29 julho 2016

22

A Garota Italiana - Lucinda Riley! [Resenha #308] *Romance*


Rosanna Menici vive em Nápoles na Itália, com sua mãe, pai, irmã Carlotta e irmão Luca. Eles são donos de um pequeno restaurante e desde cedo ela ajuda a servir as mesas enquanto seus irmãos ajudam na cozinha. O trabalho árduo é necessário para manter o sustento da família, mesmo que não seja o desejo para Rosanna. 

No ano de 1966 o destino deu uma pequena reviravolta e foi quando em uma janta que a sua família deu um jantar em comemoração ao aniversário de casamento para um casal de amigos que Rosanna, agora com onze anos, teve a sua voz conhecida por muitas pessoas ao cantar para o público presente. E foi neste momento também que conheceu Roberto Rossini, filho do casal que estava aniversariando e que estudava canto, já quase se formando. Claro que Roberto era bem mais velho que Rosanna, mas naquele momento ela entendeu que aquele seria o homem com quem ela se casaria.

Com o passar do tempo Rosanna com a ajuda do irmão Luca, conseguiu frequentar aulas de canto e após diversos anos já estava preparada para enfrentar um novo desafio. Desta vez ela precisava ir para um novo patamar, para Milão onde com sorte conseguiu uma vaga para estudar em um dos maiores colégios do mundo para cantores de ópera, o Scala de Milão. Agora ela morava em uma nova cidade com seu irmão Luca e frequentava um lugar onde com o futuro poderia se tornar uma grande cantora de ópera. Seus pais e sua irmã haviam ficado para trás, mas apoiavam seu sonho completamente.

Aos poucos tudo começava a entrar nos eixos. Rosanna encantava a todos com sua voz e tinha a certeza de que seria uma grande voz no mundo inteiro. Até que seu tutor precisava urgente de uma soprano, sendo que Rosanna estava somente com vinte e um anos e para ele, ela era jovem demais para encarar a fama, mas teve que ceder pelo bem da Scala de Milão. E quando Rosanna estreou nos palcos junto com Roberto Rossini, o público foi ao delírio. Foram ingressos e mais ingressos vendidos e depois disso a fama veio de forma incondicional.

Agora o mundo inteiro queria ouvir aquela bela voz, a única que não caia no encanto do sedutor Roberto Rossini, que encantava mas também magoava todas as mulheres com quem ficava. Mas isto durou pouco tempo. Na primeira viagem e apresentação que eles tiveram em Londres, eles se apaixonaram e tão rapidamente se casaram. O grande problema era que Roberto Rossini tinha alguns segredos e vários problemas e jamais contara para Rosanna e agora eles jamais poderiam voltar para a Itália novamente.

Um mundo de sonhos, poder e obsessão começava com aquele amor doentio e mesmo com o dueto inseparável das vozes dos dois, logo tudo mudaria.



Autora: Lucinda Riley
Título Original: The Italian Girl
ISBN: 978580415650
Páginas: 464
Ano: 2016
Gênero:  Ficção / Romance
Editora: Arqueiro






 


Para quem não sabe, este livro a Lucinda Riley escreveu há 17 anos atrás com um pseudônimo e com o título de Ária. Logicamente em 2014 ela releu a história, a pedido de seus editores, e como eles gostaram, resolveram republicar novamente, agora com o nome original da autora e outro nome para o livro. A autora faz esta revelação antes do início da história do livro e eu faço esta revelação antes de iniciar a parte da resenha crítica até para que você entenda alguns pontos que vou escrever nela.

Eu já li todos os livros da autora, e com isso posso dar uma opinião mais detalhada a respeito da escrita deste livro e dos outros que ela escreveu em tempos mais recentes. Meu último livro foi Irmã da tempestade, que faz parte da saga das Sete Irmãs, também publicada pela editora Arqueiro.

A história de A Garota Italiana em um contexto geral é altamente bem elaborada e linda. Sempre gostei de ver a Lucinda narrando fatos sobre o crescimento de um personagem, já que ela sabe perfeitamente como fazer isto sem ficar dando voltas sem sentido em uma parte da vida da mesma. Tendo em vista que Rosanna Mancini começa a história com 11 anos, no ano de 1966, e depois o enredo se estendo ao longo de vários anos, as 462 páginas vão passar de uma forma rápida na sequência da vida da personagem principal.

A questão da diferença de escrita deste livro com os anteriores é que neste você vai poder perceber que Lucinda escreve capítulos mais curtos. Há momentos em que ela escreve somente alguns trechos de uma cena para fazer algum comentário ou para não deixar nenhuma brecha. Isso me incomodou algumas vezes, já que o capítulo era interrompido para que esses trechos fossem inseridos, como uma forma de dizer que mesmo estando acontecendo aquela fato, em outro lugar aquele outro fato também acontecia e não podia ser perdido. Nos livros atuais Lucinda já não utiliza mais esta façanha.

Todo o cenário da Itália, da família italiana, do sonho de Rosanna é muito bem detalhado. Lucinda tem um pleno conhecimento sobre esta questão da ópera, já que escreveu sobre isto em outro livro que não vou citar para não dar spoilers. Assim, você se sente realmente viva em um mundo de ópera e dos bastidores, sendo que sequer já fui a algum evento do tipo, mas fechando os olhos parece que consigo visualizar tudo somente pelas descrições.

Até este momento que parte da infância de Rosanna até ela ir estudar no Scala de Milão e conhecer esta parte do mundo, a história para mim foi encantadora. Claro que tem mais personagens secundários que valorizam a história. O irmão de Rosanna é um doce à parte. É como aquele melhor amigo sempre disposto a ajudar a todos e deixar de lado o que ele deseja para si, coisa que vai ser bem trabalhada na trama, já que Luca também tem seus sonhos. Mas depois que Roberto Rossini aparece na história com uma Rosanna mais adulta, um amor obsessivo se torna um pouco doentio demais e o meu lado feminista acaba batendo de frente com este lado submisso de Rosanna e para mim a história parece que fica dando voltas e voltas sem parar.

Algumas partes eu consideraria retirar do livro até então, mas quando chega um certo ponto da história, já bem longe há um contraponto que melhora bastante e uma reviravolta que acaba fazendo o coração doer. Até que ponto doamos todo o nosso amor ou que reparamos que o amor pode beneficiar ou fazer mal? O fim do livro é belo demais e acabasse compreendendo onde Lucinda quis chegar.

A diagramação está ótima e o tamanho da letra é a usual da editora. E as páginas são as amarelas que facilitam bastante a leitura. 

É um romance que atravessa anos. Se você gosta deste tipo de leitura vai se dar super bem com ele. Afinal, as nuances de outras culturas dão um toque apaixonante e os segredos escondidos nas vidas dos personagens vão criar um cenário muito mais interessante.



22 comentários:

  1. Olá
    Já li alguns livros da autora, como A garota do penhasco, A luz através da janela, A rosa da meia-noite e As sete irmãs. Entretanto, nesse momento não sinto mais vontade de ler os outros dela. de qualquer maneira, seus comentários ficaram ótimos e realmente fiquei intrigada sobre algumas coisas, como o cenário, os personagens e essa questão da diferença na escrita da narração. Enfim, algum dia ainda irei ler sim,
    Beijos e boas leituras - Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi.. eu já tinha visto esse livro nas livrarias e estava bem curioso para saber se era bom. Obrigado por ajudar a formar minha opinião, sim, quero lê-lo. Ainda não li nada da Lucinda, mas já tenho um livro dela na estante esperando a vez... O que mais me cativou na sua escrita foi a valorização do final... estou louco para saber esse desfecho. Abraços

    ResponderExcluir
  3. Oi, Greice. Nossa, essa é a resenha mais detalhada que eu já li sobre esse livro e digo que você me trouxe uma grande revelação, eu não fazia ideia de que esse livro tivesse sido escrito há tanto tempo e ver que a autora atendeu ao pedido dos leitores, me deixou bem curiosa. Gostei de saber a sua opinião e ver seus comentários sobre a obra, pois como você falou, já leu todos os livros dela então sabe do que está falando. Eu só posso dizer que fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  4. Olá Greice,
    Não sabia que a obra havia sido publicada há 17 anos e confesso que isso me deixou bem entusiasmada. Gostei de você ter ressaltado esses pontos negativos e acho que foram muito bem destacados, também gostei de saber que o fim do livro é belo. Outro ponto que me agradou foi saber que o livro atravessa anos.
    Preciso ler logo essa obra, não dá mais para adiar.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Nunca li nada da Lucinda apesar de ter vontade.
    Não sabia que essa história foi escrita há tanto tempo, mas achei legar republicarem.
    Achei bem interessante o ato da protagonista ser cantora de ópera e fiquei curiosa quanto aos bastidores e tudo que envolve, já que é tão bem descrito.
    E acho que me incomodaria um pouco com a questão do amor obsessivo, é algo que não acho saudável.
    Enfim, se tiver oportunidade lerei o livro sim.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi, Greice

    Eu tenho interesse em ler esse livro, mas acho esse negócio dela se apaixonar pelo cara aos onze anos bem bizarro. Ok, a gente tem paixonites quando é criança, mas não é normal uma criança colocar na cabeça que vai se casar com determinada pessoa! hahaha
    Também não gosto quando certos relacionamentos tomam caminhos possessivos e doentios, mas acho que mesmo com essas ressalvas eu leria a história.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Greice, não sabia dessa curiosidade... pensei que era mais um lançamento da autora, fiquei surpresa ao saber que não.
    Já li alguns livros da Lucinda e ela de fato consegue fisgar o leitor e passar por anos e isso não ser maçante, cansativo. É bom ver que a autora evoluiu, né? Esses "capítulos" que corta no meio é bem chatinho mesmo. Eu também não curto muito livros em que a mulher se torna submissa demais, no sentido de olhar pra si mesmo, causa uma revoltinha na gente né?!
    Mas é um livro da Lucinda e quero muito ler, principalmente porque gosto dessas reviravoltas. Já fiquei curiosa pra saber! rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi linda, tudo bem?
    Como você disse, quem ama romance vai amar o livro e realmente concordo com você! Esse livro é apaixonante, já vi algumas resenhas sobre ele e fiquei doida pra ler. Amei a sua resenha, muito linda. Amei ! Vou ler logo logo. Beijinhos
    http://followyourdreamalways.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Eu já vi esse livro algumas vezes e também os outros da autora, mas acredita que nunca tive vontade de ler nenhum dos livros?
    Acho que não faz muito meu estilo...
    Porém não sabia que ele já tinha sido escrito há muito tempo atrás por outro nome. Que pena que alguns momentos foram meio desnecessário. Pelo menos ela tentou "explicar" no final.
    Passo a dica.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Greice, li apenas um livro da autora e gostei muito, nem sei porque não li mais coisas dela. Achei bem interessante você falar que neste livro, ela caracterizou a escrita de forma diferenciada, com capítulos mais curtos e isso aumentou minha curiosidade para conferir esse livro. Achei bem interessante essa versatilidade da autora.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Hey!
    Diferente de você nunca tive a oportunidade de ler nada sobre essa autora, mas essa foi a segunda resenha que li desse livro, e os comentários foram bastante parecidos na questão da diferença de escrita desse para os mais atuais. Acredito que isso realmente tenha acontecido, afinal, a nossa escrita evolui com o tempo, mas acredito que eu gostaria muito dessa leitura, afinal, fala sobre um tema que nunca tive a chance de ler: a ópera, apesar do romance de plano de fundo. Parabéns pela resenha, muito bem escrita.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Greice!
    Adoro a escrita dessa autora, mas A Garota Italiana ainda não li, espero ler em breve. O fato de o enredo acontecer durante a passagem de alguns anos, se tornou a marca registrada da autora, dos livros que li dela, todos são assim, entre passado e presente. Adoro! Parabéns pela resenha!
    Bj

    ResponderExcluir
  13. Oi, nunca li nenhum livro da autora mas confesso que o enredo desse não chamou minha atenção pois não é un gênero que me atraia muito. Uma coisa que curti contudo na premissa desse livro foi ter como palco a Itália e a autora ter inserido bem as características italianas.
    Bj

    ResponderExcluir
  14. "É um romance que atravessa anos."

    Olá Greice. Por esta simples frase já me encantei bastante pela história.

    Já havia lido outras resenhas a respeito, o que a cada vez, me deixa mais comovida com a história.

    O fato é que Romances mexem bastante comigo e não tem um que não consigo gostar.

    Amei sua opinião, principalmente pela sinceridade. Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Eu nunca li nada da autora, apesar de ter um livro dela aqui na estante.
    Achei a premissa da obra interessante, fiquei curiosa sobre o rumo que a vida de Rosanna tomará e em que ponto ela se tornou essa mulher submissa.
    A ambientação criada pela autora parece rica em detalhes e capaz de fazer o leitor sentir-se imerso na história. Eu adoro isso!
    Fiquei curiosa sobre os segredos dos personagens!
    Adorei tua resenha e espero ler o livro em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Eu já ouvi muito falar dessa autora, mas nunca tive vontade de ler seus livros e com a garota italiana não parece ser diferente, já li algumas resenhas sobre eles, umas ruins outras boas mas nenhuma muda minha opnião, achei a história meio sem graça ao meu ver,mas ótima resenha, super detalhada e explicativa.
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Oi, que eu me lembre eu nunca li nenhum livro da autora, mas acho que isso é apenas uma questão de eu não ter tido oportunidade ainda. Gostei bastante da história, de saber que vamos acompanhando a trajetória da protagonista, mas concordo com você que as interrupções no meio do capítulo podem irritar um pouco. Quanto aos capítulos mais curtos não me incomodo desde que a história esteja bem contada, então fiquei bem curiosa para conhecer mais. É o típico livro que tendo a oportunidade eu escolheria para ler!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  18. Olá Greice!
    Vou começar um exercício em breve sobre ler livros de temática romântica, ainda não tive paciência. Gostei da forma como descreveu o livro, ele parece ser interessante, devido a riqueza de cultura que nele parece constar. Vou colocar ele na lista e espero gostar, pois a sua resenha me motivou a ler. Bjos

    ResponderExcluir
  19. Olá, não lida nada da autora, mas me interessei pela premissa deste livro. Gosto de histórias bem elaboradas e o ver o crescimento da personagem. Incomoda sim esse lance de amor obsessivo, mas a dica é válida, muito obrigada por ela, vou anotar e quem sabe logo ler algo da autora. Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Oi Greice, tudo bem contigo ???
    Comecei a prestar atenção no nome da Lucinda Riley recentemente. Vi muitas pessoas comentando sobre a presença dela na Bienal e por esse motivo que acabei ligando a autora aos livros lançados e dai por diante.
    Não tenho o costume de ler livros como esse, por esse motivo não digo que leria a obra. Mas acho muito legal conhecer um pouquinho mais de cada autor, de suas obras, de suas histórias, e por isso estou adorando descobrir um pouquinho mais sobre a Lucinda !!!
    Não digo que lerei alguma coisa dela, mas é sempre bom conhecer um pouco mais de cada autor né ?! ^^

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
  21. Oi Greice.
    Gosto desses livros que 'atravessam anos', posso acompanhar o crescimento da personagem e assim me envolvo mais com a história.
    A parte da ópera, me desanimou um pouco, fico com receio de encontrar nessa parte uma narrativa massante descrevendo essa questão. Mas mesmo com tantas ressalvas, o simples fato da autora trazer um desfecho surpreendente me deixou interessada.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  22. Oi Greice, tudo bem?
    Eu nunca li nada da autora mas acredito que seria uma boa pedida começar por esse livro, acho que o enredo parece muito envolvente e gostei de se passar na Itália, parece ter um cenário lindo mesmo! fiquei bem curiosa para conhecer a trama e os personagens, sua resenha está muito bem escrita e instigante. adorei!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos