13 abril 2016

27

Uma História Incomum Sobre Livros e Magia - Lisa Papademetriou! [Resenha #292]


Kai é uma menina que não tem pai. Não que ele seja daqueles pais que nunca desejou conhecer a filha, pelo contrário, ele a conheceu, mas infelizmente a morte o levou mais cedo do ela imaginava. Agora vivia com a mãe, que trabalhava sem parar para dar conta de sustentar as duas e ainda economizar para a faculdade de Kai, que estava longe de começar já que Kai tem apenas doze anos. 

Como a mãe precisava de um tempo para colocar diversas coisas em dia e já eram as famosas férias de verão, Kai foi levada para o Texas, para a casa de sua tia-avó Lavínia. Uma casa estranha, é bem verdade, cheia de segredos, um pouco de encanto e uma casa que parece ter sido retirada de conto de fadas, não se sabe se é pelo lado da princesa ou da bruxa má. Mas Kai estava adorando a novidade e a tia-avó a deixava livre para conhecer o que quisesse.

Leila tinha a mesma idade de Kai e também era americana.  Na verdade a mãe era americana e o pai era paquistanês. Agora ela estava no Paquistão passando as férias na casa de seu tio enquanto sua irmã perfeita estava estudando e aprendendo coisas mais legais na África. Era isto que pensava Leila, que ela nunca conseguia ser boa em algo e sequer fazer amizades fazia parte de suas boas táticas. Ali naquela casa enorme, de gente muito rica, tudo parecia um pouco estranho e nem seus primos ajudavam em sua adaptação.

O que Kai e Leila têm em comum? É possuir o poder da descoberta de um livro com letras lindas na capa com o título O Cadáver Excêntrico. Dentro dele havia a explicação de como aquele livro funcionava, já que suas folhas estavam em branco e que a pessoa devia ir preenchendo uma página enquanto outra pessoa preenchia outra página. Era uma brincadeira? Nenhuma delas sabia, mas coisas estranhas começavam a acontecer.

Certo dia Ralph T. Flabbersgast, um menino curioso e sonhador, conheceu a magia através de um homem na rua. Foi ele que apresentou através de um vidrinho que ali continha três pedidos mágicos e que deveriam ser usados quando o menino desejasse. A verdade é que Ralph existia e assinava o livro do Cadáver Excêntrico, mas ele tinha vivido quase um século antes de Kai e Leila. 

E agora, como explicar o que estava acontecendo quando letras e frases começaram a aparecer sozinhas no livro? A magia realmente existe?



Autora: Lisa Papademetriou
Título Original: A Tale of Highly Ununsual Magic
ISBN: 9788580415063
Páginas: 192
Ano: 2016
Gênero:  Ficção / Mistério
Editora: Arqueiro








Tenho certeza que esta parte crítica da resenha vai parecer um pouco contraditória, mas realmente espero que fique completamente compreensível já que é impossível falar sobre um livro que me causou diversos sentimentos sem ser totalmente honesta sobre a situação da história.

Não há como negar que o livro da autora, até o momento para mim desconhecida, Lisa Papademetriou, chama a atenção pela capa e pela sinopse. A capa tem toda uma ilustração que condiz completamente com a cultura de desenhos do Paquistão e ao mesmo tempo o desenho da mariposa azul que vai ser um marco da história narrada. Não imaginava que seria um livro juvenil e tampouco me importei com esta questão, já que muitos livros deste gênero acabam agradando muito o público adulto.

Primeiro preciso dizer que a escrita da autora é adorável como forma de fazer tudo correr de maneira leve e madura e não como se crianças estivessem sendo personagens bobas e a utilidade do sentido do livro sobre o jogo de O Cadáver excêntrico se tornar algo totalmente infantil. Não, a narrativa é uma delícia e a linguagem é bastante madura com o detalhe bem trabalhado sobre os lugares onde tanto Kai quando Leila estão passando suas férias.

O que começou a me preocupar no entanto foi a questão da minha não compreensão em relação ao que a autora já deixa escrito nas primeiras páginas do livro. Sim, se trata sobre um livro de magia e sim, haverá uma história dentro da outra, porém foi absolutamente confuso até boa parte do livro e revelo o motivo. Eu não sabia até então do que se tratava a história, muito menos como era a brincadeira de O Cadáver Excêntrico. Não é explicado isto de antemão e só descobre-se aos poucos, com o passar das páginas.

O fato é que há capítulos narrados sobre a vida de Kai na casa de sua tia e depois a vida de Leila na casa de seu tio. Ambas acham um livro igual e acontecimentos estranhos começam a surgir. Este seria o fatos natural e total da história. Porém, a segunda história é a contada sobre Ralph, em um contexto de tempo bastante diferente e sobre a vida dele e das coisas que vão acontecendo e que acabam não se encaixando em nada. Absolutamente nada com o que você leu das meninas. E você começa a achar que está perdida ou que está perdendo alguma coisa em algum momento.

O tempo vai passando e a vida das meninas vai oferecendo momentos de felicidade e tristeza e são nestes momentos que o livro serve para algo que não posso explicitar aqui para não entregar a totalidade da história, mas que se o leitor persistir com a leitura e deixar de pensar em ter um raciocínio lógico sobre o livro, vai se encantar sobre o que ele realmente guarda. Sim, porque a descoberta da história dentro da história leva a uma finalidade linda demais e que teve a autora uma criatividade gigantesca.

Quando terminei o livro fiquei pensando no quanto tudo parece tão afastado e perdido mas ao mesmo tempo tudo estava ali na minha frente e eu que não percebi. Há uma exploração de sentimentos entre os personagens que eles vão aprender com o passar do tempo que a magia não é somente aquilo que não se pode ver. E foi esta a magia que eu também vivi, que não podia ver porque ficava imaginando coisas e quando me deixei levar, a magia incomum aconteceu.

É um livro lindo, simples e cheio de amor. É realmente um livro incomum, mas totalmente marcante.



27 comentários:

  1. Oi Greice, essa é a primeira resenha que leio desse livro. Antes não tinha interesse nenhum, apesar de achar a capa linda, mas depois de ler sua resenha fiquei muito curiosa por essa leitura. Pelo visto, as mensagens repassadas são lindas mesmo. Não sei como ainda não tinha ouvido falar dessa autora e fico feliz que você tenha curtido a escrita dela. Fiquei intrigada sobre o fato de haver magia também.. bom, espero conferir logo!
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Fê, você não vai se decepcionar. Teve bastante divulgação sobre como se joga o esquema do livro e tem tanta coisa linda!

      Excluir
  2. Oi Greice, vi a divulgação deste livro por aí, mas não me interessei muito por ele. Não até ler a sua resenha...
    Acho interessante quando o livro conta duas histórias paralelas, em tempos distintos e o leitor fica tentando encaixar um enredo no outro.
    Fiquei mega curiosa com o que você "não disse " na resenha e como o livro fará sentido no final.
    Quero muito ler!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Greice sua linda, tudo bem?
    Essa é a primeira resenha que leio do livro, estava curiosa sobre o que esperar da história. Já estava quase desistindo dela, quando você me deu a cereja do bolo, que eu tenho certeza de que irá me emocionar. E saber que é muito amor e totalmente marcante, me ganhou. Gostei muito da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, no início eu fiquei meio perdida, mas depois no final.... suspirei mesmo!

      Excluir
  4. Não sei porquê, mas sua resenha me lembrou o livro O Mundo de Sofia. A sinopse do livro já tinha me deixado curiosa e vc conseguiu reforçar isto ainda mais.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe Neli que nunca consegui ler o Livro de Sofia, mas sei que é bem mais filosofia.

      Excluir
  5. Olá Greice,
    O livro foi marcante para você e a sua resenha foi marcante para mim.
    Acho a capa simplista e linda. Também parece ter bastante relação com a história. Gostarei muito da leitura, quando a fizer, tenho certeza.
    Esses momentos felizes e tristes parecem ser marcantes e fazer o leitor andar em uma montanha russa, gosto disso.
    Espero ler logo o livro.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  6. Oi Greice!
    Caramba, que misto de sentimentos. Já aconteceu comigo em alguns livros, então é totalmente normal e compreensível. A premissa me chamou muito a atenção, magia é um troço que eu to sempre querendo ler algo relacionamento. Gostei bastante das suas opiniões, porque foram sinceras, então já vou mais prepara lê-lo. Quero ver se eu também vou ter esses sentimentos todos como ti. :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Eu quis o livro justamente por essa capa maravilhosa que depois de ler a história vi que combina perfeitamente. Bom, realmente a gente fica um tanto confusa, porque nada é explicado de cara, né? Mas é isso que me fez gostar ainda mais do livro, porque no final eu entendi tudo, tudo foi ligado de forma tão bacana. Enfim, é um livro incomum mas muito marcante mesmo e que vale super a pena.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  8. Oi, Greice! Tudo bem?
    A primeira vez que vi a capa deste livro, achei muito bonitinha, mas ainda não tinha ideia do que a história se tratava. Sua resenha me surpreendeu e me fez desejar esse livro imediatamente. Eu gosto bastante de literatura juvenil e as coisas que você mencionou na resenha sobre o livro me fizeram pensar em "Coração de Tinta", que é um outro livro que eu amo muito. Estou extremamente curiosa para ler este livro e espero poder comprá-lo em breve. Além disso, tive a impressão de que esta deve ter sido uma resenha difícil para escrever, pois esta mudança de contexto de Kai e Leila para o contexto de Ralph deve ter sido bem impactatante na história, mas você saiu muito bem e explicou perfeitamente. Muito obrigada pela dica! Já quero esse livro agora! hahahahahahaha Beijos! ^-^

    ResponderExcluir
  9. Que isso...achei que ia ler uma baita crítica e tu me diz que o livro é muito bom. O problema é se os leitores não irão abandonar antes da leitura se mostrar tão boa. Fiquei curiosa.

    Bjos
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oie! Já li alguns comentários acerca dessa obra, mas nunca havia lido uma resenha completa. A princípio, fiquei bem empolgada com a proposta do enredo e curiosa para saber o que acontecerá com as garotas. Também achei interessante os problemas enfrentados por cada uma das personagens e como elas os suportarão. No entanto, isso de serem contadas histórias diferentes paralelamente porém de modo confuso me deixou com um pé bem atrás e com certo receio de iniciar a leitura. Talvez um dia eu dê uma chance, assim que a oportunidade surgir, pois o que você falou sobre o final despertou uma ansiedade em mim, hih.

    Beijos,
    Fernanda Goulart.

    ResponderExcluir
  11. Oiii!

    Eu estou com esse livro aqui mas não vou ler no moment. Já sei como funciona a brincandeira então, acho que não vou ficar tão confusa, gostei de saber que o "mistério" permaneceu durante a obra, isso é bem lehal e importante.
    A resenha está ótima e muito bem escrita, o que deixou a obra mais atrativa. Essa capa está linda!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Oi Greice, sabe que sempre ouço falarem muito bem desse livro, confesso que ele trás uma trama bem diferente e que parece super cativante, sua resenha me deixou muito curiosa para ir atrás dele e ver o que eu acho, pelo que você comentou parece ser o tipo de livro que me agrada e supera as minhas expectativas!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  13. Ah, não curti essa coisa da leitura ficar confusa por tanto tempo não... bem que essa coisa do Cadáver Excêntrico poderia ser explicada antes para melhorar a situação do leitor. Mas curto bastante livros juvenis e a premissa desse é bem diferente, é realmente um livro incomum, e o fato de você ter considerado marcante me faz querer ler mesmo com esse problema.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  14. Olá.

    Olha, eu gosto bastante de livros que trás magia e tudo mais. Aliás, a trama parece bastante ser bastante interessante com vários elementos que faz o leitor ficar doido com um misto de emoções. Fico feliz que você tenha curtido a leitura e que foi maravilhoso pra ti. Mas infelizmente eu não me conectei com o livro, sei lá.... Não me encheu os olhos.
    Mas quem sabe eu não leia um dia?

    Beijos!
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Greice,
    Sou a Ale que é apaixonada por Outlander, rs. Comecei a seguir aqui e já me apaixonei pelas sua forma de contar seus sentimentos na leitura.
    Confesso que esse livro não tinha me chamado a atenção quando recebi os lançamentos da Arqueiro, mas parece que vale a pena a leitura. Realmente mágica, hein?
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Gre,
    Tudo bom?
    Quando a Editora Arqueiro lançou esse livro, a primeira coisa que chama a atenção é a capa! Achei delicada, bonita, e eu já queria só julgando pela capa...
    Livros com histórias assim de confusão de sentimentos são bons às vezes, pois nos surpreendem de alguma maneira SEMPRE, seja positivamente ou negativamente. E magia? Ah tenho a impressão que vou realmente gostar da leitura... *-*

    Convido você a conhecer o meu novo cantinho, e se gostar e puder seguir agradeço imensamente...

    Beijinhos

    Lylu - Menina Lylu

    ResponderExcluir
  17. Oii, tudo bem?
    Eu gostei muito da sua resenha. Você apresentou tanto os lados positivos quando os negativos. Eu achei a premissa bem original, a historia parece ser leve e cativante e eu realmente espero ter a oportunidade de a ler.

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?

    Eu estava super indecisa em relação a leitura deste livro. Uma parte de mim queria muito ler, a outra dizia para ter calma, pois poderia me decepcionar.
    A cada linha da tua resenha eu fui construindo a minha decisão, e foi na última linha, ali onde diz "incomum", que eu vi que deveria deixar o medinho de lado!

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Já havia ouvido falar nesse livro mas, nunca li nada da autora.
    Achei a história um tanto interessante, apesar de não seu um gênero que eu costume ler.
    O porém seria essa confusão no incio do livro e essa mistura de histórias que a do homem não tem nada a ver com a das meninas no começo. Não gosto de histórias assim, que me confundem.
    Mas, como você gostou e disse que o desfecho é muito bom, acho que vale a pena a leitura.

    Abraços, Lara.
    http://imperioimaginario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi Greice, tudo bem contigo ???
    Flor, confesso que essa é a primeira resenha que leio desse livro, e acho que fiquei mais confusa com relação ao fato de ler ou não essa obra, rsrsrs.
    Gostei muito desse mistério que existe ao longo da história, e também do mistério que você trouxe para a sua resenha, esse detalhe me deixou instigada, curiosa, mas também me fez pensar um pouco mais. Não sei se estou em uma fase boa para realizar a leitura desse livro, vontade eu tenho, curiosidade eu já tinha, mas ando me identificando muito mais com livros mais densos e pesados, não sei se me encantaria com essa história.
    Acho que vou esperar um pouco, acalmar os sentimentos e então, aí sim, buscar essa leitura !!! ^^

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
  21. Ei, tudo bem?
    Eu estou doida para ler esse livro. Adoro histórias sobre magia e essa parece ser bem incomum mesmo, como diz o título. Espero poder ler em breve.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  22. Oie,
    Que livro lindo, adoro histórias assim que nos levam junto com ela, e acho que essa é a verdadeira magia de se ler.
    Achei o enredo desse livro muito bacana, ainda mais porque envolve um que de mistério que fez com que despertasse ainda mais a minha curiosidade para a leitura. Parabéns por sua resenha super bem elaborada.
    O livro já entrou para a minha lista de desejados.
    Um abraço
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  23. Olá Greice,

    Li outras resenhas desse livro e é só elogios, com certeza vai para a minha lista de desejados.....kk....bjs.

    http://www.devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Estou com receio de ler esse livro,
    venho adiando a leitura a dias, mesmo lendo tantos elogios a trama, esse incomum que me assusta, não estou em uma boa fase para isso. Estou mais para o comum e previsível, por isso vou manter minha decisão e adiar a leitura até estar em um momento melhor, até lá vou continuar amando essa capa.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos