23 agosto 2017

23

Meus Dias com Você - Clare Swatman! [Resenha #361]


Ed e Zoe estão casados há um longo tempo e se conhecem há vinte anos, a ponto de o casamento estar deteriorado. Agora o que eles estão fazendo é conviver um com o outro como se fossem apenas amigos que acordam e dormem juntos. Zoe se sente pressionada e cansada com a obrigação de tentar engravidar e dos eternos tratamentos que faz para que isto aconteça e a mudança de humor que ocorre o tempo todo.

Ed é um cara tranquilo, que escolheu uma profissão que ama, mas que não traz tanta retribuição financeira. Trabalhar com jardinagem para ele é como estar no paraíso. Já Zoe é uma trabalhadora workaholic e faz o que ama também, apesar de muitos dias ficar até tarde em seus projetos de marketing para seus clientes. Sua promoção parece vir a qualquer momento e colocar a cabeça no trabalho parece ser uma solução única.

Isto até o momento em que Ed sofre um acidente e não sobrevive. A partir daí Zoe vê seu mundo ruir e se arrepende completamente por não ter dado mais atenção, por não ter feito mil coisas que deveria fazer, por não ter tido tempo para dizer adeus. E agora é tudo tarde demais.

E dois meses depois em um surto de fúria um acidente acontece e Zoe acorda em 1993, ainda no momento em que estava se preparando para ir à faculdade, onde toda a sua vida começava e ela percebeu que iria passar por todas as experiências novamente. Inclusive conhecer Ed e reviver alguns momentos principais.

E é a partir daí que Zoe decide que vai refazer tudo da melhor maneira possível para que o final não seja o mesmo, para que o acidente e a morte de Ed não aconteça e para que tudo volte a ser como antes.


Autora: Clare Swatman
Título Original: Before You Go
ISBN: 9788580417401
Páginas: 288
Ano: 2017
Gênero:  Ficção / Romance
Editora: Arqueiro







 

A curiosidade sempre toma conta de mim quando vejo uma capa neste estilo. Parece uma arte em que demonstra um romance, mas que de uma forma abstrata também retrata algo perdido, como uma pessoa sozinha, solitária, o que na verdade é a real intenção da capa. Adoro capas que condizem exatamente com o que a história quer repassar e a Arqueiro é uma das editoras que são bem assertivas.

Quem já leu algum livro da autora Dani Atkins certamente vai se identificar com este estilo de leitura, mas não fique imaginando que vai ser idêntica a narrativa e a trama, porque é somente um estilo parecido, mas as diferenças param por aí. Clare Swatman tem um jeito mais simples de narrar o que quer passar para o leitor. Claramente de início a história parece ser algo como um clichê e no fim fiquei esperando um final de uma forma e acabou acontecendo de outra, o que faz o leitor pensar que em fatores em um romance a questão é crucial e a autora segue as ideias a fio.

Lógico que parece ser um pouco dramática toda a parte em que a personagem de Zoe tem que enfrentar a questão da perda do marido e isto por si só dá uma carga mais dura ao enredo, totalizando um sentimentalismo dolorido. Mas ao mesmo tempo quando a autora dá ao leitor a chance de mostrar o passado do casal e como eles chegaram na situação que é narrado no início do livro, dá uma base para entender o quanto muitas vezes não percebemos os erros que cometemos ao longo da vida porque acreditamos que sempre teremos tempo para tudo.

Em certos pontos ficava esperando um pouco mais, mas somente porque sabia que certa cena que estava sendo narrada iria acabar de alguma forma e iria para a seguinte, mas isto é algo de uma leitora ansiosa. A leitura é bem fluída e fácil, aquele tipo de livro que se lê rapidamente e mesmo assim dá para tirar uma ótima reflexão.

O final me deixou pensativa ao que eu realmente sentiria se estivesse no personagem de Zoe. Acredito que não agiria da mesma forma e é este tipo de situação que serve de exemplo e de história que nos faz pensar o que realmente vale a pena. 

Posso dizer que é um livro clichê, mas é um belo exemplo de como as coisas do dia-a-dia interferem nos sentimentos verdadeiros e como afetam relacionamentos ao ponto de se perderem totalmente.


23 comentários:

  1. Ola
    Também ja fiz essa leitura e gostei bastante. Adorei poder conferir as suas impressões, em especial pela identificação mesmo. Logo de inicio já tinha ficado encantada por essa capa, assim como por já ter lido outros títulos da autora e por ter gostado muito. De fato, a trama é clichê mesmo, mas é um detaque que não impede em nada no envolvimento do leitor. Sem contar que as reflexões podem ser muito bem aproveitadas nesse trajeto!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bem?
    Vejo muita gente falando bem desse livro e estou bem curiosa com a leitura que venho enrolando hahaha adoro um bom clichê com drama que nos levam a refletir as nossas ações e parece ser o que vou encontrar nesse livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá Greice,
    A história parece ser muito densa e triste :( tenho certeza que vou chorar se ler

    Realmente parece um livro clichê mas que bom que gostou da história.
    Parabéns pelo texto.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu já li algumas resenhas desse livro, mas ele ainda não me chamou tanto a atenção, embora pareça uma história bem envolvente e romântica. Acho que vou deixar passar, por enquanto, mas deixarei a dica anotada.
    Bjos!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro, fique à vontade. O importante é ter sempre opiniões diferentes.

      Excluir
  5. Oi Greice,
    Estou louca para ler esse livro desde que soube do lançamento. A premissa dele chama minha atenção, pois gosto dessas histórias de viagem ao passado para refletir sobre o que aconteceu. Acho que ele ser clichê é normal e não esperaria coisa diferente. A única coisa que me deixa meio assim é imaginar o final, que acho que não vai me agradar.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, o final me deixou meio pensativa, eu não teria a mesma reação.

      Excluir
  6. Oi, já vi resenhas sobre esse livro e apesar de vc falar que é um clichÊ aida estou curiosa para vero final rs Apesar de imaginar que vou sofrer, acho que não vou poder continuar adiando a leitura. Bjs, Tell me a Book

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaahaha, eu sei como você se sente. Sou mega curiosa.

      Excluir
  7. Oii Greice, tudo bem? Gostei muito da sua resenha! Eu adoro romances dramáticos e mais sentimentais, e esse livro parece ter tudo o que curto em uma leitura do gênero <3 Fiquei encantada quando li a sinopse e espero ter a oportunidade de realizar a leitura muito em breve <3 Ah, também amoo essa capa!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou. Espero que tenha a oportunidade de lê-lo.

      Excluir
  8. Olá, tudo bem?
    Ai amo histórias clichês, e sei que irei apreciar muito essa leitura, anotei a dica e espero ler em breve.
    Adorei a resenha, ficou bem detalhada e direta.

    ResponderExcluir
  9. Olá..
    Adorei sua resenha!
    Confesso que também achei a história meio clichê, mas, gostei tanto que nem liguei por esse fato <3
    Adorei os personagens, curti muito a mensagem embutida na história e sinceramente refleti demais sobre nossas atitudes e como nossa vida é curta.
    Recomendo pra todo mundo!
    Bjo

    ResponderExcluir
  10. Hey!
    Esse livro tá aqui na minha estante desde o lançamento, confesso que estou com medo de lê-lo e meu coração se partir em milhares de pedacinhos.
    Mas sua resenha deu aquele fogo na curiosidade.
    Beijos.
    www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá Greice,

    Ele está na minha lista de desejados, gostei muito da premissa e pela sua resenha vi que vou gostar bastante, clichê as vezes é bom.....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Que bom que você gostou da obra, mesmo sendo clichê. Tramas assim nos fazem refletir sobre a vida e nas nossas ações do dia a dia.
    Fiquei bem curiosa para ler, tanto que vou deixar anotado para a posteridade.
    Abs e parabéns pela resenha ^^

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Eu também sou tomada pela curiosidade quando vejo obras com capas neste estilo, tanto que estou com esse livro aqui para ler e por essa mesma razão acabei lendo sua resenha por cima, pois gosto de saber o mínimo possível sobre uma leitura que irei fazer, sabe? Gostei muito de saber que o estilo é parecido com o da Dani Atkins, pois adoro as obras dela e realmente tinha imaginado que seria parecido. Enfim, espero ler e gostar muito também.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Eu estava doida pra ler esse livro, mas tomei um spoiler no Facebook e confesso que desanimei um pouco :(
    Mas pela sua resenha deu pra perceber que mesmo um pouco clichê e com algumas atitudes questionaveis é um ótimo livro, principalmente para quem quer um drama na vida rsrs

    ResponderExcluir
  15. Oi Greice,
    desde o lançamento a história desse livro me chama bastante a atenção, eu sinceramente não consigo prever os rumos que essa trama deve tomar, talvez no decorrer da leitura as possibilidades se tornem mais evidentes caracterizando o clichê, mas por hora e tendo como base apenas algumas resenhas e a sinopse me sinto curiosa pelas escolhas que foram feitas nessa "segunda" oportunidade que foi dada aos personagens.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos