Autora: Lisa Gardner
Título Original: Right Behind You
Páginas: 352
Ano: 2018
Editora: Gutenberg



Após uma tragédia que o separou por oito anos de sua irmã mais nova, Sharlah, o jovem Telly ressurge como o principal suspeito de uma onda de assassinatos.
Só uma pessoa é capaz de desenhar o perfil do criminoso: o hábil ex-agente do FBI Pierce Quincy, que é convocado para colaborar no caso. Mas seu envolvimento como pai adotivo de Sharlah pode obscurecer sua linha de raciocínio ou levá-lo para um emaranhado de pistas desconexas, mostrando que o caso pode ir muito além do que parece ser.

Telly Ray Nash e Sharlah são irmãos que cresceram no meio de pais problemáticos. O pai e a mãe usuários de drogas e alcoólatras nem sequer cuidavam deles, mesmo que Sharlah fosse uma criança de cinco anos e seu irmão tivesse nove. E viver em um trailer era pior ainda já que o espaço não impedia que eles estivessem sempre no meio da situação.

Telly não deixava que a irmã encarasse o tempo todo aquilo. Quando iam para a escola podiam viver um pouco mais com leveza e logo depois eles iam para a biblioteca viver no mundo dos livros. Até o dia em que seus pais enlouqueceram e seu pai esfaqueou a mãe deles e tentou matar os filhos. Neste dia Telly enlouqueceu, matou seu pai e machucou a sua irmã.






"A resolução tinha uma qualidade maior do que Quincy esperaria de uma câmera de segurança de posto. E o vídeo era curto. A arma apareceu em questão de segundos, muito menos do que um minuto, duas pessoas estavam mortas. Uma pausa, provavelmente de dois minutos, e o suspeito não identificado entrou completamente no campo de visão. Olhou diretamente para eles. E levantou sua arma para um último tiro." Pág. 35






Depois de oito anos, Sharlah está em processo de adoção por Rainie e Quincy, ela ex-delegada e ele um ex-perito em traçar perfis criminais no FBI. Mesmo que já esteja há alguns anos com eles, ter uma confiança é muito complicado e a relação vai sendo criada a passos pequenos.

Morar em uma cidade pequena parecia trazer um certo alívio para alguém que estava sempre mudando de casa durante os processos de adoção. E agora Sharlah ganhou um cão, Luka, para tentar criar laços emocionais. Foi separada do seu irmão deste o dia fatídico o qual evitava falar de todos os jeitos.


"Faca de cozinha. Uma bem grande. Faca de açougueiro, como naqueles filmes de terror. Será que foi ela que pegou? Foi ele? Eu não lembro quem estava com ela primeiro. Só posso contar quem ficou com ela por último." Pág. 9

Telly conseguiu um lar temporário na mesma cidade de sua irmã, porém não tinha mais contato com ela. Os Duvall eram pais adotivos ótimos e aos poucos foram conquistando a confiança dele. Mesmo que o casal tivesse um filho, Tom, que estava cursando a faculdade, não desistiam de tentar salvar alguém com o histórico de homicídio como o de Telly.

Porém algo estranho acabou acontecendo. Shelly, a atual delegada, recebeu o comunicado de duas mortes em um posto. Tiros à queima-roupa. Um homem e uma mulher e o atirador aparecendo na câmera, olhando diretamente para ela. Dois assassinatos brutais. E Shelly sabia quem era o assassino. Pior do que isso foi descobrir que os Duvall também haviam sido mortos enquanto dormiam e que o possível assassino, Telly, estava desaparecido.

 

Agora o que resta é tentar encontrar Telly antes que ele tente matar mais pessoas. A verdade é que parece que ele está atrás de sua irmã, mas mais pistas vão mostrando um cenário diferente e cheia de mistérios. Ninguém sabe onde esta onda de matança irá terminar, ou sequer quando.

Eu adoro os livros da Lisa Gardner. Comecei a ler os livros dela quando eram publicados pela Novo Conceito. Adoro a forma como ela sabe envolver em crimes de assassinato e encher de suspeitos e vítimas. A forma como ela coloca os personagens faz com que vários pareçam suspeitos e assim só se consegue realmente descobrir a verdade ao final do livro.

Os capítulos vão sendo intercalados inicialmente com o acontecimento da morte dos pais de Telly e Sharlah e é descrito pela visão de Telly e depois intercala-se com a vida de Sharlah com o novo casal e em outros mais a convivência de Telly e a sua vida, mas sempre pela visão e opinião dele.

O legal deste livro é que há um enfoque bastante familiar, o que para mim de início pesou um pouco pois estava acostumada com a tratativa da Lisa em já chegar e colocar fogo nos livros, mas nesta obra em específico ela joga bastante com a emoção familiar e a amizade.



"Sinto um peso dentro de mim.Tristeza, culpa, vergonha. Todos estes anos depois, uma noite, uma memória, uma série de ações da qual nem eu nem Telly jamais poderemos escapar." Pág. 129
Tem um mistério bastante elaborado e confesso que quando cheguei no final jamais teria imaginado o que aconteceu. Não que não tenha passado a verdade ali pelas páginas, mas fui enganada direitinho como um bom livro deve fazer.

A diagramação é ótima e as letras são bem gostosas de ler. Este livro traz de volta os personagens de Pierce Quincy e Rainie, que já estiveram em diversos outros livros da autora, mas não interfere de forma alguma na leitura da obra, até mesmo porque eu não senti dificuldade alguma nesta questão.

"Ele quer que isso acabe. De uma vez por todas. O mundo tem sido um lugar cruel e desagradável para Telly Ray Nash e sua irmã. Agora ele quer acabar com isso para os dois." Pág. 209
Fiquei feliz ao poder voltar e ler mais um livro da Lisa, senti falta dela e espero poder ler mais livros em breve.



4 Comentários

  1. Acho muito bom quando em um suspense o autor consegue fazer vários serem suspeitos, isso acontece aqui não é? Sem falar que dar ênfase a família e a amizade é uma coisa bem legal também, Enfim, amei a dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu não costumo ler livros assim, mas esse ano estou tentando acrescentar mais livros do genero na minha lista de leituras esse está na pilha para ser lido em breve, gostei de saber que a trama foi bem conduzida e que o final é surpreendente. Espero gostar tanto qnto vc
    bjo

    ResponderExcluir
  3. Olá Greice, tudo bem?

    Confesso que não me interessei tanto pelo livro justamente pelo que a NC fez com a série anterior da Lisa. Na solicitação, acabei optando por As sobreviventes, livro que iniciarei nos próximos dias.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Greice,
    Esse foi meu primeiro contato com a narrativa da autora e gostei muito do que encontrei, principalmente, do mistério, pois,mesmo não sendo totalmente surpreendente, foi muito bem elaborado. Entretanto, o ponto alto do livro, pra mim, foi o drama familiar que a autora inseriu.
    Amei sua resenha e achei sua foto muito criativa. Agora só preciso ler outros dessa autora, que já tenho em casa.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos