03 março 2016

29

O Último dos Canalhas - Loretta Chase! [ Resenha #285 ]


Vere Aylwin Mallory estava no auge dos seus 32 anos. Seu porte chamava atenção pelo corpo musculoso e seus cabelos castanhos, e tudo isto garantido em uma altura um pouco superior a 1,80m.
A única questão que incomodava a muitos, mas não a ele, era que Vere não tinha nenhum tipo de escrúpulo perante mulheres. O que ele mais queria era usá-las e depois descartá-las, já que não imaginava outras idealizações para elas. Por isto sua família sempre fora condicionada a ser como a de canalhas.

Lydia já estava com 28 anos e ria de seu sucesso anônimo no jornal onde escrevia na cidade de Londres. Nos anos de 1800 era difícil que uma mulher causasse tanto furor por suas publicações, mas Lydia além de escrever notícias que denunciavam pessoas e ações ilegais na cidade, também escrevia um romance com um pseudônimo que conquistava o público londrino. Lydia era solteira e há muito havia perdido sua irmã menor para a pneumonia e logo depois seu pai a abandonara. Sua mãe faleceu quando ela tinha 10 anos e o que restou foi viver com um casal de tios até poder viver por conta. Agora era dona do próprio nariz, tinha uma ótima casa, carruagem e muitos amigos.

Na Londres daquela época era comum garotas vindas do interior ou de outras cidades serem enganadas e levadas à força para prostíbulos para trabalhar. Isso era algo com que Lydia lutava contra todos os dias. Uma dia quando Lydia marcava uma emboscada para uma das mulheres que sequestravam as garotas, conseguiu chamar a atenção de Vere por quase ter atropelado um homem quando conduzia sua carruagem.

Quando Vere decide ir atrás da louca mulher para insultá-la, descobre uma Lydia guerreira, encrenqueira e que mostra a todos para a que veio. Vere sequer consegue conter os impulsos brutos da mulher e em sua primeira briga um olhar mais atento chama a atenção para alguém diferente do que ele estava acostumado.

Agora Lydia e Vere acabavam se encontrando diversas vezes sempre em meio a confusões. Com a teimosia de ambos quanto mais tentam ficar afastados mais acabam juntos e é nesta aventura louca que eles acabarão descobrindo novos sentimentos.




Autora: Loretta Chase
Título Original: The Lastion Hellion
ISBN: 9788580414752
Páginas: 304
Ano: 2015
Gênero:  Ficção / Romance 
Editora: Arqueiro







 

Para quem não conhece ainda a saga de Loretta Chase, ela começa com O Príncipe dos Canalhas, que você pode ver a resenha neste post. No primeiro livro temos a visão de Lorde Dain e de Jessica e o personagem principal de O Últimos dos Canalhas tem uma pequena participação no primeiro livro, de forma que a autora consegue encaixar perfeitamente o segundo contando fatos do primeiro ligeiramente, já que os personagens dos livros são amigos. 

Eu gosto das leituras da Loretta pelo fato de ser romance de época. Não tenho como negar que sou apegada em histórias de romances de época tanto pela forma como eles são escritos, mas muito mais pelas formas mais corretas com que as pessoas se portavam na época, os costumes, as tradições, a paisagem em geral. Claro que quem lê este tipo de gênero pode notar que sempre há um sentido clichê da narrativa ser conduzida, mas o bom é que esta autora tem uma forma engraçada de envolver os personagens e fazer evoluir o romance sem perder a linha.

Para falar um pouco mais dos personagens e claro, sem dar nenhum tipo de spoiler, Vere é aquele homem que adora viver com uma mulher por noite e adota um estilo de viver deliberadamente. Não se apega a ninguém e como tem muito dinheiro vindo de sua herança e de seu título, não se importa nem um pouco com o que pensam dele mesmo sabendo a fama que tem pela cidade. Mesmo assim é guardião de sobrinhos após a morte de parentes e teme qualquer tipo de aproximação.
Já Lydia é o contrário. É apegada em ajudar todo mundo e ainda mais as jovens que caem em enrascadas das matronas que adoram roubar meninas novas para a vida da noite. Logicamente ambos tem uma mente dura e quando se colidem jorra aqueles diálogos engraçados que faz a leitura ser mais tranquila.

No rolar da trama os personagens do primeiro livro acabam aparecendo novamente para desvendar um mistério e até para que a gente possa saber o que aconteceu com eles. Não há muito diferença do primeiro livro para este segundo. É uma história de romance que vai ter uma caça de gato e rato e depois as coisas acabam se encaixando de alguma forma. O legal é que a autora recria o passado de Lydia e Vere de uma forma tão doce e ao mesmo tempo triste que é como se o leitor desejasse ser amigo do personagem para poder ficar ao lado nele nos momentos tristes.

Tem um final muito legal já que traz ainda mais um personagem do primeiro livro que eu até achei que iam deixar escondido e me encantei com o que aconteceu. Não recomendo a pessoa ler o segundo livro sem ler o primeiro, já que muitas coisas vão estar interligadas e com certeza após estas duas leituras, você vai virar fã da autora.





29 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha! Mas não estou acostumada a ler muitos livros de época, então a premissa não chamou muito minha atenção. Mas gostei de saber que você gostou, assim quando resolver ler o gênero, eu comece por esse! E bom saber que é melhor ler o primeiro livro, o que eu normalmente já faço, mesmo quando não é necessário, hahah.

    Virando Amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Carol, eu também faço isso, começo sempre pelo primeiro porque senão a minha mania de perfeição se desestabiliza. hahahaha

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Oi Flor
    Não curto muito romances de época mas essa "duologia" chama minha atenção.
    Engraçado porque em todas as outras resenhas vi que as blogueiras diziam não ter relação e que poderia ler um livro sem ler o outro e tal. Mas entendi o porquê.Confesso que estou curiosa para ver o nível de canalhice de Vere.
    Adorei a resenha e o trecho escolhido.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, mas eu preciso ser sincera que se você ler o segundo antes do primeiro vai descobrir tudo do primeiro e aí perde a graça totalmente.

      Excluir
  5. Oi Greice, eu adoro esse livro, e na verdade sou até suspeita ao falar, já que amo romances históricos. É mesmo muito bom quando aparece um personagem de outros livros, principalmente para que possamos acompanhar um pouco mais sobre suas experiências após o desfecho de seus livros. É um romance bem sutil e é claro que a leitura não poderia ser mais rápida. Essa é uma ótima dica para quem está a procura de uma história tranquila e ao mesmo tempo emotiva. Que bom que você gostou! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você sobre aparecer os personagens novamente, aí a gente sabe que a vida deles continua de certa forma.

      Excluir
  6. Olá Greice,
    Tenho muita curiosidade de ler os livros da Loretta, pois as pessoas estão sempre elogiando.
    Fico muito feliz em saber que você tenha gostado da leitura e nem preciso nem dizer que quero ler né?
    A sua resenha, até agora, foi a mais clara pra mim.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Apesar do fato de amar romances, li pouquíssimos históricos e tenho curiosidade para ler alguma coisa parecida com a série deste livro. Acho um pouco comum ter em romances de época, essa pegada de gato e rato, mas não me incomodo disso ser um clichê, desde que seja bem trabalhado. Você falou que o final é encantador e eu fiquei curiosa. terei que ler o primeiro livro antes, mas se for bom, acho que posso viciar neste estilo. Adorei sua resenha!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, geralmente é sempre o mesmo jeito, mas se for sempre bem trabalhado não perde a graça e prende a nossa atenção.

      Excluir
  8. Olá linda,

    Loretta Chase tem um talento maravilhoso e sem precedentes para romances de época e suas "mocinhas" são sempre fortes e impetuosas. Lygia perto da pequena Jéssica é mais tempestiva e determinada e no Últimos dos Canalhas, Vere é mais sensível e doce do que Lorde Belezebu.

    Gosto mais desse segundo livro do que o primeiro e aguardo ansiosa pelo terceiro.

    Beijos,
    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/03/resenha-quando-ela-se-foi.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Lydia é uma tempestade perto da Jessica mesmo. Muito mais independente.

      Excluir
  9. Eu ouço críticas muito positivas sobre essa série e todas as resenhas são com pessoas apaixonadas pelos livros e a autora. Porém eu sempre acho romance mais do mesmo e quando acabou arriscando na leitura em pouco tempo me canso e tenho vontade de desistir. Romance de época então...e com séries longas...
    Vou deixar para uma próxima dica
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  10. Oi *---*

    Adoro livros de época, e Príncipe dos Canalhas me conquistou rapidinho. Quero muito ler esse, fiquei ainda com mais vontade quando você disse que os personagens do primeiro livro aparecem para resolver um mistério, como não ficar empolgada. Fico imaginando como dois personagens tão opostos se apaixonam hahhah.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Nossa juro me arrepiei romance e de época e aquela famosa provocação de quero e tenho raiva perfeito adicionado em quero ler rápido.

    ResponderExcluir
  12. Amiga tenho lido muitas resenhas positivas sobre ambos os livros da autora e infelizmente só tenho o primeiro em minha estante e estou aguardando para conseguir o segundo para começar a minha leitura, porque estou bastante curiosa, ainda mais porque tenho ficado até mais interessada pelo segundo livro por conta do mistério que ronda os personagens e isso pra mim é um prato cheio em um romance, até porque é algo que me prende sabe? Gostei da maneira como tu abordou a resenha falando um pouco da estória e também seu ponto de vista foi essencial para que eu ficasse ainda mais interessada. De verdade, quero muito ler, espero gostar tanto como você e outros leitores que curtiram, porque eu ainda não entrei de cabeça em romance de época, apenas li aquele MUITO MAIS QUE UMA PRINCESA e parei, depois não li mais nada, mas agora vou tentar ver se pego firme rs

    Http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/03/reflexao-parte-3.html

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem??

    Adoro quando os escritores fazem essa ligação de livros com os personagens... além de matar uma saudade, sempre acabamos descobrindo um pouquinho mais da história deles! Já fui conquistada pelo livro, adoro um romance e esse livro parece ser o ideal. Vou procurar ler o primeiro antes, como aconselhado.
    Ah, e que homem da capa é esse? Podia vir junto com o livro né?! haha

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Oie!
    Eu li esse livro no final de semana, e realmente precisa ler os dois em sequencia para entender muito dos detalhes que são citados durante a história. Eu estou apaixonada pela escrita da autora, bem leve e fluida, onde quando percebi, já estava apaixonada pelo livro. Um dos melhores que já li até agora.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  15. Olá!

    Tenho muita vontade de ler esta série de livros da Loretta Chase, parecem ter estórias ótimas. Já li algumas resenhas sobre este livro, mas esta é a mais detalhada até o momento. Eu não sabia da morte dos familiares de Lydia e nem que alem de escrever para o jornal ela escrevia um romance nele. Gostei muito da sua resenha e a personalidade de Lydia me atrai para essa leitura. Além disso ela e Vere devem ter ótimas brigas não é mesmo? Espero poder conseguir ler o livro em breve.

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  16. Oi Greice, sabe que eu nunca li nenhum romance de época e desde que o primeiro livro foi lançado eu morro de vontade de ler, imagina quando eu vi que já tinha um segundo e eu nem tinha me mexido para ir atrás do primeiro ainda kkkk , enfim, sua resenha está super cativante, cada vez que vejo uma resenha desses livros minha vontade de ler eles aumenta mais!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  17. Ola Greice eu amei a escrita da autora li o primeiro livro e estou com o
    segundo para começar a leitura, gostei da protagonista, pelo visto nesse segundo volume terei mais risos abertas, as capas estão lindas como sempre. Espero gostar assim como você. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  18. Oi Greice, tudo bem contigo ???
    Eu sou uma leitora bem chata de galocha, hahaha, não nego isso. Tenho muito receio com os romances de época atuais, até hoje não me aventurei por nenhum e não sei quando irei me aventurar, mas não digo que nunca lerei nada do gênero. Acho que ainda preciso encontrar aquele livro que vai me deixar extremamente curiosa e instigada !!!
    Gostei de saber que esse livro é divertido, que trás alguns detalhes do primeiro livro e nos deixa conhecer o que aconteceu após o final do primeiro livro. Parece ser uma boa leitura !!!

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
  19. Oiee
    Esse livro é o próximo da minha lista! Quero começar a ler até o fim dessa semana.
    Amei o Príncipe dos canalhas, me identifiquei muito com a escrita da autora e estou ansiosa para a leitura de O príncipe dos canalhas, principalmente porque o Dain e a Jessica aparecem também!
    bjs
    diariodeumapsicopedagoga.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bom?

    OMG, apesar de não ter lido o livro, sei que vou amar. Ele tem todos os elementos que gosto: mocinho canalha que acaba mudando, lógico; mocinha forte e independente; romance histórico e uma trama bem construída.

    Ainda bem que você avisou para eu ler o primeiro livro, senão eu já estaria lendo esse, achando que um não tivesse ligação com o outro. Acho que vou me apaixonar por esses canalhas <3

    Enfim, você escreveu uma resenha incrível! Obrigada pela dica ;)

    Beijos.

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Olá

    Vi muitas resenhas positivas sobre o primeiro livro, e algumas mais ou menos desse livro. A maioria falava que nesse livro o nível caiu. Mas depois da sua resenha creio que ele continuou espetacular. Quero muito conferir os livro, até porque é meu gênero favorito de estória. Fico a ansiedade.

    Bjos

    Everton equipe Rillismo (rillismo.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
  22. Olá!

    Ainda não li esse segundo volume, tudo porque estou tentando não comprar livros até que eu tenha lido todos os não lidos da estante. Estou morrendo de curiosidade sobre essa estória, eu gostei muito do Príncipe dos Canalhas, e por todos os comentários que estou lendo sobre esse livro, percebo que irei amar igual, senão mais, do que o primeiro.
    A escrita da Lorette é muito deliciosa, eu nem percebo o tempo passar, isso sem falar nos personagens maravilhosos criados por ela, Jess é a melhor mocinha do gênero na minha opinião <3 E me apaixonei pelo jeito turrão do Dain *------*

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Olá, tudo bom?

    Apesar de amar romances históricos, ainda não li nenhum livro dessa autora, acredita? Sim, preciso ser sacrificada depois desse sacrilégio. Ele parece ser um livro que possui tudo que gosto: é um romance histórico; o mocinho é um libertino que acaba se apaixonando e se redimindo; mocinha forte e com pensamentos bem a frente do seu tempo; e um ótimo enredo. Com certeza me apaixonarei por esse livro <3

    Ótima resenha! Obrigada pela dica ;)

    Beijos.

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Olá!

    Ainda bem que gostou tanto! :) Eu tambem gosto de romances de época, embora não seja o meu estilo favorito... Gosto mais de livros sobre o "futuro"... :)

    Mas parece-me uma boa aposta para quem gosta de romance... E Lydia a lutar pela posição feminina (ainda que anónima) no jornalismo e na literatura!!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos