11 setembro 2014

14

Loucamente Sua - Rachel Gibson! Dica de Livro #95!



Delaney Shaw é uma mulher decidida. Ao menos deveria ser aos 29 anos, com sua aparência esbelta, o corpo mais maduro, os cabelos em tons avermelhados e com olhos que chama bastante a atenção. Contudo não foi o que demonstrou ao retornar para o enterro de seu padrasto na cidade de Truly.

Truly é o tipo de cidade onde não há muitos estabelecimentos e, consequentemente, poucos habitantes. Desta forma, todo mundo acaba sabendo de tudo. Seu padrasto fora o prefeito daquela cidade por muitos anos e era aclamado e amado, mas Delaney o decepcionara demais e já fazia anos que não voltava para casa.

Quando sua mãe, Gwen, conheceu Henry Shaw, elas moravam em um lugar decadente, sendo que a pequena Delaney conheceu uma vida melhor a partir de seus 6 anos de idade, com seus cachos dourados e seu jeito inocente. Mal sabia que naquela época, Henry já tinha um filho que teimava em não reconhecer e que logo se tornaria um grande problema para ele.

Nick Allegrezza é filho de Benita. Uma mulher latina que perdera o marido em um acidente trágico e que em um acesso de carência foi convencida por Henry a entregar-se a um momento de paixão. A partir deste ponto, Nick não conseguiu convencer ninguém de que Henry era seu pai e a amargura de sua mãe só cresceria. Vivia agora em uma grande mansão na cidade, conseguida com seus próprios esforços em um empreendimento com seu irmão Louie.

Delaney não podia ver a hora de voltar a Phoenyx onde agora residia. Era cabeleireira e seu sonho era ter um grande salão para colocar em prática tudo o que aprendeu até então. Mas havia o testamento de seu padrasto para ser lido e após isto correria o máximo que pudesse para fora da cidade,

Aos 18 anos, Delaney se envolveu com Nick Allegrezza. O momento trágico que ela tanto desejava esquecer. Aquele homem, que naquela época estava com 22 anos transformou sua vida em um caos e então ela precisou fugir e ela não desejava mais se encontrar com ele, principalmente naquela cidadezinha minúscula.

Porém, o advogado foi direto ao ler o testamento. Ela precisaria ficar na cidade por um período de um ano para cuidar de sua mãe para ter direito a todos os seus bens e pior que isso, Nick Allegrezza precisaria ficar longe dela para ter direito aos seus. Enfim seu pai havia o reconhecido.

O que eles não contavam era com a súbita atração que os ligavam e os momentos que fazia com que se chocassem a todo instante. Algo uniu o destino, porém para a força terá que ser maior para separá-los.




Autora: Rachel Gibson
Título Original: Truly Madly Yours
ISBN: 9788563420282
Páginas: 343
Ano: 2012 - 2014 6ª Edição
Gênero: Ficção / Romance
Editora: Jardim dos Livros







 


Olha, eu demorei um certo tempo para ler os livros da Rachel. Os livros não, o livro. Até o momento só li este. Eu entrava no site da Saraiva que é onde sempre compro meus livros (sem preconceitos, mas sim porque gosto) e olhando as opções um dia achei este em promoção e não resisti. Pela capa não chamava muito a atenção. Pensava que seria um romance adolescente, uma coisa meiga e fofa, com animais de estimação e uma ou outra coisa a mais. Bem, não foge tanto assim.

Ainda não li outro livro da Rachel Gibson para poder fazer uma comparação, mas já comprei mais dois, então logo vou poder verificar a veracidade sobre o amadurecimento ou não da sua escrita. A história em si é bastante simples e para quem curte algo leve e sem muito enrolação este é o negócio da autora. 

O desenvolvimento está entre os personagens de Delaney e Nick. Delaney é a fadada garota que teve seu coração quebrado no passado e que agora tem um certo tipo de receio em se envolver com algumas pessoas, mas a característica que é demonstrada no livro é que Delaney se deixa envolver muito facilmente. Já Nick é o tipo durão, rebelde e que não perde tempo com as coisas, jogando sujo em diversos atos.

Certos momentos os personagens me cansavam porque Nick era chato demais e rebelde sem causa exageradamente e a Delany era toda bobinha, o que transforma a história em um caso repetitivo. Poxa, eu pensava: "Ou vai esse troço ou termina de uma vez!" Mas a autora enrola, e enrola e enrola. Talvez isto vanglorie a sua fama já que o livro está na sua 6ª edição, mas precisei respirar muito na leitura.

Outra coisa que não imagina é que houvessem cenas mais quentes. Cenas mais eróticas e até penso que isso traz um pouco mais de sal para os livros. Não são pesadas, mas acontecem. Imaginava que pegaria o livro, teria algo calmo e em ritmo leve e me deparei com as cenas. Não é um ponto negativo, contudo, porque são curtas e levam ao foco principal do livro. Porém se você já estiver um pouco cansada deste gênero como eu, vai ser meio chato.

Na verdade, a história poderia ter sido mais curta. A autora adicionou personagens e momentos para dar uma entonação melhor e para mostrar um convívio racional entre todos, mas alguns foram tão desnecessários que podem passar despercebidos. 

Um resumo: Livro leve, romance leve e final "bonitinho". Boa pedida! 








14 comentários:

  1. Oi Greice,

    Acho que o passar do tempo e o ritmo de leitura nos deixa mais críticas diante dos romances. Eu li dela sem clima para o amor a muito tempo e lembro que gostei, mas acho que hoje não amaria tanto assim. Eu ganhei esse livro de uma amiga e uma hora irei ler. Espero estar em um momento que não dê bola para o Nick...kkkk...mas adorei sua opinião. Claro que agora vou ler esse livro só daqui uns anos...porque tenho outras prioridades...kkk...bjus Elis

    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Tenho muita vontade de ler um livro de Rachel!
    Super completa sua resenha.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  3. eu li e adorei esse livro, mais do que nuca virei fã da autora!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Greice, que pena que não gostou do livro...
    Eu li há um tempo atrás e gostei. Mas, acho que é assim mesmo. Leitura depende muito do momento e pode ser que ao ler novamente, se é que algum dia o farei, eu não curta tanto assim... Vai saber?
    Gostei da sua resenha. Aprecio resenhas sinceras que nos situam bem na opinião do blogueiro.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  5. Sua resenha é super completa, muito boa! Pena que não gostou do livro. Eu nunca nem tinha escutado falar dele, confesso.
    Adorei aqui, adorei seu template.
    Estou seguindo. Beijos
    http://tudodeumapaixao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oie! Já me falaram muito bem dessa autora! Espero em breve ler algo dela!
    Bjs, se puder comentar nesse post ajudará muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/09/dark-house.html
    Nay =D

    ResponderExcluir
  7. Oi, Greice!
    Todos os livros da Rachel são assim, viu? Dificilmente mostrarão algo inovador ou uma história mais bem trabalhada.
    Por vezes, a meu ver, ela peca por sua simplicidade. Não explora tanto suas personagens e histórias.
    Já li três livros da autora, incluindo este. E por coincidência, este foi o que mais gostei. Os demais não me agradaram como eu esperava.
    Entendi bem sua opinião e gostei da resenha.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  8. Greice, embora seja uma leitura leve, acho que não gostaria do livro. Não sei. Li um da autora e não me prendi tanto.
    Talvez esse seja diferente para mim, posso até gostar.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 6 livros para escolher e 2 ganhadores.

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca cheguei a ler esse livro e confesso não ter vontade, eu não tenho vontade de ler nenhum livro dessa autora, me parecem ser todos muitos clichês.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá Greice!

    Lendo esta resenha agora foi que percebi que nunca li nada desta autora. Eu já tinha lido uma sinopse ou resenha já muito tempo e fiquei curiosa, mas acabou no esquecimento, afinal são tantos livros. Anotei para não esquecer de novo. Quero saber no que deu a armação do padrasto, apesar de ser bem romance de banca.
    Beijos
    www.tesouroliterario.com

    ResponderExcluir
  11. Olááá!
    ainda não li nenhum livro dela!
    fiquei curiosa com a leitura. acho que quando sabe dosar as cenas, familia, amor e desejo, o livro sempre acaba nos agradando mais.

    espero ter a oportunidade em breve

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
  12. Oi Greice a Gibson vem encantado meus olhos com suas historias, conheci ela recentemente mas já arrebatando meu coração com as resenhas que veio lendo, a sua me garantiu que uma boa leitura me aguarda!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  13. OI Greice

    Também li apenas um livro da Rachel, mas acho que essa escrita leve e fofinha é padrão da autora. Seu estilo é bem romance de banca e eu gosto bastante de livros assim para uma leitura descontração.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  14. Vou ler mais dois que tenho em casa e vamos ver qual será a minha opinião depois delas. :)

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos