Autora: Erin Beaty
Título Original: The Traitor's Kiss
Páginas: 440
Ano: 2017
Editora: Seguinte - Cia das Letras

Com sua língua afiada e seu temperamento rebelde, Sage Fowler está longe de ser considerada uma dama — e não dá a mínima para isso.
Depois de ser julgada inapta para o casamento, Sage acaba se tornando aprendiz de casamenteira e logo recebe uma tarefa importante: acompanhar a comitiva de jovens damas da nobreza a caminho do Concordium, um evento na capital do reino, onde uniões entre grandes famílias são firmadas. Para formar bons pares, Sage anota em um livro tudo o que consegue descobrir sobre as garotas e seus pretendentes — inclusive os oficiais de alta patente encarregados de proteger o grupo durante essa longa jornada.
Conforme a escolta militar percebe uma conspiração se formando, Sage é recrutada por um belo soldado para conseguir informações. Quanto mais descobre em sua espionagem, mais ela se envolve numa teia de disfarces, intrigas e identidades secretas. E, com o destino do reino em jogo, a última coisa que esperava era viver um romance de tirar o fôlego.

Sage Fowler chegou aos dezoito anos sendo acompanhada pelo seu tio, sua tia e seus primos. Mesmo sendo tutora deles, parece que agora seu tio a considera um fardo e a quer casar de todo o jeito. Na verdade desde a morte de sua mãe e depois seu pai, Sage vive tentando não chamar a atenção, já que ficou morando na casa de seus tios.

A verdade é que seu tio já estava há tempos esperando por este momento e mesmo que Sage fosse filha de um passarinheiro e não tivesse nenhum tipo de sangue de nobreza, em seu país a regra é que as moças da nobreza passem pela casamenteira, uma mulher que vai escolher a pessoa certa para cada uma. Sage não tem a mínima paciência para este tipo de coisa, já que seus pais casaram por amor e é somente nisto que ela acredita.

A cada cinco anos acontece o Concordium, que é onde as moças são apresentadas e os seus pares escolhidos. Para isso todas as participantes precisam viajar até o local juntamente com uma escolta especial, já que os países apesar de terem tentado a paz há alguns anos continuam se encarando de uma forma estranha. O rei tenta de todas as formas fazer reinar a paz mas tem povos como os kimisaros que querem tirar o rei do poder e assumir o trono, com a estratégia de sequestrar Rob, o filho mais novo do rei.



"A prima achava que Sage tinha chances de entrar para o Concordium, mas a garota não tinha a mesma ilusão. O principal trabalho da alta casamenteira era selecionar as melhores da região para a conferência realizada uma vez a cada cinco anos, mas ela não desejaria entrar nem se fosse bonita ou rica o suficiente para ser considerada." Pág. 21

Alex Quinn é o filho do general do batalhão do rei. Agora que foi promovido a capitão sente maior responsabilidade sendo que para os outros precisa mostrar seu trabalho e exigir o devido respeito. Porém não é muito paciente e depois de um ataque mal feito, seu pai o leva a uma missão onde deverá proteger as mulheres que serão levadas ao Concordium.

Quando Sage é apresentada à alta Casamenteira um desastre total acontece. Ela não consegue sequer ficar naquelas roupas chiques e se mostra totalmente arredia. Mas é ali que Madame Rodelle percebe que conseguiu uma ajudante exemplar, que consegue encontrar os mínimos detalhes nas pessoas e conhece-las a fundo. É então desta forma que Sage vai se disfarçar como uma das damas do Concordium para colher informações sobre futuros pretendentes.

No meio de tudo isto uma perseguição vai acontecer, e tanto Sage quanto o exército do rei precisará enfrentar um grande desafio para não perder a vida para quem quer dominar todo o território. Porém Sage vai encontrar um mistério maior do que ela imaginava.

Comecei a leitura deste livro sem ter lido a sinopse, já que nem todas as obras eu tenho este costume. Já tinha achado linda a capa e o estilo e fiquei imaginando se tratar de um romance de época, mas acredite, não tem nada a ver com isto. E ainda bem que não li nada sobre a obra antes porque não costumo dar muita abertura sobre obras mais do estilo de fantasia e acabei adorando a história.


"A dupla montou novamente e voltou para a estrada, onde a caravana estava. Quinn franziu a testa quando a cabeça morena de Robert entrou em seu campo de visão. Se houvessem kimisaros na região e eles se dessem conta de que Rob estava com a escolta, não tinha dúvida de que tentariam capturá-lo."Pág. 77


Na verdade de início não conseguia me conectar com todas as coisas já que os capítulos iniciais mostravam mais a vida de Sage e sobre os personagens de Quinn e de seu exército. Todos os nomes sobre o país eram meio confusos e claro que eu ficava olhando o mapa que vem junto com o livro para poder me localizar a cada momento.

E então quando tudo começou a se encaixar e eu percebi o que realmente era a intenção da autora me apeguei na história e as páginas começaram a passar rapidamente. A personagem de Sage é um caso a parte. Ela é dedicada, decidida e forte e para ela não tem esta coisa de damas não fazem certas coisas. Ela é aquela mulher que encara qualquer situação e se opõe a machismos ou ideias de que deve ser casar e ter filhos e somente isto. 

 


Adorei a narrativa da autora sobre o cenário, as roupas e o envolvimento das pessoas. Como a autora é envolvida na profissão militar, ela consegue escrever facilmente sobre batalhas e colocar um suspense junto. O que me deliciou mais é que se passa em um período bem antigo, com reis, rainhas, castelos e claro, todo o cenário inventado, lembrando que é uma obra juvenil mas passa tranquilamente neste aspecto sem parecer infantil.

Quinn, Ash Carter, Charlie, Clara e outros são personagens secundários que cativam. Impossível não se apegar a cada um deles. É como se fosse uma amizade antiga onde eu consegui me envolver com todos, ficando na esperança a cada luta e momento tenso do livro e acredite, acontecem vários. 

"Sage ficou acordada na cama que agora dividia com Clare, pensando no alívio no rostod e Ash quando lhe dissera seu nome. Ele sabia que ela havia mentido e que não era uma dama. Sabia que não era ninguém." Pág. 193

Ainda bem que este é somente o primeiro livro de uma trilogia e termina de forma bem coerente. Se você for somente ele vai conseguir terminar sem ficar esperando uma continuação o que é muito bom, já que muitas vezes a história fica pendente. Mas o mais legal que, como uma trilogia, sei que vai continuar e que vou esperar mais de todos os personagens. 

A Diagramação está linda, com letras fáceis e capítulos variando entre os personagens de Sage e de Alex Quinn. Espero que a editora Seguinte lance em breve a continuação para saber mais sobre este mundo diferente e sobre o que aconteceu depois de tanta adrenalina.




22 Comentários

  1. Olá, tudo bem?

    Tive a mesma dificuldade que você, no inicio do livro, mas depois fui me apaixonado pela história, é exatamente como você descreveu. Eu não sabia desses outros livros da autora ali, já quero. :D

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, de início parece que trava, mas depois ele vai correndo e eu não queria mais parar. hahahahha

      Excluir
  2. Oi Greice,
    Esse livro não tinha me chamado tanta a atenção, mas sua resenha me abriu os olhos. Gosto de uma pegada mais de fantasia e essas coisas de reis e rainhas me agrada muito nesse tipo de narrativa. O fato de ser uma trilogia poderia até me desanimar, mas ainda bem que você pontuou que ele tem uma história que fecham e não deixa essas pontas soltas que matam o leitor de curiosidade.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?

    Terminei a leitura desse livro semana passada e até que gostei. Confesso que esperava mais do livro, mas não considerei uma leitura ruim. Só fiquei irritada um pouco com a protagonista, mas fora isso, não tenho do que reclamar do livro.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como é uma trilogia, espero que venha mais ação.

      Excluir
  4. Olá Greice!!!
    Eu já tinha visto muitas pessoas curiosas em relação ao livro e acompanhei quando este mesmo foi lançado, porém não me apeguei tanto a história até este momento.
    Adoro mocinhas que quebram os padrões da época de alguma maneira e adorei saber que a personagem se envolve numa investigação ^^
    A capa está linda e muito atrativa só para ter na estante mesmo *-*
    Amei a resenha!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente a capa é bem linda, adoro capas assim meio desenhadas.

      Excluir
  5. Essa edição é linda, realmente. As vezes não leio sinopse das obras só pra ter essa surpresa, da leitura ser totalmente fora do que eu esperava e ainda assim ser muito boa. Adorei sua resenha e as fotos!

    ResponderExcluir
  6. Já li diversas resenhas desse livro e quase todos concordam que o livro tem o inicio arrastado, mas no fim vale a pena. Não sabia que era uma trilogia, vou aguardar para saber dos próximos livros.
    Gostei muito de conhecer as outras capas do livro, mas confesso que acho a brasileira mais caprichada.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Vários aspectos do livor me interessaram ,mas acho que a perseguição é a que mais curti saber que tem na narrativa.
    Adoro o carinho que você tem em colocar as capas gringas na resenha!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Quero ler essa história mesmo lendo tantas críticas, mas vou esperar pra ler quando outros livros saírem porque sendo um gênero que leio pouco acho que vou me esquecer de vários detalhes importantes.
    Espero que o enredo me conquiste.
    Essa capa é linda!
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  9. Oi, comecei a ler esse livro e achei que fosse um romance ou algo assim, não sabia que envolveria um mistério. Pela sua resenha, você gostou bastante do livro, acho que vou terminar de lê-lo e espero gostar. Gostei muito da Sage, ela foge muito da ideia de mocinha indefesa que aquela sociedade quer pregar.

    www.porredelivros.com

    ResponderExcluir
  10. Olá Greice,

    Acabei de ganhar esse livro em um sorteio, se já estava curioso antes imagina agora depois da sua resenha....bjs.


    https://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá Greice, tudo bem?

    Eu já havia visto algumas resenhas do livro, mas todas enalteciam cada pontinho do livro que realmente achava que ele era perfeito. Mas percebi que assim como alguns outros que tem a mesma pegada, as nomenclaturas dispostas não nos ajudam no começo da leitura. E acho que é exatamente por esse motivo que eu tento fugir desse livro, rs.

    Beijos
    @blogodiariodoleitor

    ResponderExcluir
  12. Primeira resenha que leio desse livro,eu pensei que seria romance tipo romance de banca, mas dai tem um misterio que me deixou curiosa. Sou como vc a maioria dos livros que leio começo sem ler a sinopse, acho que essa surpresa deixa a leitura mas legal.
    Otima resenha!

    Bruna
    http://www.divagandopalavras.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Greice, tudo bem?
    Eu tenho o livro aqui, mas eu o via mais como um romance bobinho, acredita? Por isso nunca me pus a lê-lo, mas depois da tua resenha minha visão sobre ele mudou. Quero muito ver os conflitos que a autora pos. Espero gostar tanto quanto você!!

    ResponderExcluir
  14. Oi Greice, assim como você li essa obra acreditando se tratar de um romance de época, já q a mesma era indicada para fãs de Jane Austen. No entanto encontrei uma trama cheia de suspense e personagens muito bem construídos. Adorei a personagem de Sage por ser forte, corajosa e sem as frescuras das damas de época, mas confesso que demorei mais do que esperava p/me conectar a história no início. O legal é que logo a história dá uma reviravolta e nos prende né! Mal posso esperar pela continuação.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  15. Oi.
    Faz um bom tempo que estou querendo ler esse livro e espero ter a chance em breve.
    Acho ótimo isso de ter um final, mesmo fazendo parte de uma trilogia. Acabam com a minha sanidade esses livros que terminam de forma abrupta e depois a continuação é lançada depois de anos.
    Eu não sabia que a autora é envolvida com a carreira militar, realmente isso deve dar um toque verossímil interessante ao enredo.
    Adorei a resenha e pretendo conferir a obra assim que possivel.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Oi,
    eu preciso tanto desse livro. Tenho lido muitos elogios a história e a diagramação mas acho que essa é a primeira vez que leio alguém mencionar as roupas, cenários e etc. o que no meu ponto de vista é maravilhoso pois me leva a crer que é um conjunto satisfatório. Quero muito ler esse livro ainda esse semestre, espero conseguir;

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  17. Olá ♥
    Meu deus eu podia jurar que era um romance de época, até por que a capa remete muito a esse gênero. Assim como você nem sempre tenho costume de ler as sinopses pego o livro pela capa. Amei saber que a trama tem suspense e saber que temos uma ambientação com batalhas me agrada muito ainda vindo de uma pessoa que já tem vivencia na área. Amei a resenha, beijos

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos