16 outubro 2017

1

Querido John - Nicholas Sparks! [Resenha #368]


 Após uma juventude de rebeldia e bebedeira, John Tyree decidiu dar início a um novo capítulo em sua vida e se alistou no Exército. Um ano depois, agora um novo homem, ele retorna a Wilmington, na Carolina do Norte, para passar um tempo com o velho pai. 

Uma tarde, enquanto admira o pôr do sol da pequena cidade litorânea, ele conhece a garota de seus sonhos. Além de ser linda, Savannah é amigável, de sorriso fácil, um exemplo de boa conduta e altruísmo. 

Curiosamente, esse contraste de personalidades não impede que um sentimento arrebatador nasça entre os dois. No entanto, John precisa voltar para a Alemanha a fim de concluir o serviço militar. 

Em nome do amor, Savannah decide esperar por ele, enquanto o jovem soldado promete que, após esse período, vai ficar para sempre ao lado da mulher que conquistou seu coração. O que nenhum dos dois poderia esperar eram os eventos do 11 de Setembro. 

Enquanto John entra em combate no Iraque, Savannah precisa reunir forças para superar a dor da distância. Nesse cenário de saudade e incertezas, uma simples carta pode mudar a vida dos dois para sempre.


Autor: Nicholas Sparks
Título Original: Dear John
ISBN: 9788580417715
Páginas: 256
Ano: 2017
Gênero:  Ficção / Romance
Editora: Arqueiro





Quando iniciei a leitura me perguntaram como eu ainda não tinha lido essa obra, já que gosto do Sparks. Creio que o motivo seja que passei a me apaixonar por seus livros quando eles começaram a ter finais felizes.

Sempre que um romance aparece na banca o que buscamos são finais felizes, afinal a vida já é bem realista, para encontra-las nos livros também.

John é um rapaz que se encontra perdido e depois de terminar seu namoro decide se alistar no exército. Onde ele amadurece e encontra sua direção. E em uma visita a seu pai durante suas férias ele conhece Savannah.

"Encontrei gênios e idiotas, mas no fim das contas fazemos o que fazemos uns pelos outros. Por amizade. Não pelo país, não por patriotismo, não porque somos máquinas programadas para matar, mas por causa do cara está ao seu lado. Você luta por seu amigo,  para mantê-lo vivo, e ele luta por você. "

Ela é uma jovem que além de sociável é muito ativa na comunidade e em ajudar o próximo, além de ter uma fé nas pessoas que a torna admirável.

A paixão entre eles acontece rapidamente, porém logo John precisa retornar ao serviço e essa distância os deixam preocupados. Namorar a uma distância tão longa e os riscos que ele corre, se torna complicado, por mais que o amor seja forte.

"Quando seus lábios encontraram os meus, soube que poderia viver cem anos e visitar todos os países do mundo, mas nada ia se comparar àquele momento único em que beijei  pela primeira vez a garota dos meus sonhos e soube que meu amor ia durar para sempre."

Nessas páginas aprendemos que o amor vai além de muitas outras coisas. Ele transforma e nos dá uma outra visão de nossas escolhas. 
As vezes amar é libertar, as vezes é aprender a conviver com a pessoa do jeito que ela é e em outras é saber que o certo a fazer, nem sempre é o que desejamos.


Se praticarmos o bem, ele nos retorna de diversas formas. A vida não é um caminho sem pedras, mas saber contorna-las e continuar no caminho certo é o que nos define.

Tirar uma lição das obras de Nicholas Sparks é normal, afinal ele te passa a mensagem, basta que estejamos abertos a lê-la e aprender com ela. Nem todo final é feliz para todos,  mas se você ainda não teve o seu, é porque não chegou ao fim. Sua felicidade pode estar mais perto do que imagina, as vezes virando a esquina.

Sua história faz parte de você e ela te torna quem és. Viva, aprenda, ame e espalhe as sementes boas, para colhe-las no futuro. Nem um dia é igual ao outro, amanhã pode ser melhor. Enfrentar os problemas é dissolve-los, para passar de fase.

Em relação à diagramação, como li em e-book não há como dar uma opinião completa, mas a Arqueiro sempre costuma ser bastante coerente em relação a obra e os capítulos seguem intercalados entre os personagens.




Esta edição é especial em comemoração aos 10 anos de lançamento do livro e um dos romances mais vendidos do autor. Também foi lançado em versão de filme, como a capa acima demonstra.


ESTA RESENHA FOI FEITA PELA BLOGUEIRA E COLUNISTA CONVIDADA ELIS DO BLOG A MAGIA REAL.



Um comentário:

  1. Oi, Elis
    Amo o Tio Nick, mas também sou dessas de gostar mais dos finais felizes. Ainda não li esse livro dele, mas não por falta de vontade. Seus livros sempre passam algumas mensagens, esse parece ser lindo também nesse sentido. Gostei de saber o que achou. Espero não demorar para lê-lo.

    Blog Livros, vamos devorá-los?

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos