09 fevereiro 2017

1

Últimas Páginas de uma História de Amor - H. Mesquita! [Resenha #339]


Ju estuda em uma escola onde precisa compartilhar coisas estranhas com suas melhores amigas Betty e Alice. Betty é o tipo de menina qu quando vê um carinha novo, cai em cima direto, enquanto Alice já é um pouco mais quieta. Já Ju acha as coisas um pouco demais, mas mesmo assim não consegue deixar aquelas meninas de lado, já que estão a todo momento contando e dividindo os segredos.

Fernando é o novo garoto do colégio, o que parece ser um estilo mais nerd, bem diferente do seu irmão, que chama a atenção em toda a escola e de todas as garotas. Mas Fernando tem um jeito mais descontraído e até por um tempo desleixado. Mesmo assim os dois irmãos são como uma dupla que cuida um do outro.

A média de idade de todos eles é de dezesseis anos e é através da amizade entre Ju e Fernando que algo a mais começa a acontecer aos poucos. A timidez toma conta de tudo e mesmo assim os dois dão um jeito de sempre estarem um perto do outro.

Claro que como em todos os lugares há também aquelas pessoas que gostam de fazer um bullying com os mais fracos. Betty é a garota popular e Ju muitas vezes é a quem sofre as consequências. Nunca aproveitou de verdade algum amor e não tem muita experiência nisto além de que o vizinho Marcus sempre esteve demonstrando um interesse. 

Mas com toda esta novidade escolar, as coisas vão parecer mais estranhas do que Ju pensava e Nando vai estar sendo o principal motivo.


Autor: Hennan Mesquita 
Título Original: Últimas Páginas de uma História de Amor
ISBN: 9789895167777
Páginas: 120
Ano: 2016
Gênero:  Ficção / Romance
Editora: Chiado







Recebi de surpresa o Últimas Páginas de uma História de Amor. Ainda não conhecia o autor e também não tinha conhecimento da sinopse ou sobre o que se tratava o livro. De início percebi que pela sinopse seria um livro de romance que mostrava o conhecimento do amor de alguma forma, coisas que começam a acontecer na vida de jovens e que a gente não tem como saber as consequências e muitas vezes nem como agir, já que tudo sempre é novo.

Ao começar a ler dá para perceber que o livro é narrado pelos personagens de Ju e de Fernando em capítulos intercalados com a mesma situação, mas com o ponto de vista diferente d cada um e como cada um se sentiu. A história começa mostrando como Ju acabou se apaixonando por Fernando e como tudo era tão novo e diferente. Como é um livro adolescente, o cenário escolar é bem frequente na narrativa.

O autor utilizou da questão de dois pontos de vista dos personagens e também de diálogos bem casuais entre outros personagens que foram surgindo, o que tornou a leitura mais interessante e divertida. Apesar de o livro conter 120 páginas, a história consegue se manter com um início, meio e fim bem tramados, não deixando faltar nada no meio ou ficar pulando partes essenciais.

A verdade é que em diversos momentos fui pega de surpresa por acontecimentos que para mim pareciam normais mas quando eu cheguei no final do livro tive uma surpresa tão grande que fiquei me perguntando como nem sequer havia percebido aquele fator na história. O autor utilizou uma argumentação que também li no livro O Pântano das Borboletas que me chocou da mesma forma.

Isso só mostra que tudo o que lemos e formamos como opinião em nossa mente é sempre idealizado em forma de algum tipo de julgamento e quando percebi que lá no final tinha toda uma reviravolta achei a ideia brilhante. 

E então tudo o que eu ficava me perguntando aos poucos fez o maior sentido. Uma história simples, bonita, sincera e com um final arrebatador!











Um comentário:

  1. Olá!
    Ainda não conhecia a obra e nem o autor, mas fiquei com muita vontade de conferir essa história, ainda mais por causa desse final surpreendente, que parece ter sido muito bom. Gosto de livros que trazem o ponto de vista dos dois protagonistas, então essa é uma boa pedida.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos