Autora: Sarah Dessen
Título Original: Just Listen
Páginas: 352
Ano: 2017
Gênero: Literatura Juvenil
Editora: Editora Seguinte


Ano passado, Annabel era a típica “garota que tem tudo” — inclusive era esse o papel que interpretava no comercial de uma loja de departamentos da cidade. Este ano, porém, ela é a garota que não tem nada: não tem mais a amizade de Sophie; não tem uma família feliz desde a descoberta do distúrbio alimentar de uma de suas irmãs; e não tem ninguém com quem passar a hora do almoço na escola. Até conhecer Owen Armstrong. Alto, misterioso e obcecado por música, Owen é um garoto que vivia se metendo em brigas, mas agora está tentando mudar. Um de seus novos lemas é sempre falar a verdade, não importa qual seja, e jamais guardar ressentimentos. Será que com a ajuda desse amigo inesperado Annabel vai conseguir encarar a verdade e enfrentar o que aconteceu na noite em que brigou com Sophie?

Annabel é uma garota normal que está cursando o ensino médio. Na verdade deveria ser como uma garota normal, porém este ano ela tem que enfrentar algo novo no colégio. Algo que ela prefere não ter que conversar com ninguém depois das férias de verão, já que ao que tudo parece todo mundo acredita que o que aconteceu foi totalmente a sua culpa.

Annabel sempre teve uma melhor amiga desde a infância, Clarke, a garota que esteve ao seu lado nos melhores e piores momentos. Até a chegada de Sophie. Sophie é aquele tipo de menina que se pode chamar de garota problema. Aos treze anos Annabel conheceu a garota problema. Agora, aos dezessete, sabe que ter trocado Clarke quando precisou escolher entre e melhor amiga ou Sophie, a garota descolada e cheia de popularidade, talvez tenha feito a escolha mais do que errada. Agora, Annabel está totalmente sozinha. Depois do que aconteceu nas férias de verão.

"Assim que pensei isso, Sophie abriu os lábios perfeitos, semicerrou os olhos e entregou o veredicto que esperei o verão inteiro.
- Vagabunda!." Pág. 9

Annabel tem duas irmãs mais velhas. Kirsten é a mais falante e mais ativa. Não perde tempo em brigar e reclamar quando não está contente. Whitney é a mais velha e mais calada das três. Quando fica braba se cala e não é de brigar com ninguém, porém é de demonstrar facilmente de outras formas a sua insatisfação. 

Todas as três garotas sempre foram modelos em sua cidade e agora Kirsten e Whitney decidiram buscar patamares mais altos em Nova York, enquanto também estudam. Por isso Annabel, que não quer continuar com a carreira de modelo na cidade, continua a fazer a vontade da mãe, mesmo que para isso tenha que ficar infeliz durante as sessões e os desfiles.

Com um segredo grave que guarda e que precisa se manter forte para continuar a seguir em frente, Anabel precisa lidar também com os problemas em casa. Sua irmã mais velha está enfrentando um problema de severo de bulimia e sua mãe não consegue se livrar da depressão após a morte de sua avó.










"- Ela está doente, pai. Quase nunca come, e quando come é estranho. Pega, tipo, um quarto de maçã no café, ou três bolachas de água e sal no almoço. Às vezes acordo e ela não está. Sei que foi para a academia vinte e quatro horas que tem lá perto." Pág. 48

E é neste cenário que ela vai conhecer Owen, o garoto que todos acham que é cheio de problemas, mas que na verdade é quem pode salvar Annabel de muitas coisas. O principal é que ela consiga em primeiro lugar fazer com que a verdade venha à tona para poder salvar várias pessoas de sofrerem o que ela sofre.

Este é o segundo livro que eu leio da Sarah Dessen. O primeiro foi Os Bons Segredos que gostei bastante e este também não me decepcionou. Esperei muito para poder ler esta obra e quando comecei me senti em um mundo onde uma família precisa se unir para conseguir salvar todos os seus integrantes de diversos problemas.

Gostei do fato de que o livro trate da história de bulimia, principalmente porque muitas meninas passam por esta questão nesta idade e foi uma forma que a autora abordou de forma simples e que deu muita explicação de como as pessoas conseguem se ver em um beco sem saída quando acreditam que a sua imagem não é aquela que os outros desejam.


"Apesar de ter passado bos parte do fim de semana atenta a quantas vezes eu omitia as coisas ou simplesmente mentia para evitar conflitos, meu primeiro instinto naquele momento foi fazer exatamente aquilo. A honestidade como princípio era uma coisa. Na cara de alguém era outra." Pág. 127
A leitura é bem rápida e fluída. Claro que houve momentos em que eu queria entrar na leitura e sacudir a personagem. Tenho esta coisa de achar que muitas vezes porque logicamente nem sempre a personalidade é a mesma, acredito que a personagem está fazendo algumas coisas bobas demais, mas também sei que não estou passando pela mesma situação para saber se eu faria a mesma coisa ou não.

O que me fez sentir bem é a aquela questão de amizade e amor familiar, aquele encontro onde a família mesmo passando por situações difíceis está sempre junta, sempre se ajudando em todos os momentos. Não é sempre que encontro famílias assim ou talvez porque saiba que a minha própria família não seja tão unida quanto neste tipo de leitura e acabo achando o quanto é lindo e maravilhoso este tipo de apego.


"Sophie continuava à minha frente. Todos estavam em silêncio à nossa volta. Eu sabia que poderia ter quebrado o silêncio, poderia ter falado. Era minha palavra contra a dele, e agora contra a dela. Mas não falei." Pág. 251
É um livro de literatura adolescente, mas tem diálogos inteligentes e não cai na monotonia. Vai mostrando a passagem do tempo dos personagens ao longo de cinco anos, mas o foco principal ainda recai sobre um tema que principalmente nos EUA é algo um tanto complicado já que tem um nível muito alto de acontecimento, infelizmente.


 


No fim todas as razões para esta leitura está tanto na amizade quanto na dificuldade em lidar com os assuntos propostos, uma vez que acredito que esta idade seja de definições para o futuro. Sarah Dessen aborda com tranquilidade cada um deles e de forma intrínseca. 

É uma leitura que enriquece tanto para quem passa por esta idade quanto para outros leitores de diferentes idades. Afinal, experiências nunca tem hora para acontecer.




19 Comentários

  1. Oi Greice!

    Tudo bem? Esse livro já foi lançado aqui pela (finada) Farol e na época eu fiquei bastante curiosa a respiro da trama, mas hoje em dia nem tanto. Tenho alguns livros da Sarah em casa que quero ler e só então, se gostar da escrita da autora, pretendo comprar outros.

    Honestamente, o fato de ser um YA me desanima um bocado porque o gênero perdeu a graça para mim com o passar dos anos porque raramente consigo sentir empatia pelos dramas dos protagonistas. Quem sabe não dou uma chance para esse livro daqui um tempo? Sua resenha realmente me fez querer conhecer a história.

    Beijinhos
    http://www.paraisoliterario.com/2018/06/resenha-march-1-marcha.html

    ResponderExcluir
  2. Primeira resenha que leio sobre esse livro e fico com a sensação de que se arriscar na leitura, encontrei uma história basicamente voltada para as questões familiares. Esse é um tema bem delicado que acaba nos fazendo refletir bastante, não é verdade? E apesar de não ser mais uma adolescente, acho que gostaria de ler o livro. Quem sabe eu não tire um aprendizado dele. ótima dica.

    Beijos
    Vento Literário / Facebook / Twitter

    ResponderExcluir
  3. Essa autora é sempre muito bem falada principalmente no Youtube, mas confesso que nunca tive vontade de ler suas obras, nao até então, já mudei de ideia! Hahaha acho o tema bastante pertinente e sem duvida alguma vale a pena ser falado.

    ResponderExcluir
  4. Oi Greice, tudo bem? Nem sempre curto livros adolescentes, mas acho que esse eu vou curtir. O tema é bom, inclusive com uma boa trama familiar e a autora parece se aprofundar bem nos personagens! Acho que vou curtir.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Fiquei bem curiosa com os dilemas da vida de Annabel e como nunca li nada da autora esse parece ser bem propicio a me agradar. Gostei do assunto tratado no livro e ainda mais por saber que leitura é rápida e fluída, da mesma forma que também acho lindo a temática familiar que ele apresenta. Não conhecia o livro, mas como mencionou que experiência nunca tem hora para acontecer.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Tudo bem?
    Já li esse livro faz um tempinho. Costumo curtir a escrita da autora e seus enredos, que trazem bastante reflexões. Minha leitura foi proveitosa.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eU GOSTO PORQUE APESAR DE SER MAIS ADOLESCENTE, É BEM BOM DE LER.

      Excluir
  7. Oi, Greice!
    Antes mesmo de ser publicado por aqui, esse livro já me chamava muito a atenção por parte de comentários de quem o lia em inglês, e eu quase cheguei a fazê-lo em inglês de tanto que estava querendo lê-lo. Só que então tive uma má primeira experiência com Dessen por volta de 2013/2014, e acabei não dando muita atenção à ela por um tempo, até ler outro dela, Uma Canção de Ninar, não tem muito tempo, e acabar gostando um pouco mais. Agora com a publicação de Só Escute por aqui, talvez volte a ler de novo a autora, porque ela realmente sabe trabalhar temas pesados de forma leve mas ainda com firmeza. Bom saber que o livro, apesar do pano de fundo complicado na casa da protagonista, ainda engloba tema de família unida e amizades verdadeiras além do romance propriamente dito. Gostei muito da sua resenha, e espero poder ler mais da autora assim que possível. ^_^
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ Sonhando aos Vinte ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, meu sonho um dia poder ler em inglês mas por enquanto vou lendo só o básico. Quero ler outros dela também.

      Excluir
  8. Oi, Greice.
    Eu adoro os livros da autora e estou amando essas edições da Seguinte.
    Eu tinha lido esse livro há muitos anos, quando ele foi lançado pela Farol Literário, mas depois reli nessa nova edição!! Espero que a Seguinte lance os outros livros que já tinham sido lançados por outras editoras, principalmente os da iD, que sumiram das livrarias depois do fechamento da editora!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho legal que a editora está lançamento nos mesmos estilos as capas e as diagramações.

      Excluir
  9. Olá, tudo bom?
    Li esse livro há algum tempo e o que mais gostei nele foi a forma de não banalizar as temáticas abordadas. Como você mesma disse, a autora constrói diálogos inteligentes, aborda o tema de forma delicada e toca na ferida em uma temática tão complicada em todo mundo.
    Outro livro dela que trata muito da temática familiar é O que aconteceu com o Adeus. Se tiver oportunidade leia, vale super a pena!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este livro que você citou eu nunca tinha lido, vou ver se acho. Obrigada pela dica.

      Excluir
  10. Oi, tudo bom?
    Eu nunca li nada da Sarah Dessen, mas tenho muita vontade de ler os livros dela. Ouço sempre boas críticas sobre as obras dela. Já sei que vou começar por Só escute!

    Beijos!
    https://www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá Greice,
    Eu já li um livro dessa autora e me encantei completamente com ele. Fiquei muito contente por ver que esse livro tem o mesmo apelo que o outro livro que li da autora. Acho a questão do amor familiar muito legal e importante nesse livro. Ele parece nos envolver de uma forma inimaginável.
    Outro ponto muito legal foi saber que o livro é fluido.
    Vou anotar a dica, aliás, como poderia ser diferente depois de uma resenha tão maravilhosa?
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Ainda não conheço a escrita da Sarah mas sempre que leio uma resenha fico cheia de vontade por causa dos personagens e o enredo que parece ser tão leve e ao mesmo tempo tão envolvente. Gosto dessa ideia de personagens contando com a família, é um cenário que aquece o coração.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  13. Oie!

    Eu só li um livro da SArah e faz um tempo já. Eu vi o lançamento desse livro e até vi bons comentários sobre. Acho a temática muito importante, principalmente para as adolescentes, bulimia é algo que atinge muitas meninas. Acho que vou gostar dessa história, tive um bom começo com a autora e gostei das suas impressões :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olá! Tudo bom?

    Eu já tinha ouvido falar desse livro anteriormente e fiquei curiosa sobre, porém ainda tenho certas dúvidas se gostaria de ler ou não. Fico feliz que a leitura é fluida já que isso sempre é um ponto positivo para mim, acredito que por causa do tema abordado eu tenho vontade de conhecer a obra. Adorei a sua resenha, caso eu leia a obra eu espero gostar 🧡

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Esse livro mexeu comigo de forma intensa. Estava em uma semana sensível e a leitura me fez refletir muito sobre família, amigos, amor e como lidamos com nossos problemas e tudo isso junto com um ataque físicos e psicológicos tão forte. Foi uma leitura muito válida. Amei! Beijos

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos