13 outubro 2016

18

Quando o amor bater à sua porta - Samanta Holtz! [Resenha #321]



Malu Rocha está com seus 29 anos e lançando mais um sucesso literário. escrever sobre o amor não é problema para ela e saber como entreter suas leitoras é como uma chave mágica. Um clichê básico e ponto. O problema é que ela sabe que está praticamente enganando quem lê seus livros já que não acredita realmente naquilo que escreve. Mas agora em seu próximo livro que está quase terminando vai fazer diferente. Não quer mais saber dos finais que sempre escreveu, vai dar uma nova vida para a mocinha e para o mocinho. E assim vai se redimir consigo mesma.

Os dias de malu se resumem em compromissos com a literatura, suas pedaladas até o aeroporto e suas visitas ao seu avô, que aos 98 anos está sempre na ativa em uma clínica de repouso e é sempre um grande amor com ela, lhe dando conselhos e dicas de sobrevivência. O pai de Malu morrera em um acidente e sua mãe agora estava na Europa aproveitando de uma forma diferente a vida. O avô parecia ser a única família que restou de verdade e ela o amava incondicionalmente.

Em sua vida também havia Rebeca, a louca assessora que precisou contratar por um pedido de um amigo e que dava muitas dores de cabeça. Era uma fã de seus livros mas sua cabeça parece que rodava em mil lugares ao mesmo tempo e muitas vezes Malu tinha vontade de dar uns tapas em Rebeca para fazer a menina se situar, mesmo que ela fosse tão cheia de vida.

Agora com um prazo para terminar seu livro e com uma forma totalmente diferente malu Rocha estava com um grande problema. A editora não tinha aceitado o final que ela propôs. Ela ão teria como mostrar para suas leitoras a verdade que realmente queria. E agora? O que faria com o seu final? Não tinha nenhuma ideia. E então um estranho bate em sua porta dizendo que sofrera um acidente de carro e a única coisa que tem é um papel com seu nome e endereço. E que seu nome é Luiz Otávio. O mesmo nome do personagem do livro de Malu Rocha. 

De início Malu não queria nem saber o que aquela pessoa estava fazendo lá. Não podia ajudar e não sabia como também. Mas ao passar do tempo o destino fez com que eles se encontrassem em diversos lugares e então malu não pode mais negar que precisava ajudá-lo de alguma forma. Quem era aquela pessoa afinal?



Autora: Samanta Holtz
Título Original: Quando o amor bater à sua porta
ISBN: 9788580415971
Páginas: 304
Ano: 2016
Gênero:  Ficção / Romance
Editora: Arqueiro







Antes de começar a ler este livro você deve perguntar a si mesma o que pensa sobre o amor. Anote este pensamento em um papel e o guarde para reler após a finalização do livro.

Vou ser sincera ao dizer que não tinha lido muita coisa sobre Samanta Holtz até a chegada dela na editora Arqueiro. Sabia de algum livro dela por comentários de amigas e a divulgação do livro Quero ser Beth Levitt, o qual já tinha demonstrado interesse em ler, mas era só. Aos poucos fui vendo que muita gente conhecia a escrita da autora e quando surgiu o lançamento de Quando o amor bater à sua porta eu nem sequer pestanejei para ler, já que a sinopse era linda e que um livro nacional com uma autora desconhecida para mim já seria por si só um desafio: passar pela questão do clichê do romance.

O primeiro capítulo me deixou rindo. Tem uma protagonista que é escritora (isso não é tão incomum assim), mas mostra uma entrevista em que a escritora responde perguntas de uma forma e pensa de outra como gostaria sinceramente de responder e isso por si já me fez perceber que nós blogueiros literários sempre fazemos as mesmas perguntas para alguns autores e fiquei imaginando como alguns devem querer sinceramente responder. Mas a entrevista vinha com uma pergunta principal: o que é o amor para Malu Rocha? 

Claro que Malu Rocha é a protagonista, mas por um momento eu também para pensar o que o amor seria para mim. E este é o grande contexto real do livro. Quantos livros de romance lemos anualmente? Quantas vezes o amor é demonstrado de diversas formas e maneiras e como suspiramos por ele? Nem sempre é um conto de fadas e muitas vezes é, mas o que é certo e o que é errado no amor?

O jeito como a Samanta descreveu esta história foi fantástica. Claro que há a questão dos clichês básicos do romance. Mas foi muito mais além. Ela descreve também a questão do autoconhecimento, da descoberta interna e dos próprios pensamentos sobre aquilo que desejamos. me lembrou muito os livros da autora Cecelia Ahern onde esta traduz a vida cotidiana de reflexões sobre os problemas da vida, este o motivo também pelo qual adoro esta autora.

Não é então somente a inserção do romance na história. É a inserção do saber sobre si, de se questionar e estar atualizada em um século que não existe somente um conto de fadas mas que o amor pode ser vivido de todas as formas. Acho que poderia falar e escrever muita coisa aqui sobre o que aprendi e experimentei no livro, mas vale muito mais a pena você vivenciar toda a história e entender as emoções.

Depois de Quando a amor bater à sua porta decidi que vou ler todos os livros da autora. Tanto pela sua ousadia emocional quanto pela sua característica de entender os dramas da vida. Afinal, quem é que nunca sofreu por amor?




18 comentários:

  1. Olá Greice, tudo bem?
    Que otimo você ter curtido tanto a leitura, e com certeza estou bem curiosa para fazer essa leitura também. Legal você ter comentado sobre os personagens e de fato acabei ficando curiosa sobre o desenvolvimento deles. Espero ler mesmo, ainda mais por já conhecer a escrita da autora.. expectativas é o que não faltam <3
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz por você Fer, espero que goste tanto quanto eu gostei! :)

      Excluir
  2. Oi Greice. É muita gente falando bem desse livro ao mesmo tempo e tô muito muito curiosa. Com certeza vou anotar o que penso do amor antes e comparar depois. Vou anotar sua dica. Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembre-se de se fazer esta pergunta porque tenho certeza que alguma coisa realmente muda depois da leitura do livro

      Excluir
  3. Oi, conheço a autora só de ouvir falar e ainda não li nenhum de seus livros, porém, este livro aqui me chamou mais a atenção do que os outros, acho que em função da protagonista ser escritora e literalmente, o amor bater a sua porta... rs Quero muito ler e sua resenha aumentou consideravelmente minha curiosidade quanto ao livro.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não conhecia muito ela antes deste livro. Valeu a pena a experiência!

      Excluir
  4. Olá
    Eu já vi muitas resenhas sobre esse livro e todos são mais pro que elogiando a obra. Confesso que tenho muita curiosidade em conhecer a escrita dessa mulher,; pois é o que o pessoal mais resolva em suas resenhas. É Bo msaber que ao término o do livro você se sentiu convencia de que as outras obras da autora seria tão boa quanto a experiência que você teve com esse. Acho o trabalho gráfico um arraso, até mais vê
    Abçs

    ResponderExcluir
  5. Oi!

    Foi o meu primeiro contato com a autora e foi demais! Eu adoro o desenvolvimento da Malu até se tornar e voltar a ser a Maria Luiza Rosa. Eu acho isso de uma perspicaz imensa, mostrar como é dificil se perder de quem é. A história é realmente muito boa haha adorei a sua resenha!

    beijos =)

    ResponderExcluir
  6. OI Greice!!

    Tudo bem?

    Gostei muito de como você abordou o livro, eu já conheci a autora pessoalmente em uma bienal, mas nunca li nada. Sei que assim como você gostou, vários blogueiros hiper elogiam sua escrita e sua narrativa. O fato do livro abordar uma escritora que não acredita no que escreve, no amor, nas revira voltas do destino é bem desconcertante e talvez, realista. Obrigada pela dica e beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Olá Greice,
    Estou louca para ler esse livro, mas ainda não comprei meu exemplar.
    Achei muito legal a forma como a autora parece ter trabalhado o livro e ter criado uma escritora que sabe que o clichê agradará, mas que cansou de escrever livros assim, pois sabe que não é a realidade é bem bacana.
    Gostei muito da sua resenha e da forma como você começou ela. Não sei o que penso sobre o amor, mas pensarei antes de ler.
    Espero me conhecer melhor quando ler esse livro, pois obras com essa temática costumam fazer isso comigo.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. Oi Greice,

    Não li nada da autora, mas esse livro me chamou a atenção. Primeiro pelas resenhas positivas e pelo enredo que é bem inusitado.
    O que desperta em mim mais ainda a curiosidade de saber quem é e qual a relação de Luiz Otávio com a Malu.
    Que bom que o livro consegue ir além do romance e traz uma linha para o lado mais individual, que é os dilemas pessoas da protagonista. Não li nada da Cecelia também, mas acredita que quando vi a capa e a sinopse desse livros sentir que tinha um jeito dos livros dela. Quem sabe a Samanta não é a nossa Cecelia? rsrsrs

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  9. Oie
    Tudo bem?
    Então eu já conheço a escrita da autora e adoro tenho avisto muitas resenhas desse livro nos blogs que acompanho e é impressionante a maneira como cada pessoa tem uma visão diferente dele. Quero muito ler e ter as minhas próprias experiencias e pode deixar que vou seguir o seu conselho.
    Amei a resenha
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Eu tenho essa coisa de amar livros sobre personagens que escrevem livros (ainda bem que tem muitos desse por aí). A primeira vez que vi esse livro foi na vitrine de uma livraria e adicionei na lista do skoob no mesmo instante, cada elogio a mais que eu vejo faz eu me arrepender mais de não comprar para ler ainda, ótima resenha! Beijos

    Luana

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Eu li esse livro recentemente e essa autora linda é daqui da minha cidade e por isso já a conhecia faz tempo. Assim como voce fique me questionando sobre essa pergunta que fizeram para a protagonista também e gostei muito do jeito que a autora desenvolveu toda a história. No entanto, confesso que queria um final diferente, mas no geral gostei bastante do livro.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Ao mesmo tempo que estou lendo comentarios positivos sobre esse livro, ainda li alguns em que a história não é tão boa. Estou com o livro para começar a leitura, onde só assim saberei se vou gostar ou não da trama. Uma ótima dica.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  13. A autora inovou no enredo e apesar dos clichês, acredito que ela conseguiu se diferenciar de muitos romances atuais. E fiquei curioso com esse amor batendo na porta, por que isso não acontece comigo?

    ResponderExcluir
  14. Oi, Greice

    Eu também mal conhecia a autora, e confesso que nem me interessava por esse livro, depois que comecei excelentes resenhas sobre ele não teve mais como ru ficar alheia à história. Acho o modo como os personagens principais se conhecem muito interessante e sempre que leio resenhas a curiosidade em saber quem era aquele homem desmemoriado e o por quê ele tinha uma reunião marcada com ela só aumenta! Gostei dessa dica da gente se perguntar o que é o amor, vou lembrar disso quando for ler o livro!

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi Greice, tudo bem? O que mais me deixa curiosa nesse enredo é saber o desfecho e se vão descobrir quem esse homem é afinal. Apesar de ser im gênero que não leio muito ele está na minha lista. E adorei saber que a inserção dele vai muito além do romance.
    Bj

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos