14 outubro 2016

7

Quando o medo é sua maior desvantagem!



Tenho pensando em quantas coisas eu deixei de fazer ao longo dos anos por uma questão de medo. Não dá para negar que livros e filmes influenciem a nossa mente e mais ainda que o que a gente acaba fantasiando piore ainda mais a situação.

Nunca fui uma pessoa muito feliz na questão de acampamento. Sabe aquela coisa de ir para um lugar isolado, com amigos e muita bebida e comida e então todo mundo se diverte? Ou então uma casa perto de um lago e mais festa? Parece algo totalmente divertido, né? Claro que parece.

Isso se você não cresceu vendo os filmes com um louco maníaco que caminha atrás da vítima com um facão e ah, não se preocupe, você pode correr à vontade que ele vai te alcançar de qualquer maneira mesmo. 

Sim, estamos falando de Jason e do épico Sexta-Feira 13. A minha sorte é que hoje é sexta-feira 14! Ufa!


Você pensa que são poucos filmes? A saga conta com cerca de 12 filmes para o cinema além de diversos livros para assustar nós meros mortais. Sim porque se você está pensando que o Jason morre de alguma forma....

O bom é que você opções de assistir a todos os filmes e ainda por cima conferir em páginas o que acontece ainda com mais detalhes. Olha que legal estas dicas:

Sinopse:
Você conhece o homem atrás da máscara de hóquei. Há 35 anos, Jason Voorhees é sinônimo de terror. A lenda do assassino foi recontada inúmeras vezes em cinemas poeira, aparelhos de VHS ou em reprises nas madrugadas da TV. Ícone supremo dos slasher films (vá dizer isso pessoalmente para Leatherface, Freddy Kruegger ou Chucky!), Jason tem um currículo imbatível no número de vítimas: 146, desde a última contagem do portal Rotten Tomatoes. Aposto que você sabe tudo sobre ele. Será?

Você encontra estes dois livros, um em versão brochura e o outro em versão capa dura no site da DarksideBooks.

Enquanto isto eu fico por aqui tentado fugir de um vilão que não importa o que a vítima tente fazer, muitas vezes não adianta nem tentar, no final ele sempre vence!





7 comentários:

  1. Olá, eu não vejo muitos filmes de terror, mas é impossível não estar em um cenário como esses que você descreveu no início do post e não cogitar a possibilidade de acontecer algo como o que acontece nesses livros/filmes, né? rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, é bem assim. Porque a mente da gente fica pensando um monte de coisas! hahahahaha

      Excluir
  2. Engraçado, comigo sempre foi o contrário. Como eu sempre assisti muitos filmes e li muitos livros de terror desde criança eu acabei não tendo medo de nada disso. Não faço o gênero "correr para cima das escadas" e mais "pegar a barra de ferro mais próxima". Agora sobre acampamentos, eu só os evito por causa das aranhas mesmo, essas sim são demônios vindos das profundezas do inferno.
    Essa edição do Jason da DarkSide está linda mesmo, estou esperando uma primo para comprar a de capa dura.

    Bjs.

    www.ciadoleitor.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou gargalhando sobre a questão das aranhas. Eu concordo contigo. Elas são bichos maus que vieram para dominar o mundo!!!!!!

      Excluir
  3. Olá,
    Adorei o post e também não tenho muita vontade de ir para um acampamento isolado com um monte de gente. Uma que odeio insetos, outra que cresci assistindo a esses filmes bem assustadores de loucos com facões correndo atrás de pessoas indefesas floresta adentro.
    Adorei a dica dos livros e pretendo comprar assim que possível.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá Greice, apesar de adorar ler e ver histórias de terror, confesso que na vida real não faria metade das coisas que esse povo faz, ir a um acampanamento no meio do nada deus me livre. kkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Olá, adorei o post, pois adoro o gênero...Jason é um ótimo personagem de filmes de terror, acho engraçado como ele consegue capturar e estripar o pessoal mesmo andando vagarosamente...kkkkk

    Tenho o livro em casa, mas ainda não consegui conferir...


    Abraços

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos