06 fevereiro 2016

34

Na Telinha: O Quarto de Jack! Valendo o Oscar 2016!

Como colocar em palavras a sensação de ter assistido um filme que comove do início ao fim?

Parece fácil imaginar que ao ver este filme, que concorre ao Oscar como melhor filme, que o que é encenado ali é somente uma ficção contada em minutos e que logo depois você vai simplesmente virar as costas, desligar-se de tudo e esquecer o que viu. 

Se começar a pensar assim, caro leitor, pode ir mudando a sua opinião, pois o que está prestes a ver ao assistir O Quarto de Jack será tão impactante que no mínimo ficará na sua mente por muitos dias.

O Quarto de Jack foi baseado no livro Quarto (Room) da autora Emma Donoghue, que é irlandesa e o publicou em 2010. Aqui no Brasil ele foi publicado a recém pela editora Record.




Sinopse: 
A história é contado na divertida e comovente voz de Jack. É uma história de um amor imenso que sobrevive a circunstâncias aterradoras, e da ligação umbilical que une mãe e filho. Para Jack, de cinco anos, o quarto de 7 metros quadrados é o mundo todo; é onde ele e a mãe comem, dormem, brincam e aprendem. Embora Jack não saiba, o lugar onde ele se sente completamente seguro e protegido, aquele quarto, é também a prisão onde a mãe tem sido mantida contra a sua vontade.




Jack é um menino de apenas cinco anos que vive em um quarto muito apertado com sua mãe, que foi sequestrada quando tinha dezessete anos. O quarto é um lugar extremamente pequeno que comporta cama, mesa, pia, banheira e guarda-roupas, tudo tão pequeno que chega a ser claustrofóbico. neste ambiente Jack acredita que é o único mundo que existe, já que o que se passa na TV, sua mãe lhe ensinou que é um mundo de fantasia e que nem os animais ou as pessoas são de verdade.


Sua mãe faz tudo para que ele cresça saudável e com uma boa forma e para isso tem uma rotina diária de exercícios mínimos possível dentro do pequeno lugar e o aprendizado através de livros que o sequestrador traz para que o menino aprenda a ler e escrever. Todos os dias ele precisa dormir em um guarda-roupas para que o sequestrador entre no quarto e estupre sua mãe, mas ele não faz ideia do que realmente acontece. Sua mãe aceita tudo de forma calada, pois desta forma consegue algumas vantagens, senão sabe que vão passar fome, frio e podem morrer ali dentro.


Depois de passar mais de sete anos presa e imaginando o que pode acontecer a cada dia com o seu filho, Ma (como Jack chama sua mãe), tenta bolar um plano para tirá-los dali. Somente o sequestrador tem a senha da porta e eles são obrigados a se afastarem a cada apito que soa quando ele está chegando. O plano consiste em algo tão perigoso que os dois podem nunca mais se verem e da mesma forma que Ma sempre fez antes, precisa agora mostrar a Jack que existe realmente um mundo diferente lá fora, com coisas reais e que ele precisa ser corajoso.


Jack tem problemas de fala, de movimentos e outros pela questão de como viveu até o momento. E o filme vai mostrar toda esta parte psicológica pela visão da criança e o que ele vê de verdade do mundo e também o que vê a mãe dele.


 

Eu chorei por quase todo o filme. Não vou dizer que não sou uma pessoa que se emociona, mas neste caso foi algo além do imaginado. A fragilidade dos atores eram tão extremadas e Jack se mostrou tão ingênuo e simples que é impossível não torcer por eles e se colocar no lugar com a dor de ficar presa em um ambiente tão apertado durante tanto tempo. A interpretação como a culpa, o medo, a ansiedade são bem exploradas e é incrível quando você percebe que muitas vezes as pessoas estão acondicionadas em uma situação que quando mudam, parece que o mundo desaba.

Não é à toa que o filme está cotado ao Oscar e que os atores já ganharam diversos prêmios. Não li o livro, mas o filme foi o suficiente para mostrar que a realidade dos sequestros longos são mais do que destrutivos, são mortais para muitas famílias.

Uma obra de ficção baseada em não-ficção! Linda do início ao fim.





34 comentários:

  1. Oie... parece ser um filme espetacular, que se bem analisado, poderá auxiliar muitas pessoas em relação à criação de um filho. Embora não curta muito filmes, me pareceu ser um filme que me prenderia.

    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. Acho que mais pela questão da criação, é o cuidado que se deve ter.

      Excluir
  2. Eu PRECISO ler esse livro. Toda vez que vejo uma resenha seja sobre o luvro ou sobre o filme todo o meu corpo arrepia. Uma história tão comovente, tão sofrida...
    Como essa mãe conseguiu manter a sanidade para tentar ajudar a criança naquela situação e as dificuldade pós...

    ResponderExcluir
  3. Olá Greice tudo bem? Me tirar uma dúvida, quando foi a estreia desse filme?? Porque queria muito ter assistido.... =/
    Em alguns lugares encontro que já estreou e outros que vai estrear, então fiquei bem confusa!!!


    Quanto a história eu estou doida para ler este livro que já até baixei no meu kindle... ele fará parte das minhas próximas leituras!

    Gosto muito de livros e filmes mais realistas, porque nos fazem refletir melhor sobre o mundo em que vivemos!

    Parabéns pela resenha

    Bjos

    Keyla Vilela - Blog Leituraterapia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Keyla, tudo bem? O filme vai estrear nos cinemas em 16 de fevereiro. Seria a previsão certa, mas pode haver mudanças.

      Excluir
  4. o filme será lindo, disso tenho certeza, seu enredo comovente levará os telespectadores as lágrimas!
    eu mesma ja me vejo lendo
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. o filme será lindo, disso tenho certeza, seu enredo comovente levará os telespectadores as lágrimas!
    eu mesma ja me vejo lendo
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Esta é a primeira resenha que leio sobre o filme e estou devastada!!! Tenho o livro na estante desde 2013 e nunca me interessei muito em ler. depois que começaram a falar do filme e das premiações que ele estava ganhando, decidi ler, antes de ver o filme e agora, ao assistir o trailer, só o trailer, morri de emoção. Lindo demais!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Ivi, aproveita e pega este livro que você não vai se arrepender. O filme deve ter bem menos detalhes, claro, mas mesmo assim também é maravilhoso!

      Excluir
  7. Olá Greice, tudo bem contigo ???
    Menina ... Esse filme parece ser maravilhoso !!! Ainda não tinha tido a chance de pesquisar direitinho para saber do que se tratava esse filme, mas após ler sua resenha eu fiquei instigada, parece ser um filme incrível, fiquei pensando aqui como o livro deve ser. Ainda melhor acredito !!!
    Não sei quando terei a oportunidade de assistir ao filme, mas com certeza irei assistir. Adoro dramas, apesar de chorar como um bebê, eu os adoro. Quanto mais realista forem então fico ainda mais contente e animada para conhecê-los.
    Adorei a dica.

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tive a oportunidade de ler o livro, mas não consegui ficar longe do filme!

      Excluir
  8. Gente, esse filme é daqueles pra se assistir com uma caixa de lenços do lado. Quero assistir antes de realizar o Oscar.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  9. Olá
    Só ouço falar bem tanto do livro, quanto do filme.
    Parece ser uma história muito emocionante, sinto que vou chorar horrores. Quero ver se leio o livro antes de assistir ao filme pra não perder a graça heheehe
    beijos
    http://www.notinhasderodape.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Greice!
    Conheci o livro há algum tempo, ainda não li, e gostei de saber do filme. Parece ser mesmo muito forte, emocionante e fazer refletir muito. Quero assistir também, ótima resenha!
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Adorei sua resenha, o filme parece ser muito tenso e emocionalmente intenso. Com certeza, se eu assistir ao filme, vou chorar horrores também.
    Acho muito importante que obras de ficção tratem de temas reais e complicados como esse, abre um pouco nossos olhos para os horrores que algumas pessoas passam durante a vida.
    Adorei o blog!
    Beijos
    http://addictionforbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, eu sou uma chorona né. Acho que tudo o que eles passam é terrível e saber que isto é real é pior ainda.

      Excluir
  12. Olá, tudo bem?
    Eu estou LOUCA para assistir esse filme, vou acabar vendo em algum site online ou até baixando (coisa que eu não sou muito de fazer) não aguento mais esperar e a sua resenha só me deixou com ainda mais vontade de assisti-lo (nem sabia que isso era possível), enfim, espero conseguir vê-lo hoje mesmo, no mais tardar amanhã, hahaha.

    ✩ Voando Sem Peter ✩

    ResponderExcluir
  13. Eu estou muito ansiosa para assistir esse filme, também não li o livro, mas quero fazer a leitura igual. Eu quase chorei já com o trailer, imagina quando enfim assistir a adaptação? Esse negócio de sequestro, ainda mais por tanto tempo, é algo horrível. Espero poder assistir e ler em breve!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  14. Olá

    Um filme com um enredo tão espetacular e eu só vim ouvir falar dele no Globo de Ouro,ele parece ser muito bom e como você citou ele está sendo bem premiado, mas quero ler o livro primeiro é meio que uma mania que tenho, sem contar que gosto muito de livros com temas polêmicos,pretendo ler e ver o filme antes do Oscar, adorei o post.

    Bjss

    ResponderExcluir
  15. Greice eu tenho muita vontade de ver esse filme, o trailer já me deixa com lágrimas nos olhos, sua resenha também me fez sentir a intensidade do filme. Acho a história surreal e acredito que deva ser tenso assistir. Eu nem consigo expressar direito o que sinto quando falo do filme, preciso ver tudo para poder falar alguma coisa com coerência mas sei que irei gostar, não sei exatamente como serão as sensações e emoções, angústia e ódio serão predominantes no começo, mas quando ela consegue fugir eu acho que isso deva passar, não sei.

    ResponderExcluir
  16. Preciso me preparar para assistir a esse filme… O nível de tensão e o fato de trazer como tema algo tão pesado me deixou com a certeza de que preciso, pelo menos, levar meus lencinhos quando assistir. Que incrível enredo! Gostei das imagens em meio à sua crítica. A fotografia parece ter sido cuidadosamente produzida.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    Uma amiga está lendo o livro e almoçamos essa semana, falou muito e disse que está ansiosa para saber o final.
    Eu disse que não teria coragem de ler, deve ser muito forte e impactante. Vou procurar assistir o filme e chorar por ele todo.
    Espero que eles consigam se livrar desse homem que mantem eles em cativeiro e tentar ter uma vida melhor.
    beijos

    ResponderExcluir
  18. Que história triste! O filme parece ser bem intenso e fazer a gente refletir sobre a maldade que existe no mundo.
    Agora quero ver o filme e ler o livro também. Vou ficar de olho pra ver se irão lançar no cinema daqui.

    http://simplesmentelivs.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olha eu ainda não vi esse filme, mas tem muita gente comentando. Eu até vou ver se vejo também, porque nem o livro eu cheguei a ler e acho que tenho que confessar que eu me identifiquei um pouco com a estória em si, porque eu sou do tipo que fica muito fechada dentro do quarto e preciso sair mais. Depois do término do meu namoro de 8 anos acabei ficando mais na minha e isso não é bom pra mim, por isso estou tentando aos poucos fazer outras coisas para quebrar essa muralha dentro de mim e tentar conviver com outras pessoas. É horrivel ficar fechado, até porque você acaba caindo em depressão com o tempo e fica cansativo viu? Mas eu acho que devo assistir esse filme por conta de mim mesmo pra ver como é e tudo, porque pra gente já é complicado, imagina para uma criança? O.o


    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/3-anos-de-muito-amor-e-dedicacao.html

    ResponderExcluir
  20. Olá... Greice....
    Vejo muitas resenhas positivas sobre esse filme... na verdade o filme traz uma história bem triste e intensa.. o sequestro e o abuso... fico pensando nas dificuldades dessa moça... no momento da criança nascer... sem nenhum tipo de apoio e somente um pervertido que acha que está fazendo a coisa melhor da sua vida prendendo alguém... infelizmente ninguém está livre de um sequestro... nem criança e nem adulto e esse filme mostra claramente isso... confesso a você que tinha evitado de assistir o trailer, mas decidi assistir em sua resenha... e já chorei... acredito que vou chorar o filme inteiro rs.
    Xero!!!!

    http://www.minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Já tinha ouvido falar do livro e do filme e eu preciso muito assistir.
    Sei que também vou chorar do início ao fim, pois a história é muito tocante e cruel, posso dizer. Mas é algo que não posso deixar passar sem conhecer.
    Eu me emociono a cada resenha que leio...
    Abraços, Lara.
    http://www.imperio-imaginario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi Greice, eu estou dooooida para ver esse filme, eu sempre ouvi falar muito bem do livro e imagina minha felicidade quando soube do filme, eu amo essas tramas mais emocionantes e isso de alguém ser sequestrado e viver como se fosse em um cativeiro é o tipo de trama que sempre me emociona.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  23. Eu li mês passado uma resenha sobre o livro e fui correndo atras para comprar e notei que o livro tinha virado filme, pirei e fiquei ainda mais louca para ler logo, pois quero muito assistir o filme e cara, lendo sua resenha do filme fico ainda mais ansiosa.
    Realmente é uma história mais que emocionante, se vc que não se emociona facil chorou em quase todo o filme, imagina eu quero choro até em filme de comédia kkkkkkk
    Ameiiiiiiii

    ResponderExcluir
  24. Oieeee
    Tudo bom?
    Eu já vi algumas resenhas do livro que originou o filme e ainda não sabia da existência dele. Eu acho que assim como você iria chorar até o final, ainda mais com Jack de certa forma salvando a ele e sua mãe.
    Quero muito ver esse filme.
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Oiii
    Li esse livro tá com uns dois ou três anos mais ou menos,nem se cogitava a possibilidade de virar filme,é um livro forte,impactante e sei que o filme deva ser assim também, mas não curti muito a leitura,mas quero muito ver esse filme,não vou com muitas expectativas nem com muita sede ao pote,mas aquela vontadezinha tá grande aqui...hahahaha...

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/02/resenha-caixa-de-passaros-josh-malerman.html

    ResponderExcluir
  26. Greice eu tô preparando meu coração pra tanta emoção, porque sou uma chorona.
    Mas antes de assistir o filme quero ler o livro, e só de saber que uma história real e tão triste é narrada pelos olhos de uma criança já estou agoniada.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  27. Olá,
    Quando li a primeira resenha do livro O Quarto, fiquei chocada. Fiquei com vontade de ler, mas acho que ainda não me preparei para iniciar a leitura e nem para ver o filme, já que o trailer me deixou com lagrimas nos olhos. Depois da sua resenha, e ao ler sobre sua reação, acho que ainda vou demorar um tempo para tentar ler esse livro ou assistir o filme.
    Um beijo,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  28. Olá Greice,

    Não tinha conhecimento do filme e muito menos do livro, fiquei super curioso e quero conferir...ótima resenha e excelente dica...bjs.




    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  29. Oi Gre,
    Nossa que emocionante suas palavras, não vejo a hora de assistir esse filme e poder conhecer tudo que falou. Triste pensar que histórias assim não estão só na mente do escritor. Pois isso acontece até hoje e é difícil pensar que uma pessoa sumida pode estar sequestrada e sofrendo algo semelhante.

    Beijos
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos