27 setembro 2017

3

Crítica: Five Foot Two - Documentário Lady Gaga!


Para quem ainda não leu nada sobre ou não ouviu falar, o novo documentário lançado na Netflix denominado Five Foot Two, conta a história da trajetória da cantora Lady Gaga e tudo pelo que ela passou nos último cinco anos.

O documentário em si foi uma obra muito bem feita e mostra algo bem verdadeiro e não somente o que a cantora passa mas também como a vida de sucesso de muitos outros cantores pode se tornar um tormento por diversos motivos. Como ficou claro, Lady Gaga cancelou o seu show no último Rock in Rio devido a dores terríveis que sente pelo corpo, isto depois de uma fratura grave que teve no quadril há três anos atrás.


A rotina diária da cantora é conturbada. Já tinha visto outros documentários de artistas, mas não de uma forma tão sincera como foi desta vez. Lady Gaga mostra sua família, a forma como lida com a solidão por mais que tenha tido namorados ao longo da carreira, ela explica como vai perdendo aos pessoas aos poucos que o sucesso vai crescendo e como isso também afeta a sua auto-estima. 

Isto aliás foi uma das coisas mais chocantes. Saber que a pessoa tem tudo o que mais deseja como profissional e ao mesmo tempo é totalmente solitária, já que a cantora demonstra isto em muitas cenas, inclusive falando sobre o término de seu noivado com o ator Taylor. 


Uma das coisas que também me tocou muito, já que chorei em diversos momentos, foi ver que mesmo ela já tendo obtido muito sucesso, ela ainda precisa encarar diversos preconceitos na mídia, que é muito machista e vê as mulheres como uma forma de objeto. Gaga demonstra a sua insatisfação por esta questão e como faz para driblar os desejos das pessoas que tentam transformar ela na pessoa que não deseja ser.

O documentário também revela a passagem de transformação da Lady Gaga artista fantasiada para a mulher normal, com uma característica limpa, com o álbum Joanne. Lindo é ver o motivo por trás da escolha do nome do álbum e como tudo foi composto, música por música e a dor até ver a aceitação dos fãs.


Lady Gaga não poupa palavras. Fala sobre a rixa que tem com a Madonna, de como se sente infeliz por ter ouvido a cantora falar mal dela pelas costas e oque ela desejaria que acontecesse. E por mais que ela esteja sempre presente junto com os fãs, há cenas de ensaios de shows e até mesmo nas gravações da série The American Horror Story em que Gaga perde a paciência e tem crises de raiva como qualquer ser humano. 

Mas o melhor mesmo é ver o quanto ela é sentimental. O quanto ela sente dor, a falta de muito afeto, que lutou contra as drogas, o álcool e está superando uma fase ruim. Para quem é fã, vai perceber que nem sempre ter tudo o que se deseja é o caminho, mas dá para perceber a diferença que ela causa na vida dos fãs. Acredito que tenha sido isto que Gaga tenha desejado passar neste documentário e o fez com louvor. 


Não é um documentário sobre glamour. É algo sobre como lutar mediante os percalços e como é necessário seguir em frente. Confesso que não teria metade da força de vontade que Lady Gaga tem e que assim ela se torna ainda mais forte perante a imagem que tenho dela. Ela é totalmente normal.

Recomendo para quem não somente curte a autora, mas para quem pensa que todo artista deve viver sempre na felicidade de ter fãs e de ter sucesso, para entender como o mundo cobra um preço bastante alto.




Não perde esta chance, já está disponível na Netflix!







3 comentários:

  1. Oi, Greice. Que maravilhoso esse documentário. Eu já vi que ia sair algo sobre a cantora mas nunca imaginei que ele ia retratar de uma maneira excepcional a pessoa por trás da fama, ainda mais porque a Lady Gaga é alguém que tem realmente muitos conflitos internos, além dos problemas de saúde.
    Vou procurar assistir.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Amei conhecer seu blog, tudo lindo por aqui.
    Não sabia sobre o documentário, irei assistir com certeza :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Está nos meus planos ver o documentário, tenho aqui em casa um fã dela.

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos