25 outubro 2017

17

As Coisas que Fazemos por Amor - Kristin Hannah! [Resenha #370]


West End é um lugar no estado de Washington que ficou meio esquecido pelos turistas por um bom tempo, inclusive por Ângela DeSaria. A irmã do meio de uma família italiana deixou todos para trás e foi estudar na Califórnia, onde seguiu carreira na área publicitária e conheceu seu marido Conlan, um homem que sempre a fortaleceu. O problema é que os anos que se passaram foram sempre na tentativa de conseguir conceber uma criança. A última tentativa acabou desmotivando totalmente Angie, quando sua filha Sophie sobreviveu somente alguns dias. Isso a matou totalmente por dentro. E seu casamento também não sobreviveu.

O restaurante DeSaria’s é o grande amor da Mama, Livvy e Mira. Após a morte do pai Mama coloca todo o seu tempo no restaurante que é a grande atração do local, mas que está perdendo a sua clientela há muito tempo. Livvy, uma ex-modelo que tentou a vida fora e precisou voltar para casa depois de dois divórcios e com dois filhos, trabalha em tempo integral no restaurante, junto com a irmã Mira, uma mulher que já entrou na faixa dos quarenta anos  com quatro filhos para criar.

Lauren Ribido foi responsável por sua própria criação desde muito cedo. Sua mãe sempre a culpou por ter sido mãe tão cedo e agora era uma mãe que não ligava para o que a filha fazia. Lauren se esforçava ao máximo para conseguir boas notas no colégio onde conseguira uma bolsa integral de estudos, mesmo que não tinha dinheiro para nada: roupas novas, comida decente. Ela via a mãe se afundar no álcool e trocar de namorado o tempo todo e Lauren só conseguia contar com o namorado de longa data para ficar ao seu lado.

Agora a vida de Lauren e Ângela irão se cruzar e os destinos serão traçados por diversas dificuldades. O amor e a amizade entre a família é o alicerce que une muitas pessoas, mas quando algumas se quebram talvez o que sobre seja juntar os pedaços e seguir em frente.




Autora: Kristin Hannah
Título Original:  The Things We Do for Love
ISBN: 9788580417692
Páginas: 352
Ano: 2017
Gênero:  Drama
Editora: Arqueiro






 


Como escrever uma resenha crítica quando o coração ainda bate forte depois da leitura? Mesmo que já tenha se passado quase uma semana ainda fico pensando nas páginas e nas palavras reflexivas da Kristin Hannah. O poder que a autora tem de introduzir os dramas familiares em uma junção de amor, amizade, luta, dor e reconhecimento são tão fortes e poderosos que é impossível o leitor não se envolver completamente em cada página lida.

No primeiro capítulo já se cai de cabeça na fragilidade de Ângela, em sua demonstração de luta para manter o casamento e na descrição de seu esforço para ter tentado engravidar, o que acabou de certa forma destruindo o seu casamento. Assim a autora já consegue chocar nossos sentimentos somente com poucas páginas e imitar a realidade de uma forma incontestável.

Eu imaginava que ia ser aquela leitura onde as irmãs se unem com a dor de uma delas e assim tentam reparar o que foi perdido com o tempo, mas o que a história conta é muito além disto. Está no decorrer dos anos em que a mágoa por atos não tratados foi acumulando e aos poucos quando as três irmãs e a mãe se veem sem o patriarca da família e precisam desenvolver o sentimento unidas, um aprendizado se inicia.

O papel da adolescente Lauren é o que mais dói, na verdade. Não é sempre que em meu círculo vejo uma menina que precisa virar sua vida de cabeça para baixo para conseguir ter o básico na vida, inclusivo o estudo. Mas o mais legal é que esta personagem não desiste. Ela é lutadora e tem um ímpeto gigantesco para alcançar metas sem em nenhum momento destruir pessoas.

Claro que chega um momento do livro que aquilo em que menos queremos que a autora toque no tema vai acontecer. E é neste momento em que agarrasse o livro com tanta forma e coloca-se ele perto do coração para que as palpitações tentem ser amenizadas de alguma forma. Parece tudo um beco sem saída para que o sonho de uma não seja destruído pelo sonho de outra. 

É um choque de realidade e com certeza milhares de mulheres passam por estas situações. É por isto que Kristin Hannah é para mim uma das melhores autoras na área de drama, tanto familiar quanto de guerra. Ela sabe envolver de uma perspectiva realista e ao mesmo tempo não forma clichês onde se imagina o final imediato.

É de chorar e de emocionar do início ao fim e logicamente mais uma vez ela inova com chave de ouro. O livro já está sendo adaptado para o cinema e só me resta saber como tudo vai ser envolto através da telinha, porque em letras já descobri que é perfeito.




17 comentários:

  1. A capa nacional sem dúvida é a mais bonita, então já ganhou ponto comigo. Um drama que sem dúvida iria me levar as lágrimas.
    Sua resenha ficou perfeita, conseguiu passar bem seus sentimentos em relação a leitura e isso despertou em mim mais vontade de ler o livro.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, que bom que gostou da resenha. Tomara que goste do livro também.

      Excluir
  2. Oi Greice, nunca li nada da autora, mas sinto que estou perdendo e muito por isso... assim que tiver um tempinho, com certeza lerei esse livro e, claro, antes que o filme saia (rsrs). Um drama familiar sempre desperta em nós sentimentos , muitas vezes, enterrados e traz a tona inúmeras reflexões. Adoro livros assim e por isso gostei muito da sua resenha.

    Beijos
    Fe
    https://ateaultimapagina.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada. Sei quem será a personagem que interpreta a adolescente e acho que vai ser um bom filme.

      Excluir
  3. Olá...
    Adorei sua resenha! Você falou tão bem do livro que me arrependi de não ter solicitado quando a editora disponibilizou :(
    A premissa do livro é muito interessante e com certeza é um livro capaz de emocionar até os mais durões.
    Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiiii, se tiver oportunidade solicita. Tenho certeza de que você vai gostar.

      Excluir
  4. Greice,
    Já fico com o coração na mãe só de ler sua resenha. Esse livro será uma de minhas próximas leituras e já vi que vou ter que ler com várias caixas de lenço do lado. Adoro a Hannah e a forma como ela envolver seus leitores com a trama.
    Muitas vezes parece que tudo é tão real que a história está acontecendo comigo.
    Amei suas considerações.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa mulher tem uma capacidade de escrita que não sei explicar como ela consegue cativar tanto!

      Excluir
  5. Oi.

    Tive vontade de solicitar esse livro, mas acabei optando por outro. Gostei da sinopse dele e fiquei bem interessada na obra. Vou tentar comprar o livro assim que der e ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando tiver oportunidade, não pense em perder ele!

      Excluir
  6. Só li um livro da autora, mas foi o suficiente pra desejar ler todos os outros. Adorei o jeito como você descreveu o livro, deixou seu coração na resenha.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi. :)
    Parabéns pela resenha, ficou realmente tocante. Se vê que foi uma leitura maravilhosa.
    Só li um livro da Hannah, mas foi simplesmente incrível. Lembro que fiquei com uma ressaca literária depois da leitura rs.
    Blog As Meninas Que Leem Livros - Lauri Brandão

    ResponderExcluir
  8. Olá Greice,

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, fãs um tempo que não leio o gênero e gosto bastante, essa já está na minha lista de desejados e sua excelente resenha me deixou ainda mais curioso....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ola!Tudo Bem?
    Adoro um drama sempre bom chorar e emocionar com um livro,além de que passa mensagens reflexivas e fortes.
    Parece um livro bem interessante.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    Só ouço elogios às obras da Kristin, todos dizem que além de uma escrita incrível, ela adora arrasa com os corações dos leitores, sempre desejei ler algo dela, mas não sei por qual começar. Gostei muito da premissa desse e de seu ponto de vista, acho que seria uma história que irei me marcar bastante, adoro livros emocionantes e que me fazem pensar, dica mais do que anotada.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá.

    Que resenha linda! Nunca li nada da autora, pois eu tenho um pé atrás com ela. Agora lendo sua resenha estou mudando de ideia, visto que amo livros assim que tem uma reflexão e algo a ensinar. Vou ler em breve quando tiver uma oportunidade!

    Amei

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos