16 agosto 2017

18

Relacionamentos: A diferença entre precisar e querer!


Na semana passada eu vi um vídeo que mudou muita coisa em minha forma de pensar. Na verdade tenho visto diversos vídeos positivos que com um ou outro comentário vai formando um pensamento positivo e me mostra como eu via de forma errada a minha imagem ou o jeito como eu me vitimizava ou me vitimizo em certos momentos.

Quem é que ao sofrer um tipo de decepção fica se perguntando qual a razão do sofrimento ou se pergunta o motivo de estar passando por aquilo? Mas ao fazer isto nunca parou para pensar se a real versão é de não ter parado e analisado que talvez a verdade estivesse batendo ali na cara muitas vezes, mas que quando queremos muito algo não conseguimos ver que aquilo muitas vezes não nos serve de verdade.

Algumas vezes gostei de pessoas que depois de terminar o relacionamento percebi que não tinham o mesmo teor de paixão que eu, que não estavam na mesma sintonia e nem sequer tinham os mesmos gostos, os mesmos estilos para filmes, música, livros e tudo o mais, mas, naquele momento, o que valia era que a paixão era irrefreada e tudo o que eu queria era ficar junto independente do que eu precisasse enfrentar. E esta é a questão.

Querer é diferente de precisar. Eu preciso de amor e um relacionamento estável, mas muitas vezes quero ficar com uma pessoa que não está dando um amor dedicado e que gera mais brigas do que momentos bons e mesmo assim eu acho que vou conseguir mudar a pessoa de alguma forma. Ou então fico insistindo em algum momento em alguém que não quer o relacionamento sem perceber que o meu querer não é o mesmo que o querer da pessoa e o meu precisar continua sendo o amor, mas o meu querer é uma pessoa que não é o que eu preciso.


Precisar é saber que é necessário ter amor, mas querer é algo que a gente coloca na mente que quer de uma certa forma e não como a melhor forma aparece. E é nisto que o ser humano precisa trabalhar. Se você fica preso neste querer e a outra pessoa não age como você acredita que é um relacionamento feliz, vá em frente e pare de sofrer, porque as pessoas não mudam do nada. Talvez mudem com a dor e o sofrimento, mas somente depois que perdem.

Por exemplo: Eu  preciso de um bom relacionamento, mas eu quero que seja com o Leonado Di Caprio. Logicamente que o meu querer é algo um pouco exagerado e que eu vou sofrer se ficar indo atrás e tentando algo que é basicamente impossível.

Se você estiver em um relacionamento em que se sente triste, há muitas brigas, percebe que existe uma dificuldade de mudanças mas mesmo assim não quer sair dele porque acredita que o ama demais e que nunca vai achar alguém melhor, pare e pense que isto não existe. Aprenda a se amar e saber que é possível sim viver sozinha e depois que se aprende a fazer isto se descobre como viver um relacionamento feliz.

Precisei explicar isto para uma pessoa com o qual tive um relacionamento e que depois percebi que não era o que eu precisava, mas esta pessoa não aceita que eu vá e assim fica relutando constantemente. Assim, expliquei a diferença sobre precisar e querer. Não digo para não tentar. Tente. Lógico que sim. Mas quando você percebe que tenta demais e que a pessoa só dá valor quando perde e aí promete que vai fazer de tudo para melhorar, esqueça. Ela perdeu as oportunidades de fazer o melhor quando podia.

Saiba descobrir o que você precisa e não somente o que você quer. E da mesma forma ofereça o que os outros precisam. Assim tudo se tornará melhor. Acredite!




18 comentários:

  1. ótima reflexão Greice, muito condizente! parabéns
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Greice! Ótimo texto, às vezes a gente precisa de uma dose de realidade nua e crua para nos fazer ver que o amor próprio vem em primeiro e que não adianta se sacrificar pela felicidade alheia.
    Bjos!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  3. Acho que um dos grandes desafios da vida adulta é exatamente entender a diferença entre precisar e querer. E é um aprendizado constante. Adorei o texto, excelente.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Que texto maravilhoso! Acho que realmente isso é bem verdade,a gente fica preso em um querer que não atende a nossas necessidades,é realmente difícil sintonizar essas duas coisas.
    Parabéns pelo belo texto!

    ResponderExcluir
  5. Oie
    Nossa! Que post lindo!!!
    Adorei a sensibilidade das sua palavras e a forma como coloca algumas verdades.
    Também queria tantas coisas que sei que são impossíveis... kkkkk
    Realmente precisamos nos amar mais e perceber o que é mais importante.
    Parabéns. Amei sua reflexão.
    Bjo

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Adorei o post, precisamos nos amar sempre, em primeiro lugar!
    Eu realmente me toquei com suas palavras, adorei ♥

    ResponderExcluir
  7. Oie! Tudo bem?

    Adorei sua reflexão,e já passei por algumas coisas que depois de tudo me abriram bastante os olhos para o que eu estava fazendo de certo e errado na minha vida, principalmente se tratando de relacionamentos!

    BJss

    ResponderExcluir
  8. Hi baby, tudo bem? que belíssimo texto e concordo com tudo que você falou,as vezes projetamos um relacionamento tão grandioso na nossa mente que fica dificil enxergar as coisas ruins que acontecem dentro dele! as vezes é melhor abrir mão do que insistir em algo que não vale a pena!

    Lilian Valentim
    https://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Olá...
    Amei o post!
    Muito reflexivo esse seu texto! Impossível não se identificar, pois, qualquer ser humano já passou por dilemas como esses apresentados no texto.
    Parabens, muito interessante suas palavras :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oiee Greice ^^
    A gente sempre acaba confundindo querer com precisar, né? Lendo o seu post fui me lembrando de algumas coisas que aconteceram comigo e que me deixaram muito para baixo na época, porque eu ficava esperando que outras pessoas tivessem a mesma consideração por mim que eu tinha por elas, e eu sofria ao ver que não a tinham. Agora penso nisso e começo a rir, de verdade, porque vejo que insisti demais em uma coisa que eu não precisava. Eu queria. Ainda bem que a gente consegue perceber, né? Mesmo que seja muito tempo depois...haha'
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. oie!
    Eu entendi o que falou sobre os sentimentos, em precisar e querer. Realmente, precisamos de alguém que venha a acrescentar na nossa vida, e muitas vezes, elas vem apenas para subtrair.
    Gostei muito do seu texto.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  12. Olá Greice, tudo bem? Gostei do seu post e acompanhar essa reflexão. Realmente é bem difícil compreender e aceitar que existe uma diferença entre querer e realmente precisar de uma coisa. Estou conseguindo discernir aos poucos e faz uma grande diferença no meu dia a dia e no modo como me relaciono com as pessoas.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Esse seu texto foi realmente tocante, inspirador é magnífico! A grande diferença entre precisar e querer ainda estou aprendendo a separar as coisas devidamente, às vezes ê difícil ter certeza do certo, mas enfim ❤️
    Um beijo

    ResponderExcluir
  14. Oi.

    Eu AMEI esse texto. Por sorte, eu nunca tive muitos problemas com relacionamentos. Estou com uma pessoa há mais de seis anos e vejo que tenho muita sorte. As vezes as pessoas estão tão desesperadas por alguém em suas vidas, que acaba aceitando menos do que merece; e muitas vezes acaba sofrendo por essas escolhas.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Oi Greice,
    Adorei seu texto. Eu sempre tento pensar sobre essa coisa de querer e precisar e vejo que a coisa toda é muito louca, pois sempre acabo me confundindo. Atualmente eu só preciso ser feliz e eu acho que saber disso já é dar um grande passo, não é?
    Você poderia compartilhar esses vídeos que tem visto?
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  16. Olá Greie,

    Excelente texto, relacionamento não é complicado quando a pessoa respeita a outra, amar está acima de muitas coisas, você de tudo para a pessoa ser feliz e pensa na felicidade dela a todo instante, mas isso acontece quando vemos que somos retribuídos e como você mencionou, primeiro você precisa se amar, sofrer não é amar.....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Amei seu texto! Ficou super sincero! As vezes a gente precisa mesmo ouviu, ler, ver algo para nos acordar para a realidade. Fica batendo na mesma tecla, não vai fazer nada mudar, a mudança parte da gente e se algo não está bom, está incomodando, cria asar e voa e isso vale para tudo na vida, amor, trabalho, "amigos", entre outras coisas. Parabéns pelas reflexões, tenho certeza que ajudará muita gente que está passando por isso.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  18. Oi, Greice

    Excelente reflexão. Realmente as pessoas precisam saber a diferença entre esses dois pontos, pois tem muita gente infeliz e frustrada porque não se conhece o suficiente para saber que algo que querem não necessariamente é aquilo que precisam. Muitas vezes idealizamos muito pessoas e situações e deixamos de enxergar que aquilo não nos acrescentará em nada, que só perderemos tempo. Por isso o autoconhecimento é tão importante.

    Beijos

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos