Tenho certeza de que de alguma forma você que é leitor vai se identificar com este texto. Isto mesmo, você que adora comprar livros, que ama ler e que provavelmente vai ter uma estante em casa com várias obras. Mas especificamente então se é você é um blogueiro do ramo literário.

Eu já raciocinei várias vezes sobre o que as pessoas sentem em relação a gentilezas, mas acho que muita coisa se tornou mais egoísta ao ponto desta coisa tanto de machismo como de empoderamento. Quando eu chego e tento dar algo para alguém, ou até mesmo convidar alguém para um simples picolé, a pessoa acaba se ofendendo se eu me proponho a pagar, tendo em vista que é uma coisa que não vai matar ninguém, certo?

E o que as pessoas pensam sobre quem é blogueiro literário? “Nossa, ela consegue ganhar livros, então lógico que o que vou fazer é pedir livros para ela.” Fato. 



Sempre comento sobre eu ter um blog já que é um grande hobby meu e acho que não conseguiria desistir dele e, como estou sempre com novos livros, as pessoas me perguntam como eu consigo eles. E então falo sobre as parcerias. Depois de um tempo sempre surge uma pessoa me pedindo certo livro já que eu tenho parcerias com editoras elas acham que podemos conseguir o que quisermos.

O fato é que não me importa que alguém me peça algo já que empresto meus livros sem nenhum problema, desde que a pessoa saiba respeitar e me devolver logo. Tem pessoas que depois que se passou um mês já estou pedindo livros de volta e elas acabam se ofendendo por isto. Mas nunca uma destas pessoas chegou e me ofereceu um livro por saber que eu gostava deles.

E é nisto que entra o fato de ser gentil. As pessoas querem sempre algo para elas, mas nunca querem oferecer a gentileza. “Poxa, você tem um blog de beleza? Estou precisando mesmo de maquiagens, consegue umas para mim!”. Já ouvi isso também.

Eu empresto meus livros, dou alguns, faço doação de outros, não sou apegada de nenhuma forma. Mas quando vejo pessoas interesseiras isso acaba chateando. É como aquela coisa: “Poxa, você é médico? Sabe que estou com uma dorzinha aqui, será que podia me dizer o que é?” Um pouco de troca de gentilezas nunca é demais ao invés de só querer ganhar coisas em cima das pessoas, é bom tentar fazer o papel contrário também. Quem sabe presentear a pessoa com um livro, no meu caso, se eu ganhasse, seria uma surpresa para lá de gigante.



Aposto que você já passou por uma coisa destas, acertei?

Então queira ser presenteado, mas também presenteie e seja gentil. Quem sabe assim as pessoas comecem a perceber que gentileza realmente gera gentileza?



24 Comentários

  1. Não consegui entender o seu texto, nunca passei por uma situação dessa e olha que eu recebo muitos livros. Nunca me pediram livros, pelo contrário sempre ganhei livros de leitores do blog de forma gratuita e apenas pelo compartilhamento de leitura. Repasso os livros em promoções e tb faço doações.
    Não entendi onde o texto queria chegar, mas enfim. Seu blog é bem interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que você não passa por isto, então acho que é uma questão mais pessoal. Realmente recebo alguns livros mas não de pessoas próximas, muito pelo contrário. Esta questão de interesse quando uma pessoa tem um blog foi o quesito que quis argumentar.

      Excluir
  2. Eu sou a "biblioteca" mais próxima de todos. Muitos tem essa mania não apenas de vir aqui e pedir livros emprestado, nas de falar assim: "preciso de um livro x, arruma pra mim?"
    Acho que pensam que faço brotar em árvore.

    Tenho parcerias e recebo livros? Sim!

    Mas engraçado ouvir as pessoas dizerem algo assim: "eu não compro esse livro, custa muito dinheiro, prefiro comprar outras coisas.. Mas me empresta um livro?"

    A maior parte das estantes que tenho em casa os livros foram comprados e ganhei de amigas leitoras..

    Mas essas pessoas que tem por hábito pedir meus livros emprestados, nunca me deu ou emprestou um livro sequer. E ainda acham "desperdício" do dinheiro deles gastar com isso.

    Atualmente empresto para 1 pessoas apenas, pois teve uma outra que pegou 1 livro comigo e demorou só 1 ano e meio para devolver e sem ter lido.. O que não entendo.. Gente estranha!


    Beijos.


    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vOcê sabe exatamente como eu me sinto. Também empresto livros e não sou apegada mas tem pessoas que não se preocupam sequer em devolver e eu pego e peço de volta e as pessoas se ofendem. Bom, nunca mais empresto para ela.

      Excluir
  3. Se já me pediam livros antes de abordar esse assunto no blog, imagine agora. Mas o que fico de cara é que são pessoas que convivem comigo e veem a minha dificuldade de administrar meu tempo hahahahaha Adorei o desabafo

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, pessoas que convivem junto de nós mesmo. Se der a mão querem o corpo. hahahaha

      Excluir
  4. Oi Greice, tudo bem? Uma excelente reflexão, as pessoas acham que é fácil conseguir um livro, seno que temos muitas responsabilidades como blogueiras. Tb empresto meus livros, mas só em quem confio, recebido de parceria ou não, me esforcei muito para ter o produto! E super concordo tb com a questão da gentiliza! <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, parece que tudo é fácil, como se a gente não tivesse que ler, resenhar e mostrar um blog de conteúdo.

      Excluir
  5. Ótimo texto, Greice!! Também penso como você, a gentileza deve ser uma troca. Eu gosto de retribuir quando recebo uma gentileza. Quanto aos livros, quando gosto muito de um, só empresto para minha irmã. Tem pessoas que esquecem do empréstimo!!

    Beijo,
    Cidália.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto. Gentileza como uma cadeia né, todo mundo dando e recebendo.

      Excluir
  6. Olá Greice,

    Eu adora ter livros e não leio livros que não sejam meus, posso dar um livro como já dei vários, mas o que é meu é meu...kkkk...ótimo post...bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu já passei por algumas destas situações e me senti exatamente como você. Eu só empresto para as amigas que eu tenho certeza que cuidarão do livro, mas sempre faço doações. Então, te entendo mesmo!!!
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto, a gente sabe porque passa por isto, mas as pessoas parece que não perdem tempo.

      Excluir
  8. Oi Greice! Olha, eu não empresto meus livros! Não mais! Já emprestei muitos e perdi todos! Não me devolveram! Então eu parei com a gentileza! Eu entendo seu ponto de vista nesse sentido, mas eu não consigo ter um coração tão bom! E também sofro do mal de não receber livros como presente, mesmo as pessoas sabendo da minha paixão por literatura. Só alguns raros gatos pingados são magicamente atingidos por um raio e me deram livros.

    Bjoxx – http://www.stalker-literaria.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Greice, seu texto é bom não só para livros, mas qq outra coisa que as pessoas tem a cara de pau de pedir, mas elas mesmas são egoístas e acham que só porque v tem, foi fácil de conseguir ou é sua obrigação dar. Super te entendo nesse momento de desabafo
    Bjs.
    Tell me a Book

    ResponderExcluir
  10. Oi Greice!

    Tudo bem? É muito bizarro mesmo como as pessoas acham que não existem regras entre as editoras e seus parceiros e que a gente só recebe livro e é feliz com isso o tempo todo!

    Bom, poucas pessoas na verdade sabem que sou blogueira. É uma coisa que mantenho para mim e só aqueles que são muito próximos sabem que tenho o PL, então não tenho problema com esse tipo de coisa de as pessoas falarem ou insinuarem que eu deveria arrumar um livro pra elas, o máximo que acontece é de me pedirem emprestado (e eu AMO emprestar livros pros meus amigos e família!).

    Beijinhos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  11. Oii!
    Entendi tudo o que você quis dizer com seu texto, e felizmente nunca passei por isso. Ninguém nunca me pediu livros só porque já tenho muitos, hahaha. E os que pegaram emprestado, devolveram em seguida, ainda bem! kkkkkk
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Felizmente isso nunca aconteceu comigo, até porque TODO mundo sabe que eu não empresto, dou ou vendo meus livros então nem pedem, mas é uma situação muito chata mesmo ainda mais com o lance das editoras, o povo acha que ser blogueiro é ganhar coisas grátis, ninguém quer ter o trabalho que nós temos, mas querem aproveitar os "benefícios".

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Eu antigamente costumava emprestar bastantes meus livros, mais chegou ao ponto de ficar sem nenhum em casa os poucos livros que eu comprava ou ganhava foram sumindo da minha estante. Hoje em dia eu ainda empresto mais não como antes eu só empresto mesmo pra pessoas que estou sempre vendo no dia a dia. Sucesso, beijos

    ResponderExcluir
  14. Oii tudo bem???

    Entendo o desabafo, e as vezes temos que faze-los, pois as pessoas não percebem que não ganhamos livros, isso é trabalho e temos obrigações com os livro que pedimos.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  15. Ahhh menina eu super me identifiquei com o seu texto!
    O que eu já escutei de: "Será que você não consegue esse livro pra mim?" ou "Meu Deus, você não cansa de receber livros? Me dá esse ai que você não vai fazer nada com ele"

    Eu fico iradaaaaaaaaaa!!! E confesso que em determinados momentos, eu não sou a pessoa mais educada do mundo, ai já começo a xingar! Pelo amor de Deus! É falta de semancol!
    Eu doou meus livros, faço sorteios com alguns da minha coleção também, mas não empresto... pois todas as minhas experiências nesse quesito foram péssimas :/


    beijos,
    Mayara

    ResponderExcluir
  16. Olá Greice,
    Esse post me fez pensar se não era eu quem tinha escrito rs. Por conta do blog, eu já ouvi cada coisa que até eu desacredito. Eu não consigo entender o porquê de as pessoas falarem dessa forma, de terem apenas interesse nas coisas, sabe? Mas parece que é só isso que as pessoas veem.
    Espero que as pessoas mudem esse jeito ou ficarão cada vez mais sozinhas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Acredito que isso seja comum no nosso meio de blogueiros literários, todos acham que temos o poder em mãos, e que temos tantos livros que podemos dá-los ou emprestamos sem prazo algum. Aqui corto logo as asas e mostro todo o meu amor por meus livros e os prazos quando empresto. Mas as pessoas são assim, abusam da vontade.

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos