que ela lembra que algo aconteceu entre eles e que eles prometeram que viveriam para sempre juntos. E é isto que realmente acontece. Agora eles estão se formando e têm tudo planejado pela frente rumo à faculdade. Eles vão juntos para o mesmo lugar e todos os planos prometem ser o maior sucesso, já que a vida toda dela ela fez em volta do grande amor de sua vida.

Porém na volta da comemoração da formatura o inesperado acontece. Ambos sofrem um acidente gravíssimo de carro e Crawford entra em coma. E a partir disto Vale sabe que não pode seguir adiante com sua vida sem ele. 

"Foi então que Crawford pisou no freio e o mundo começou a rodar. O cheiro de borracha queimada e a barulheira dos pneus derrapando invadiram a minha cabeça, afugentando todos os pensamentos que havia dentro dela. Os sonhos sumiram na hora. Completamente." P. 10
E é no hospital que Vale passa os seus dias. Chega de manhã cedo e só sai no final do dia, após o horário de sua leitura para o namorado. Não que ela fique o tempo todo ao lado dele, mas ela precisa estar por perto caso ele acorde. Tem certeza de que é isso que ele espera dela. Então todo dia ela chega cedo e sai tarde. Só aguardando seu amor acordar.



Ali também fica Slate Allen, um amigo de seu irmão, amigo de faculdade de seu irmão mais velho. Ele está acompanhando seu tio que sofre de um tumor em fase terminal. Mas Vale não quer saber de conversa. E quando Slate começa a perceber que a garota vive ali sozinha, tenta fazer com que a estadia dela ali se torne um pouco melhor.

"Meus olhos se encheram de lágrimas. Sequei com as mãos, depois guardei a bolsa e me acomodei numa cadeira ao lado da cama. Dalia pouco começaria a ler, mas, por enquanto, queria apenas ficar ali, segurando a mão dele, observando a respiração, tentando me convencer de que era realmente Crawford quem estava dentro daquele corpo, de que cedo ou tarde ele voltaria para mim. Antes cedo do que tarde." P. 23
Porém como as aulas estavam perto de começar, Vale precisou tomar uma atitude. Lógico que ela não queria sair de perto do namorado, porém as pessoas ao redor viviam dizendo que ela isso que ele ia querer dela, que ela seguisse em frente e que a faculdade ficava somente a uma hora de distância. Foi assim que ela tomou a decisão de, meso com o coração na mão, iniciar o semestre.

O que ela realmente não esperava é que tudo fosse tão diferente da vida que ela sempre teve ali naquela pequena cidade. Que conhecer tanta gente, tantos estilos e principalmente ter Slate Allen como amigo, o maior galinha do lugar, fosse ser tão embaraçoso e ao mesmo tempo tão tentador.

"Depois do último fim de semana, provavelmente achava que eu era mais uma no harém de Slate Allen. Eu não queria isso, mas era culpa minha ter saído daquela boate com o Slate. Quando a gente conhece um cara no ambiente de um hospital, a gente acaba confiando nele mais do que devia." P. 106
 Esta foi a primeira leitura que fiz de um livro da Abbi Glines. Geralmente ela sempre lançou grandes sagas e como sempre li muita coisa positiva a respeito e por este ser um livro único, não podia perder a chance.

Eu gostei de cara da forma como a autora escreve. A escrita é bem leve e eu fui me levando bem rápido pela narrativa. Achei muito interessante ver como a personagem era dedicada pelo namorado e tudo o que ela fazia até surgir o tal de Slate Allen. A partir daí até que ela foi para a faculdade muita coisa que ela passou a fazer me deixaram irritada demais. Eu ficava pensando como uma garota que dedicou a vida toda para o namorado e se dizia amar tanto estava fazendo tudo aquilo?



Não seria possível que uma autora de tantos livros do gênero realmente fosse criar uma história tão sem cabimento como estava acontecendo. É como ler uma coisa para adolescentes que se jogam no nada! E então veio a reviravolta! E eu fiquei pasma, chocada e maravilhada ao mesmo tempo. Foi como um choque de realidade que me jogou contra um muro de preconceitos criados e eu nem tinha parado para pensar!

"Retribuí o beijo como pude, tentando preencher aquele vazio de alguma forma, mas depois, quando ele se afastou e abriu o sorriso de sempre, fiquei me sentindo um pouco perdida." P. 175
É como ler dois lados de uma moeda. Não posso dar muitos detalhes para não estragar o triunfo que a atora fez nesta obra, mas o choque que me ocorreu quando percebi o que realmente tinha acontecido, me fez ter aquela sensação de bater palmas de tanta alegria.

 


Dou a dica para você que vai ler a obra: não tire conclusões até terminar de lê-lo. Adorei cada momento, mesmo que eu tenha sido preconceituosa em diversas partes. Confesso mesmo! 

A diagramação dos livros da Arqueiro como sempre é com as páginas um pouco amareladas que facilitam um monte na leitura e com letras médias. Os capítulos são bem curtinhos também.

Agora leia e me conte o que achou, pois depois deste eu vou me jogar em outras obras que a autora publicar. Me ganhou de verdade.


14 Comentários

  1. Vc me deixou super curiosa. Já li Abbi, ela pode ñ ser tão profunda, mas é viciante, tenho q admitir.
    Já tá na minha lista.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi, Greice!
    Não costumo ler livros desse gênero, mas já vi vários comentários positivos sobre a autora e confesso que, até o momento, esse foi o livro que mais me interessou dela. Fico imaginando o quanto deve ser difícil essa situação de gostar de alguém que está em coma, sem saber se a pessoa vai se recuperar ou não e ficar perdida ao pensar se deve seguir uma vida normal com isso. Me pareceu uma trama interessante e acho que eu até gostaria de ler e conferir. Sua resenha está muito boa e me instigou também. Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, Greice.

    Juro que estava pensando a mesma coisa que você, fiquei pensando, como que a garota que dedicou a vida toda para o namorado segue assim tão fácil???
    Mas você disse que tem uma reviravolta no final, então fiquei mais curiosa para saber o desfecho da história, espero que eu goste, pois sou fã da narrativa da autora e estou ansiosa para realizar a leitura desde a notícia que iriam publicar o livro!

    ResponderExcluir
  4. Oii, tudo bem?

    Confesso que só de ler a premissa eu já estava com alguns preconceitos, e ao longo da resenha eu fiquei super intrigada em como ela conseguiu seguir tão rápido sendo que pouco tempo antes ela dedicava a vida ao namorado. Mas quando você falou sobre a reviravolta, eu fiquei em dúvida sobre o que pensar, parece ser algo realmente grande.

    E parando mesmo para pensar, já estou desfazendo alguns conceitos que criei na minha cabeça sobre a história e a atitude da mocinha.
    "No Meu Sonho Te Amei" será o primeiro livro da autora que irei ler.
    Obrigada pela dica!!

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Sempre fico feliz quando uma pessoa fala bem de suas experiências de leitura, mesmo que minha opinião não entre em concordância.
    Li, há alguns anos atrás, um livro da série Rosemay Beach e achei horrível =/ quase não consegui chegar ao fim de tão rasa que era a história, por causa disso nunca mais tive interesse pela escrita da autora. Apesar de sua resenha ter ficado boa, não consegui me interessar por No Meu Sonho Te Amei.

    ResponderExcluir
  6. Quando comecei a ler sua resenha e vi que a mocinha tinha um relacionamento sólido com o namorado até o acidente que o deixou em coma eu própria fiquei me perguntando como alguém tão apaixonada e tão dedicada ao garoto que amava poderia simplesmente se interessar por alguém que acabou de conhecer e esquecer as promessas que tinha feito àquele que estava na cama de hospital. E aí eu própria fiquei muito irritada, tirando conclusões precipitadas.rsrs E já estava descartando ler esta história até o momento que você disse que haveria uma reviravolta e que a autora nos surpreenderia. Isso despertou minha curiosidade e me fez pensar se as coisas são o que aparentam ou se irei me surpreender positivamente. Decidi então que vou ler o livro.rs

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu li esse livro e adorei a primeira parte, inclusive Slate rouba a cena e toda a interação com o seu tio no hospital é comovente. Mas senti que na segunda parte faltou algo, a escrita da Abbi se perdeu e não me cativou, deu voltas que não me convenceram e foi um pena porque adorei a trama, mas o final foi um banho de água fria.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  8. Já li vários livros da autora e uma coisa que sempre me cativou foi a sua escrita fluída e a fácil imersão na história. Confesso que não fiquei muito empolgada quando vi o lançamento, mas gostei dos seus comentários e o fato de não julgar até terminar o livro (coisa que eu faço bastante haha).

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura | Instagram

    ResponderExcluir
  9. Li diversos elogios sobre a autora, porém ainda não li algo escrito por ela. Tenho curiosidade, mas vivo postergando, talvez por não ter encontrado alguma história que despertasse tanto o meu interesse.
    Mas esta chamou minha atenção, e vou seguir seu conselho sobre não me precipitar e controlar os preconceitos hehehe

    ResponderExcluir
  10. Olá Greice, eu tenho bastante curiosidade de ler os livros dessa autora *-* Pelos seus comentários a autora conseguiu fazer uma boa reviravolta no enredo, eu fiquei bem curiosa para saber como. Dica anotada *-*

    ResponderExcluir
  11. Ola!!

    Ah gente que coisa mais linda! Sou totalmente apaixonada pela Abbi e todos os seus livros entram na minha lista mesmo sem eu saber sobre o que se trata. A sua resenha é a primeira que leio desse livro e apesar de ele já me ser desejado, eu não tinha a mínima a ideia sobre o que ele se tratava e agora, depois dessa resenha, eu definitivamente preciso dele para ontem!!

    beijos

    ResponderExcluir
  12. Nossa, que história surpreendente!!! Eu fiquei muito curioso para saber o que irá acontecer no final, desejo demais ler a obra na íntegra, pois fiquei bem curioso após ler seu post.

    ResponderExcluir
  13. Sempre que leio uma resenha sobre esse livro fico com a impressão de que se trata de uma história meio triste, talvez pelo fato de o rapaz estar em coma. Mas confesso que a sua resenha me deixou muito curiosa para saber sobre a reviravolta. Parece ser um bom livro. Adorei a sua resenha.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  14. Olá Greice,
    Já li vários livros da autora e possuo um carinho todo especial por suas obras, inclusive esta será uma das minhas próximas leituras. Por conhecer a escrita da Abbi, eu meio que já leio suas histórias esperando esse plot que dará sentido a tudo... Fiquei contente em saber que a autora te surpreendeu e no final das contas conseguiu te agradar.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos