10 fevereiro 2016

53

O Rouxinol - Kristin Hannah! [Resenha #281] + SORTEIO!


Em abril de 1995, uma mulher estava tentando explicar a seu filho querido o quanto ainda tinha forças para viver sozinha, apesar de sua grave doença e sua idade, passada de setenta anos. Mas não adiantava mais implorar por mais tempo, ela precisava juntar suas peças preciosas e se mudar para uma casa de repouso para que assim ele se sentisse melhor. E foi quando abriu um baú cheio de recordações é que esta mulher precisou voltar ao tempo e relembrar toda uma história, guardada no fundo de sua mente e de seu coração.

Em 1939 Vianne Mauriac está em sua casa na pequena cidade de Carriveau, França, ouvindo sua filha Sophie de oito anos correndo pela casa com o seu pai, Antoine. Vianne morava ali há alguns anos desde que seu pai deixou ela aos quatorze aos e sua irmã Isabelle aos quatro anos com uma empregada e nunca mais voltou. Agora Vianne vivia uma vida feliz, cuidando de sua plantação, ensinando em uma pequena escola e seu marido trabalhando como carteiro na cidade.

Isabelle era um tanto arredia. Foi expulsa de diversos internatos e agora estava novamente sendo expulsa de mais um. Até sua irmã não aceitou ficar com ela depois da morte de sua mãe e o abandono de seu pai e ela foi obrigada a viver sozinha naqueles lugares horríveis. Ia voltar para Paris e enfrentar o seu pai, que tinha uma pequena livraria e morava em um apartamento pequeno. Desta vez ele seria obrigado a aceitá-la.

O que nenhuma delas esperava era que a guerra estava iniciando. Os alemães deram início aos ataques e a Franca começou a ser invadida. O primeiro medo foi quando Vianne viu seu marido ter que ir para a guerra e ela ter que ficar sozinha naquela casa enorme. Sabia o que tinha acontecido com o seu pai depois que ele voltou da primeira guerra e ele nunca mais conseguiu ser o mesmo. Isso não poderia acontecer novamente.

Quando Paris começou a ser bombardeada, Isabelle foi obrigada a ir para a cidade de sua irmã por seu pai. Ele precisava garantir a segurança da filha ou até mesmo livrar-se dela. Os dias que Isabelle passou tentando chegar até a antiga casa mostrou o que ela jamais imaginaria. Milhões de pessoas estava fugindo de suas casas e a fome, a miséria e a destruição acompanhavam as estradas. Logo a morte abriu as portas e as explosões jogavam cadáveres por todos os lados. Quando Isabelle conseguiu chegar na casa de sua irmã, com uma paisagem quase totalmente destruída, ela já tinha tomado a sua decisão.

Isabelle agora com dezenove anos não podia ficar parada e ver alemães matando seu povo. Ela precisava enfrentar o medo e começar a ajudar a Resistência Francesa. Mauriac era totalmente contra, já que temia pela vida de sua filha. Mas logo sua casa foi invadida, seus móveis foram confiscados e um alemão avisou que ficaria aquartelado na casa delas. Um alemão. Um inimigo.

A partir deste momento as duas irmãs tomam caminhos diferentes. Isabelle irá lutar pela liberdade de seu povo e Vianne vai continuar protegendo sua pequena família e seus vizinhos queridos. Até que a morte começa a levar judeus, homossexuais e ciganos. Então Vianne percebe que além da fome e da maldade diária da violência que assiste na cidade, nas filas de racionamento, os assassinatos jamais cessão.

Cada irmã precisa cumprir seu papel. E quando uma delas comete um pequeno erro, tudo pode vir por água abaixo.


Autora: Kristin Hannah
Título Original: The Nightingale
ISBN: 9788580414677
Páginas: 432
Ano: 2015
Gênero:  Ficção / Romance / Drama
Editora: Arqueiro







 

Inspirar, expirar. Inspirar, expirar. É isto que falam quando a pessoa tem uma pequena crise de choro, pânico ou fica completamente em um estado emocional forte, correto? Então eu já pratiquei estes dois passos simples durante a leitura de O Rouxinol. Olhando em primeiro momento para a capa do livro que a Arqueiro lançou aqui no Brasil você vai imaginar que é uma história de amor que provavelmente se passa na França, pela questão da torre de fundo e o que mais? Mais! Muito mais! MUITO.MAIS.

Para começar já posso falar que este livro está sendo adaptado para o cinema. Um ponto positivo e tanto para um livro que foi lançado pela própria autora no ano passado. 
Agora, eu, que sou "megamente" viciada em histórias sobre a segunda guerra mundial, que posso citar diversos livros os quais encontrei este mesmo tema, tenho plena certeza em afirmar que O Rouxinol é um dos melhores livros que já li. 

O enredo em primeiro momento é baseado na vida de duas irmãs que tem como um trauma de vida ter visto a sua mãe ficar doente e depois que ela faleceu ver o pai abandoná-las e ficar totalmente indiferente a elas. Isto foi algo que fez com que tanto as irmãs quanto o pai se separassem e cada um seguisse seu caminho. Cada personagem possui uma característica, o que faz com que a convivência traga crises e desafetos quando o que todos mais querem é ficar juntos. São diversos personagens que entram e saem da história, deixando marcas profundas nas ações e atitudes que tomam. Cada um tem o seu papel, sendo para o bem ou para o mal.

No cenário desde o início da guerra, em que a Alemanha declara guerra, cada um tem seu papel na história, fazendo que diversas partes da França seja um cenário que traduz os anos da batalha, mostrando a crueldade, a dor, a tristeza que assolou uma nação inteira e milhares de pessoas pelo mundo todo.

Kristin Hannah consegue captar de uma forma fantástica o que se passou naquela época e que eu até então não tinha lido em outro livro. A questão de como os alemães se apossavam de bens e de como aquartelavam na casa onde queriam. A forma como a burocracia perante os inimigos era organizada e até mesmo como a crueldade perante o tratamento de alistamento de judeus foi diferente na narrativa.

No mesmo momento há a reação de muitos que lutaram para que a resistência da França agisse para que a guerra acabasse e também há descrições perfeitas e muito detalhadas de como funcionavam os grupos que trabalhavam para terminar com a guerra. 

A autora consegue mostrar os bons e maus corações. Consegue mostrar os que acreditam e os que lutam para que somente seu ego prevaleça perante tudo e todos. E mais do que toda a descrição de uma guerra, os cenários de Paris, das pequeninas cidades, há também a união entre as pessoas de bem, a amizade, a solidariedade. 

É uma história que arrebata o coração e que o leitor acaba sentindo que tem nas mãos um objeto precioso. É uma parte de um tempo que ninguém deseja que se repita e ao mesmo tempo que deseja pegar os personagens e colocar ao lado, abraçar e dizer que pode contar com a ajuda. Quem leu A garota que você deixou para trás de Jojo Moyes ou Inverno no Mundo de Ken Follett pode ter uma pequena demonstração do que vai encontrar neste livro.

Um pedaço da história que marcou e marca gerações e que com O Rouxinol marca uma geração literária com perfeição. Uma perfeição de aprendizado e valores que jamais devem ser esquecidos. O amor pode ser brutalmente machucado, mas jamais esquecido.

"Se há uma coisa que aprendi nesta minha longa vida foi o seguinte: no amor nós descobrimos quem desejamos ser; na guerra, descobrimos quem somos. Os jovens de hoje querem saber tudo sobre todo mundo. Acham que falar a respeito vai resolver um problema. Eu venho de uma geração mais calada. Nós entendemos o valor do esquecimento, o fascínio da reinvenção." 
--- Pág. 7



Para quem leu a resenha e gostou o Blogando Livros junto com a Editora Arqueiro vai premiar um leitor com o lindo O Rouxinol e uma coleção de marcadores.

Para participar é só você seguir as regras.

Somente a primeira opção é obrigatória, o resto você pode escolher o que deseja, lembrando o que mais você preencher mais chance terá de ganhar!




a Rafflecopter giveaway


Regras:
- É necessário residir no Brasil.
- É preciso preencher o formulário corretamente.
- O envio do livro será feito pela Arqueiro e os marcadores será feito por mim em um prazo máximo de 30 dias após o resultado. Não me responsabilizo por extravios dos correios. 
- O sorteio se inicia hoje (11/02/2016) e vai até 06/03/2016.
- O resultado é divulgado até no máximo uma semana após o término.
- Sempre envio um e-mail ao vencedor e caso não seja respondido em um prazo de 05 dias, é feito um novo sorteio.
- O sorteio é recreativo, não estando vinculado a nenhuma marca, compra ou venda de serviços.





53 comentários:

  1. Oi Gleice!!!

    Estava acompanhando o lançamento do livro desde que foi anunciado nos EUA, pois não curto muito romances mas quando li a sinopse fiquei muito interessado, pois também adoro tramas ambientados na 2ª Guerra Mundial.
    Esse livro parece ser super emocionante e não sabia que ele será adaptado, o que me deixou ainda mais curioso para lê-lo.
    Não li os dois livros que você citou que podem ter alguma semelhança, mas sei o quanto essas tramas acabam com nós leitores kkk
    Bom saber também que a autora consegue citar novos fatos sobre o assunto . Adorei sua última frase!!! "O amor pode ser brutalmente machucado, mas jamais esquecido."

    Participando da promoção!!
    Quero muito ganhar!
    Joseph Luis
    joseph_luis09@hotmail.com

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me fala sobre amar leituras de histórias da Segunda Guerra, porque sou apaixonada. e este é muita informação boa!

      Excluir
  2. Eu gosto de livros que trabalham com memórias, e tenho uma forte atração pela época da segunda guerra, vai saber pq! Não conheço a escrita da autora, mas esse livro já está me chamando atenção tem um tempo...

    Miquilis: Bruna Costenaro- bruheadbanger@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Greice!
    Eu arrepiei com a sua resenha. Que delicadeza, que amor de livro. Eu não imaginava que ele fosse tão assim... A capa e a premissa dão indícios, mas não imaginava. Rouxinol me interessou de uma maneira, que não sei explicar. Eu tenho a mesma sensação quando leio livros dessa época: nunca mais quero que isso aconteça e quero cuidar de todos os personagens/pessoas que já sofreram com isso. Que linda resenha, Greice. Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Olá Greice, tudo bem?

    Esse livro está na minha lista de desejados e ainda não tinha lido nenhuma resenha dele, fiquei super empolgado e espero poder comprar e ler em breve, ótima resenha...participando e torcendo....bjs.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu venho namorando essa capa já tem uns dias. Gostei muito da sinopse e sua resenha me mostrou coisas que me interessaram bastante, as quais eu ainda não sabia. Fiquei muito curiosa e vou tentar comprar ele logo pra mim. Também gosto de livros que falam da segunda guerra e esses conflitos entre família sempre me prendem.
    Vou participar do sorteio, tomara que eu ganhe. XD
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  6. Li apenas um livro da autora e me encantei pra sempre. Tenho ouvido muitos elogios para com este livro aqui e tenho certeza que vou adorar e sofrer durante a leitura. A capa está maravilhosa né????
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Amiga tenho visto muita gente falando maravilhas sobre esse livro.
    Até peguei em ebook e espero gostar bastante da leitura assim que puder fazê-la viu? Eu achei que o livro tem uma trama muito boa e adoro quando passa um aprendizado e uma reflexão para nós sabe? Espero que o livro me agrade assim que começar a leitura. =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/conseguimos-parceria-com-o-grupo.html

    ResponderExcluir
  8. Li apenas um livro da autora, mas já deu pra perceber que essa escrita cheia de lições faz parte do estilo dela, gostei da premissa desse livros assim como gostei dos demais, nada muito arrebatador, mas que pode me levar a lê-lo algum dia, gostei bastante do seu post, super completo. Parabéns.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
  9. Oiee ^^
    Eu AINDA não li esse livro, mas não consigo conter minha curiosidade. Primeiro, AMO histórias que se passam em meio a guerras, principalmente durante a segunda. Segundo, ainda não vi nenhuma resenha negativa desse livro, todo mundo adorou e todo mundo se emocionou! E saber que ele é mesmo tão bom, tão arrebatador e precioso me deixou ainda mais animada para ler. Não sabia que ele estava sendo adaptado *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. MDS :O Que livro é esse???????
    Eu não daria nada por ele olhando apenas a capa, nunca imaginaria que dentro ele guardava uma história TÃO MARAVILHOSA.
    Eu também sou fascinada pela história da segunda guerra mundial, e esse livro definitivamente foi feito para mim.
    Comecei lendo sua resenha achando o livro legal e tal, só que quando chegou na parte das lembranças MDS meu coração bateu mais forte. JURO.
    Nunca li nada da autora e estou mega feliz com essa publicação, sem dúvidas eu vou começar por esse. E estou participando do sorteio, se caso eu não ganhar (apesar que eu acho que vou, minha fé é grande heheeh) eu comprarei, pois quero mesmo esse livro.
    E sua resenha, nem sei o que dizer, mais do que bem escrita, arrasou.

    http://colecoes-literarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Ah, esqueci de passar meu e-mail, pois vou ganhar ooookkkkk
    colecoesliterarias@gmail.com

    Att. Tatiany Salazar

    ResponderExcluir
  12. Olá Greice,
    Que resenha mais apaixonante e encantadora.
    Esse livro deve mesmo arrebatar nosso coração e nos destruir. Fiquei bem curiosa para lê-lo e confesso que fazia um julgamento errado dele.
    Estou participando e torcendo muito para ter essa preciosidade em casa.
    Beijos ♥
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oiie Graice,

    Desde o lançamento desse livro eu estou com muita vontade de lê-lo, pois percebo que a autora tem uma escrita magnifica, e que faz a gente pensar na vida, nos faz refletir, isso é muito bom, adoro livros assim. Espero logo poder ler.

    Bjs

    Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  14. Olá, sabe que eu estou namorando esse livro desde que eu vi o lançamento? ele tem uma trama cativante e envolvente, pelo menos é o que tudo indica. Sua resenha me cativou a ir atrás dele o quanto antes e com toda certeza já está na minha lista. Participando do sorteio!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem??

    Nunca tinha visto nenhuma resenha sobre ele... mas já me apaixonei e estou participando do sorteio! Gostei bastante da forma como eles abordaram as memórias e como cada uma tem que seguir o seu rumo

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Quando vi a capa desse livro pela primeira vez me apaixonei por isso resolvi ler a sinopse foi quando meu desanimo para ler o rouxinol se foi, pois vi que não era o tipo de livro que gosto.
    Isabelle apesar de ser rebelde me parece ser uma personagem interessante, ainda mais por tomar a decisão de enfrentar essa guerra. Quando foi falado que ela foi expulsas de internato imaginei uma garota mimada, mas após ver que ela queria se juntar a Resistência Francesa vi ai uma mulher forte.
    O livro parece ser interessante, mas sei que se eu pegar algo desse tipo para ler vou ficar entediada já que não tem romance. Já li alguns que o romance não é o foco e gostei, mas ainda sim tinha uma pitada, saber?
    Parabéns pela resenha.

    Blog
    Blog Miih e o Mundo Literário

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    Eu não conhecia o livro... não onde estava com a cabeça que não conhecia!!
    Eu amo livros que me leva a reflexão e perceber que meus problemas são pequenos em relação ao que esse povo passou na guerra.
    Tudo bem que choro demais, mas eu preciso conhecer a história dessas duas irmãs.
    Como pode né? Viverem sozinhas e depois ainda vem a guerra para piorar a situação.
    Dever ter sido difícil quando ela se viu com o baú e se lembrar de tudo que viveu no passado.
    Vou participar do sorteio e quem sabe ganho o/
    beijos
    Conchego das Letras

    ResponderExcluir
  18. Já tinha visto muita gente falando sobre o livro, mas nunca parei pra ver o que realmente é a história. Sou fascinada por livros que se passam na Segunda Guerra, meu avô participou dela e tinha vários livros sobre o assunto. Atualmente a gente não sabe onde estão as coisas dele, mas eu ainda paro pra ler tudo o que encontro sobre o assunto. Gosto muito de A Menina que Roubava Livros e o Diário de Anne Frank e tenho certeza que devo gostar desse.
    Ainda não li nada da autora, mas Jardim de Inverno já está na minha lista de próximas leituras.

    ResponderExcluir
  19. Eu quero MUITO esse livro, desde que li a sinopse dele já fiquei apaixonada, pois vi que fala sobre Hitler e tal, e eu amo livros com esse assunto.

    Beijos,
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. Oiii!!

    Eu ainda não li e estou chorando por isso!
    Morro de curiosidade com essa obra e depois de todas as resenhas não tem como não ficar né?
    Acho que o cenário é muito própricio e muito bem trabalhado também o que é ótimo. Acho que preciso chorar como você com essa obra.
    A sua resenha está SENSACIONAL!
    Parabéns!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  22. Olá... Greice, tudo bem??
    Eu não curto esse tipo de leitura... porque temas que envolve diretamente guerras, prefiro nos filmes... mas não posso deixar de citar que o enredo é bem envolvente e causou calafrios no meu estômago.... eu não gosto da Alemanha, boa parte de meus pesadelos sobre o Holocausto só me coloca este lugar no topo de pessoas frias e sem coração... claro que não posso generalizar, mas enfim... suas impressões sobre o livro foi muito encantador, você falou com tanta emoção que ficou impossível não se contagiar os olhos arderem... fiquei contagiada... com sua forma de olhar o mundo enredado no livro... você falou com muita propriedade e eu te parabenizo pelas lindas palavras... Xero!!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?


    Nossa, tenho muita vontade de ler essa obra. Como minha resenhista pediu em parceria com a Arqueiro, eu não posso solicitá-lo novamente. Então, o sorteio veio a calhar! <3 Assim como você, amo histórias ambientadas durante a Segunda Guerra Mundial. Geralmente os livros com essa temática me trazem grandes reflexões e O Rouxinol não parece que será diferente. Umas das coisas que mais me chamou atenção em sua resenha foi o fato de a narrativa da autora trazer aspectos tão profundos e diferentes das outras obras que falam sobre esse período como, por exemp, a questão da posse de bens por parte dos alemães . Preciso até te dizer que fiquei tão ansiosa para conferir a história das irmãs de perto que aproveitei minha ida ao cinema e comprei um exemplar por conta de sua resenha. Não aguentei esperar o resultado do sorteio! xD

    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Oi, desde o lançamento esse livro não me convenceu nem um pouco a querer le-lo. Não sou muito fã de histórias que se passam em guerras e por esse motivo eu realmente sabia que não iria combinar para mim! É uma linda história e tenho certeza que muito emocionante, mas apenas eu sei que se eu ler eu terei dificuldades para continuar e não irá me agradar tanto quanto é a proposta do livro. Quem sabe mais para frente isso mude, vamos esperar, mas sua resenha está impecável! Parabéns.
    Beijos
    - Bruna
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  25. Oi, tudo bem?
    Não sabia que o livro seria adaptado. Vi uma resenha falando muito bem e a sua também. Eu desse jeito fico louco para ler o livro. Quando a história se passa na 2° guerra já é um ponto para mim e depois de todos o elogios fica impossível não querer ler o livro.

    ResponderExcluir
  26. Ola lindona a premissa do livro já me me emocionou, com um pano de fundo sendo da Guerra e o laço de união entre as irmãs ambas com situações diferentes no mesmo momento, gostei muito de sua resenha, só confirma que será uma ótima leitura. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  27. Oiii
    Eu já vi várias resenhas do livro e a sua foi a mais esclarecedora.
    Nas que já tinha lido,não me senti interessada por ele mas a sua mudou muito a minha opinião.
    Acho que por se passar na guerra,eu iria chorar muitooo
    2° Guerra é um tema muito delicado e emocionante.
    A capa é linda,gostei muito.
    Obrigada pela sugestão.
    Anotei a dica e já está na minha lista de compras kkk
    Sua resenha mudou minha opinião,espero gostar tanto quanto você.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  28. Oi Gre,
    Comecei essa leitura ontem e já vou preparar os lenços então, por tudo que disse aqui vou me emocionar litros e lembrarei de inspirar e expirar, pode deixar. Será que esse será o melhor do Ano? Que vou favoritar e me apaixonar a ponto de sentir ciume da obra? Espero que sim.

    Boa sorte aos participantes e que o sorteio seja um sucesso.

    Beijos
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Olá Greice, inspira e expira mesmo, que carga emocional tem esse livro. Já li Kristin mas todos livros com narrativas atuais, e esse por se passar na guerra me deixou muito curiosa a respeito! A capa da arqueiro é mil vezes mais bonita. Adorei sua resenha! Bjkas

    ResponderExcluir
  30. Quero muito ler este livro.
    Sua resenha me deixou com mais vontade.

    http://caprichosbyneli.com

    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Oi Greice.

    Eu já sabia que a Kristin era uma autora brilhante, mas com essa resenha só faz afirmar que os livros dela possuem histórias de sentimentos e que são vividos em uma realidade. O relacionamento entre duas irmãs é sempre muito frágil, pois uma sempre quer o que a outra tem. E acredito que nesse livro vai mostrar essas fragilidades, ao menos entendi isso na sua resenha.
    Sou suspeita para falar da autora pois sempre que posso leio algo que ela escreveu. E só constato que ela é contemporânea mesmo com histórias que se passaram, ou em um período de crise mundial como a segunda guerra.

    ResponderExcluir
  32. Sou fã desta autora, ela escreve com uma delicadeza e ao mesmo tempo, com uma profundidade enorme!
    Adoraria ler mais este.

    ResponderExcluir
  33. Ola :)

    Quando vi esse livro nos lançamentos do skoob, não esperava por uma drama tão forte assim, livro encantador, e com essa resenha adorável, o livro ficou mais encantado.

    Parabéns ao blog.

    ResponderExcluir
  34. Infelizmente nunca tive a oportunidade de ler esse livro. Qualquer história que está relacionada com a Primeira ou a Segunda Guerra Mundial, é exatamente a que também me fascina. *---* Mal posso esperar para conhecer a obra da Kristin.

    ResponderExcluir
  35. Já li alguns da autora e são sempre livros bons, bem feitos e cheios de sentimentos. Gosto muito de livros de guerra por terem aquele fator emocional e de horror, a leitura faz você sentir algo ou imaginar aqueles tempos. Esse parece fazer isso e como a autora cria personagens e história que emocionam e fazem o leitor ficar tão envolvido que se perde do mundo (eu!) com certeza é muito bom mesmo. Me fez lembrar um pouco aquele da Jojo, se for parecido sei que vou gostar. Acho que vou adorar ler e espero fazer isso logo.

    ResponderExcluir
  36. Nunca li nada da autora, mas esse livro é super elogiado. Amo livros que se passam na segunda guerra, a capa é linda, e espero que eu goste tanto quanto o Cavaleiro de bronze.
    bjs

    ResponderExcluir
  37. Família e guerra sempre traz uma boa trama, sem contar que a autora é brilhante né?! Fiquei curiosa pra ler o livro e saber detalhes desta história.

    ResponderExcluir
  38. Adoro livros que retratam a guerra, e as histórias que aconteceram.
    Essa história parece muito surpreendente, e me lembrou um pouco de separados pelo destino.

    ResponderExcluir
  39. Oi Greice,
    Eu adoraria divulgar no meu blog, mas agora vi que não vai dar tempo, pois o post sobre sorteios estará on line depois que o sorteio for encerrado. Me desculpe, ficará para o próximo sorteio.
    Bjs

    ResponderExcluir
  40. resenha maravilhosa, passa realmente toda mensagem do livro

    ResponderExcluir
  41. Nossa, não sabia que o livro está sendo adaptado ^^
    Simplesmente amo livros que se passem na Segunda Guerra Mundial. Já prevejo rios de lágrimas. Como já li "A garota que você deixou para trás" da Jojo Moyes já imagino o que encontrarei.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  42. Oi, estou morreeeeendo de vontade de ler este livro!!
    Espero que eu ganhe, porque to muito curiosa!!!

    ResponderExcluir
  43. Quero o livro físico porque minha pretensão era tê-lo na minha lista de pdf's, como surgiu essa oportunidade de sorteio estou participando e torcendo.

    ResponderExcluir
  44. Quando um romance tem como fundo uma guerra, ou o contrário, não é difícil se emocionar!! A Segunda Guerra Mundial devastou milhares de vidas. Neste livro as mulheres são estacadas pelas suas bravuras, amores, temores em meio ao caos da guerra!! A capa do livro está linda!! Será que o final é bom, feliz? Já quero ler!!

    ResponderExcluir
  45. Sou apaixonada por histórias ambientadas na 2ª Guerra Mundial e quero muito ler esse livro. Deve ser interessante ler uma história ambientada na mesma situação mas ver cada personagem lidando de um jeito diferente perante os acontecimentos. Estou torcendo para ganhar o livro.

    ResponderExcluir
  46. Participando liviaandre74@gmail.com + cpt em redes sociais

    ResponderExcluir
  47. Espero ganhar, quero muito lê-lo, amo os livros da Kristin e esse livro é super elogiado

    ResponderExcluir
  48. Olá. Ainda não conheço a escrita da Kristin Hannah, mas todos comentam que suas obras são emocionantes e O Rouxinol não parece ser diferente. Não costumo ler histórias que se passam nessa época, pois geralmente são tristes e pesadas, mas tb nos trazem uma reflexão importante de tudo que aconteceu naqueles dias. Fiquei muito interessada na trama, parece ser muito bem desenvolvida. Ansiosa para ler!

    ResponderExcluir
  49. Eu venho querendo esse livro e venho namorando ele no submarino já tem uns dias. A sinopse e sua resenha me mostram elementos que me interessaram bastante. To ainda mas curiosa e vou comprar ele logo.

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos