Todos os anos eu venho aqui no blog mostrar os livros que eu mais gostei de ler. O que é um pouco engraçado tendo em vista que eu posto basicamente tudo o que eu leio e resenho quase tudo também. Para mim não existe livro ruim e sim algum livro mal interpretado ou que possa não ter me agradado e que certamente pode acabar agradando alguma outra pessoa.

Mas de todas as formas teve aquele que me marcou mais e vou colocar em dois posts para ficar mais curto e assim você pode apreciar mais facilmente as escolhas.


Não separei as opções por nenhum tipo de gênero ou estilo de escrita, só foi por foto mesmo. Então vou falar um pouco sobre cada um deles aqui abaixo.


Os Quase Completos
Felippe Barbosa

O autor foi premiado com esta publicação no Pólen de literatura e esta obra fala sobre pessoas que não são totalmente satisfeitas em sua vida e que tinham outros sonhos reais, porém por via do destino acabaram optando por outras coisas. E então quando um ônibus surge e leva os passageiros a viverem a real experiência que sempre desejaram para a vida, eles percebem que a felicidade pode existir, mas que tudo tem um preço.

Eu adorei muito este livro. De início ele é um pouco mais lento, pois tem a apresentação dos personagens, da vida deles, mas depois que tudo isto passa vem um choque de realidade tão grande que me fez repensar muita coisa em minha vida. É uma real obra de arte.



Trago Seu Amor de Volta Sem Pedir Nada em Troca
Ique Carvalho

Ique Carvalho tem um dom maravilhoso para escrever sobre amor. Parece que ele é o amor puro e intenso. Neste livro ele relata em vários contos a doença degenerativa do pai e como passou cada momento ao lado dele. Não somente isto, também mostra os amores em relação aos amigos, parcerias, diversas pessoas.

É um livro profundo e que me fez chorar diversas vezes. São contos curtos e que me pergunto por qual motivos não conseguimos sermos tão amorosos e simples como o Ique é nestes textos. É uma obra que merece ser apreciada a cada momento e que em momentos de tristeza deve ser relida em uma página para dar mais alento ao coração.



Aos Dezessete Anos
Ava Dellaira

Aos Dezessete Anos foi uma obra literária que me causou surpresa. Eu lia a sinopse e olhava a capa e imaginava uma história mais juvenil, mas quando decidi ler me apaixonei. Na história há a divisão de duas partes. Primeiro começa com Angie descobrindo algo importante sobre o seu passado e tomando uma decisão séria e depois Marilyn em sua juventude, contando como tudo começou.

O legal de tudo é que são mãe e filha e a vida das duas vão se intercalando para chegar no final que é o mais importante. Há o ponto crucial sobre o racismo que me doeu na alma, pois eu acredito que o que acontece neste livro com certeza acontece em todos os lugares. É um livro cheio de garra, de amor e de esperança.



As Últimas Testemunhas
Svetlana Aleksièvitch


Eu sempre gostei muito de ler livros com a temática da Segunda Guerra Mundial. Sei que infelizmente houveram diversas guerras, mas por algum motivo esta é a que mais me chama a atenção. O que não tinha parado para analisar é que sempre li muitos livros que mostraram o lado da Alemanha no ataque aos países ao lado oeste e não ao lado leste, no caso a União Soviética, naquela época.

E este livro mostra exatamente isto. São relatos de crianças que sofreram com a guerra na Rússia e países próximos. O porém é que é tão impactante que eu realmente não imaginava que o ser humanos pudesse ser realmente tão cruel. Tem relatos que eu precisava parar para respirar.

Não é por nada que a autora ganhou o prêmio Nobel de literatura. Este livro é um choque de realidade.


Estes são os quatro primeiros livros que mais me encantaram em 2018. 

Se você leu algum, deixe sua opinião sobre ele nos comentários!




20 Comentários

  1. Olá, tudo bem? Ahhh, eu adoro essas postagens de melhores do ano, sempre aproveito para pegar umas dicas, hahaha. Dos citados eu só li "Aos dezessete anos", e realmente é uma obra bem marcante.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim, eu gostei bastante do livro. Também adoro para pegar dicas!

      Excluir
  2. Oii, tudo bem?

    Fiquei muito interessada com As Últimas Testemunhas, também tenho um "apego" com histórias da Segunda Guerra. E toda a história mostrar como foi a guerra para as crianças da Rúsia e países próximos da um diferencial bem grande dos livros que estou acostumada a ler sobre o assunto.

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim!!!! Sou fascinada em histórias de guerra, mas qual será o motivo que faz a gente gostar tanto das da segunda guerra?

      Excluir
  3. Amei os livros.
    Eu concordo quando diz que há livros que abram a um e a outro não, mas convenhamos que também há livros que nem é questão de gosto é por que o livro realmente é uma coisa difícil de descer, seja por vitimizar abuso, apologia e afins.
    Então, eu tô encantada com a proposta de Aos Dezessete anos, não conhecia o livro, mas a premissa dele me cativou bastante.
    Esse do Ique eu não conheço ainda, mas tenho o primeiro livro dele e ele tem uma poesia única com as palavras, eu amo Faça Amor, não faca Jogo.
    Todas as dicas estão devidamente anotadas na minha lista de leitura pra este ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. Tem livros que o apelo é forte demais que eu nem pego para ler, tem coisas que não me descem.

      Excluir
  4. eu to louca para ler o primeiro que voce citou na postagem amei a ideia do post

    ResponderExcluir
  5. Oi Greice, acredita que não li nenhum dos livros que são considerados os seus favoritos? Muito injusto isso mas a maioria já consta na minha lista de desejados e agora tenho a absoluta certeza que serão leituras que vão valer a pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas isto também é bom porque dá para ver que mesmo lendo coisas diferentes amamos a leitura!

      Excluir
  6. Oi Greice
    Que bacana as suas lista de livros. Confesso que, até o momento, não conhecia nenhum.
    O que me chamou mais a atenção foi "As últimas testemunhas", pois parece ser um livro realmente marcante e interessante de se ler.

    Beijos!!
    Abobrinha com Chocolate

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O importante é sempre buscar mais ideias de obras que a gente curte!

      Excluir
  7. Olá Greice,

    Gostei muito das suas escolhas e confesso que quero ler todos, um mais interessante do que o outro....bjs.

    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Não li nenhum destes quatro livros, mas li a sua resenha do As Ultimas Testemunhas e já quero ler ainda esse mês. Aguardando a segunda parte dos melhores de 2018.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal que gostou de As Últimas Testemunhas! É uma obra que merece aplausos!

      Excluir
  9. Olá!
    Eu li Aos dezessete anos e gostei demais. Ava tem uma escrita especial e um jeito de trazer temas como família que nos faz refletir muito.
    Mas Trago Seu Amor de Volta Sem Pedir Nada em Troca é um dos meus preferidos também. Sou apaixonada na escrita do Ique e me emocionei muito em alguns textos, principalmente naqueles em que fala de seu pai com tanto carinho, devoção.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  10. Oi, Greice!
    Desses, só li o Aos Dezessete Anos (a escrita da Ava é uma coisa linda demais), mas várias amigas minhas já leram As Últimas Testemunhas e ficaram bastante impactadas pelas histórias, por isso coloquei na minha lista de próximas leituras também.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Dos livros citados eu li dois: Os quase completos e Trago seu amor de volta sem pedir nada em troca. Os dois me conquistaram bastante também, o primeiro traz um choque de realidade grande mesmo. Já o segundo é incrível, traz textos maravilhosos e é muito emocionante acompanhar tudo, né? Também chorei em algumas partes. Sobre os outros dois livros, fiquei curiosa com eles, principalmente o "As últimas testemunhas", porque também gosto de livros com a temática da segunda gurra.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  12. Oi, Greice!
    Dos que você mencionou, infelizmente não li nenhum. Mas ficam todos como dicas e quem sabe eu não consiga ler algum deles em 2019, né?
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?
    Eu adorei conhecer alguns dos seus favoritos de 2018. Ainda não li nenhum, mas comecei o Aos dezessete anos e pretendo terminar esse ano. Dos demais, eu tenho vontade de ler Os quase completos e Trago seu amor de volta sem pedir nada em troca.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Desses que citou, já li e recomendo demais "Os quases completos". Esse livro é fantástico, dei 5 estrelas na resenha. E também li "As últimas testemunhas" que é uma super história, mas muito angustiante por se tratar de crianças na SGM. Ele me sensibilizou demais. Mas aconselho a leitura, com certeza. São maravilhosos.

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos