Autora: Annie Darling
Título Original: The Little Bookshop of Lonely Hearts
Páginas: 308
Ano: 2017
Gênero: Romance/ Chick Lit
Editora: Verus

Era uma vez uma pequena livraria em Londres, onde PosyMorland passou a vida perdida entre as páginas de seus romances favoritos.
Assim, quando Lavinia, a excêntrica dona da Bookends, morre e deixa a loja para Posy, ela se vê obrigada a colocar os livros de lado e encarar o mundo real. Porque Posy não herdou apenas um negócio quase falido, mas também a atenção indesejada do neto de Lavinia, Sebastian, conhecido como o homem mais grosseiro de Londres.
Posy tem um plano astucioso e seis meses para transformar a Bookends na livraria dos seus sonhos — isso se Sebastian deixá-la em paz para trabalhar. Enquanto Posy e os amigos lutam para salvar sua amada livraria, ela se envolve em uma batalha com Sebastian, com quem começou a ter fantasias um tanto ardentes...
Resta saber se, como as heroínas de seus romances favoritos, Posy vai conseguir o seu “felizes para sempre”.
A história de Posy é a primeira da série A Livraria dos Corações Solitários, que vai retratar cada um dos funcionários da livraria, um “alegre bando de desajustados”, que por uma razão ou outra desistiram do amor e, ainda assim, o encontram quando menos esperam.
Posy Morland vive desde pequena em cima de uma livraria no centro de Londres.  Não vive por viver, claro. Ela morava lá com seus pais e seu irmão mais novo, Sam. E abaixo estava a livraria onde seu pai era gerente: a Bookends. Ao lado a casa de chá onde sua mãe produzia todos os melhores doces. Este era o que ela sempre se lembrava desde a morte de seus pais em um acidente de carro. Depois o que sobrou foi ela aos vinte e um anos com um irmão para cuidar e sem nenhum futuro.

Lavinia, a dona da Bookends e da casa em que Posy morava amava todos eles. Acolheu os irmãos com todo o coração. Posy trabalhava na livraria e vivia a vida que ela amava em meio a seus romances e milhares de livros. Tudo isto com o neto de Lavinia, Sebastian, hoje um homem insuportável de tão grosseiro.

"Posy parou e esperou. Não sabia bem o que estava esperando; talvez cumprimentos sinceros, talvez um "Aí, garota!". Em vez disso, recebeu silêncio e três rostos perplexos olhando para ela. Será que em algum lugar haveria alguém que tivesse pelo menos um pouquinho de fé nela? Tirando Lavinia, cuja fé em Posy, ao que parecia, era inteiramente equivocada." P. 38

Agora com o falecimento de Lavinia, o testamente era claro: a Bookends ficaria para Posy durante dois anos. Se neste tempo ela tivesse sucesso e lucro, o que a livraria não estava tendo muito, poderia continuar. Caso contrário, tudo iria para Sebastian que também havia ficado com os outros locais ao redor na praça.

Sebastian é um homem milionário que faz aplicativos para celular. Desde pequeno sempre incomodou Posy e agora não é diferente. Apesar de sair com diversas mulheres, Sebastian nunca encontrou quem ele realmente se apaixonasse. Quando soube que Posy cuidaria da livraria decidiu que teria que ajudá-la de todas as formas e não aceitava não como resposta.

O problema começou quando Posy decidiu que a livraria seria somente sobre livros de romances de todos os sentidos e Sebastian queria que fosse sobre livros policiais. E em meio a uma guerra enorme o fim pode ser uma tragédia ou uma grande confusão!


"Sério, você escuta quando as pessoas discordam de você ou seu cérebro bloqueia as palavras automaticamente? - Posy perguntou, com sincera curiosidade. - Nós não vamos vender policiais. Vamos vender romances." P.107
Já fazia um tempo que eu queria ler esta obra pelo simples fato de se passar em uma livraria em primeiro lugar. Adoro histórias que envolvam livros e um local que eu amo. Agora o que eu não sabia é que me depararia com uma história tão gostosa e tão engraçada ao mesmo tempo.

Posy é uma mulher que não se sente totalmente segura com a função que lhe foi imposta. Cuidar de uma livraria e ter que renová-la totalmente não é algo fácil e assim que decide que será uma livraria especializada somente em vender romances ela se sente totalmente fortalecida. E então começa a briga de gato e rato, pois Sebastian que é um personagem que eu odiei por boa parte do tempo no livro, se torna um chato.

Sebastian é o tipo de personagem mimado, que consegue tudo o que quer e que não consegue ouvir não. Nas primeiras páginas eu já achava que ele ia ser excluído daquela história, porém a autora o mantém até o final. Mas as cenas entre ele e todos os personagens são tão engraçadas pelos diálogos e ações que é impossível resistir e ver o quanto ele vai melhorando como pessoa.

"Sebastian começou a dizer algo, mas Posy não ouviu o que era, porque fechou a porta, virou a chave e passou a tranca. Quando Sebastian ainda assim não fez nenhuma menção de se mover, ela abanou a mão mandando-o embora e fechou a persiana." P. 115
Também há outros personagens como os funcionários da loja que são muito amigos de Posy e que não conseguem parar ou ser aceitos em outros empregos. Como Avery, que não consegue atender ou falar com ninguém no telefone. Cada um deles tem uma peculiaridade, porém no momento do aperto eles estão sempre juntos, sempre unidos para se ajudarem.

 

Já tem para leitura e venda o segundo volume desta série que vai falar sobre a história de Avery. Só posso dizer que me agradou demais e que estou dando muita sorte com leituras este ano, pois a quantidade de vezes que dei risada com esta obra foram inúmeras. 

Sabe aquele tipo de comédia romântica? É bem o estilo desta obra. Posy se torna forte e decidida e tem que enfrentar aquele demônio do Sebastian em cenas tão hilárias me venceu e me fez favoritar esta obra. Além de todo o amor entre os amigos e o irmão dela, Sam.

Já marquei para ler o segundo volume e quero ver como a tímida Avery vai viver as emoções na livraria que acabou se tornando Felizes para Sempre!



8 Comentários

  1. O legal é autora manteve o personagem e por sorte ainda desfrutou de boas cenas.
    Assim como você adoro histórias que se passam em livrarias, são sempre charmosas. O fato dela decidir que seria uma livraria que iria vender só romances é algo que me deixa curiosa com a leitura ♥
    Preciso mesmo ler

    ResponderExcluir
  2. Oie amore,

    Que blog mais amor...
    Sou absolutamente maluca pra ler essa belezura.
    Lendo sua resenha fiquei ainda mais com vontade!
    Nem sabia que tinha segundo volume, bom saber!
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ainda não consegui iniciar a leitura desse livro. Mas está na minha lista de desejados e espero iniciar a leitura em breve <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  4. Olá Greice, tudo bem?


    Esse é mais um livro que conheço aqui, gostei muito da premissa e da capa, e o romance parece ser muito bom, dica mais do que anotada...bjs.


    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Esse livro tá na fila faz tempo, mas acabo sempre passando outros na frente.
    Agora que li sua resenha, acho que vou inclui-lo nas minhas leituras desse ano. Vamos ver.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Que capa mais fofa. Não tinha lido nenhuma resenha dessa obra ainda, mas fiquei fascinada pela premissa e estou muito afim de conferir a leitura. Que legal saber que tem continuação!
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Oii, tudo bem?

    Adorei a capa do livro e achei a premissa bem interessante. Já sei que vou amar a história só por se passar em uma livraria, e mesmo que o Sebastian seja um mimado insuportável no início, vou adorar ler os diálogos engraçados e ver a evolução dele durante a trama.

    Acho que só não gostei da ideia da Posy de a livraria só ter romance, mas isso não atrapalha minha vontade de ler o livro.
    Obrigada por compartilhar!!
    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  8. Olá Greice,
    esse livro não funcionou comigo de jeito nenhum, achei a narrativa arrasta, os personagens estereotipados (todos eles) e massantes, as cenas que deveriam ter ser engraças, aos meus olhos soaram caricatas e beiraram o ridículo, o enredo não me animou e eu acabei arrastando correntes durante essa leitura. Basicamente foi o livro que menos gostei de ler em toda a minha vida, sem exageros, ele assumiu o topo da lista. Só consigo salvar a capa belíssima que me encanta até hoje e algumas passagens onde o amor pelos livros se evidencia. Apesar disso, fico muito mas muito feliz que sua experiência tenha sido completamente diferente da minha.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos