28 julho 2014

19

Minha Vez de Brilhar - Erin E. Moulton! Dica de Livro #89!


Indie está no último de aula da quinta série e não vê a hora das suas férias de verão na cidade de Plumtown. Seu estilo mais descolado, sem se preocupar com o visual e adorar estar junto com o pai na pescaria ou quando vai ao mar, faz com que as outras meninas não gostem muito dela e que a olhem com cara de nojo, já que tem fama de estar sempre mal cheirosa por causa de seu entrosamento com os peixes.

Indie sabe imitar qualquer tipo de peixe e sabe de cor todos os nomes. E é isso que faz quando está nervosa, com medo ou fala nome por nome quando quer ver o tempo passar. Mas sua irmã mais velha, por apenas dois anos, Bibi já não acha mais graça desta brincadeira e agora quer estar no time das meninas que se vestem bem e são populares.

Então, no último dia, sem querer, o bicho de estimação de Indie, uma lagosta dourada, que é rara por se achar somente uma em cada um milhão, esconde-se em sua mochila e a menina encontra-a no meio do horário do recreio. Apavorada e com medo de que sua querida lagosta chamada Monty Cola vá morrer por causa da falta da água, ela a guarda em sua camiseta. Isso até chegar o horário das brincadeiras, quando Monty aparece para fora da camiseta e apavora todas as crianças.

A partir deste momento começa uma luta para que Indie consiga fugir e levar a lagosta até a praia de Crawdad. Porém quando Indie coloca a lagosta para banhar-se, a mesma leva um susto e perde uma de suas pinças principais e além disto, Indie não consegue mais achar a lagosta. Apavorada, a menina começa a chorar e percebe que talvez nunca mais verá sua grande amiga, pois ela está sozinha novamente no oceano e sem proteção.

Mas durante as férias, quando Indie acompanha sua irmã a um curso de teatro, ela conhece Sloth e Owen, duas pessoas meio diferentes e malucas, cada um com seu estilo e que não agradam os mais populares. E são eles que farão com que Indie transforme o sonho de encontrar a sua lagosta em realidade. Construir o Mary Grace II e o momento como seu pai encontrou a lagosta pela primeira vez será refeita para tentar resgatar a felicidade da menina novamente.


Autora: Erin E. Moulton
Título Original: Tracing Stars
ISBN: 9788581635033
Páginas: 288
Ano: 2014
Gênero: Ficção / Aventura
Editora: Irado / Novo Conceito












Quando recebi este livro da editora e vi a capa, foi impossível não me apaixonar. O título já dá aquele toque de que parece uma obra de romance ou algo em que o personagem faz ou toma uma atitude que acaba se tornando uma lição para o leitor. Não é totalmente isto que acontece, mas passa muito perto. 

Na verdade para quem já estava lendo outras obras do selo Irado, como eu, vinha imaginando as obras um pouco mais do que infantis ou infanto-juvenis, que foi o caso da Boneca de Ossos. Mas Minha Vez de Brilhar é bastante infantil. Partindo do pressuposto de que a personagem é uma menina que cursa a quinta série. Claro, poderia ser algo bem mais adulto, mas não. E isto é encantador para quem tem a média de idade que é o que o selo Irado propõe.

A história fala de uma garota que não é bem vista pelo fato de gostar muito de peixes e estar sempre com eles e desta forma, sua irmã ser a mais "querida" por todos e estar sempre no foco e chamando a atenção. Não pelos pais, que vêem as duas garotas da mesma forma, mas pela sociedade da cidade. 

O legal é que o animal de estimação da personagem é uma lagosta dourada, que dá uma diferença na história, já que tem seu estilo próprio e mostra que tanto como sua dona, também é bastante diferente mas nem por isso deixa de ser brilhante. E a partir da fuga da lagosta, a autora começa a mostrar que os personagens que são mais "esnobados" pelos outros são os que se mostram mais afeiçoados pela busca à lagosta e unem-se neste objetivo.

Para quem tem uma criança, este livro é um ótimo presente pela história e lição que carrega. Não desenvolve nenhum tipo de perfil de certo ou errado. Não trata nenhum personagem como bonito ou feio ou faz comparações cruéis. Claro que tem sutilezas para demonstrar as diferenças do motivo no qual alguns personagens não são aceitos, mas de forma leve e que dá uma perfeita sintonia. É leve e criativo, mas nada muito perfeito.

É uma boa pedida para quem está iniciando na leitura. A narrativa é sincera, os capítulos são curtos e fáceis e sem contar que a diagramação e o estilo é lindo demais. Se não for pela história, com certeza será pela bela obra a ser guardada. Duas belezas pelo preço de um. Achei justo e muito bem-vindo!






19 comentários:

  1. Estou apaixonada por essa capa! *-*
    E sabendo que é uma leitura sincera, como você disse, acho que vou ler!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Greice,

    Esse livro esta na minha lista de espera de leitura e espero gostar também, apesar dos detalhes estou super curioso...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá!! Achei bem infantil, como você disse, e infelizmente não consigo ler histórias assim :/ Tentei com Extraordiário e já achei bem infantil também. Mas tenho certeza que é um alinda história e vou indicar para minha irmã ler!!
    Adorei a resenha :DD

    Beijão - Naty

    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olááá Greice!
    Acho esse livro uma graaaça! Espero ter a oportunidade de lê-lo em breve... mas a lista está graaaaande!
    Que bom que você gostou, uma leitura leve e sincera sempre conquistam não é mesmo? :)

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
  5. Oii Greice! Eu gostei muito da capa desse livro, sério, é sensacional! E a história também parece ser muito doce e gostosa. É uma boa dica de presente também!

    Beijos
    Nati

    www.meninadelivro.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ah eu quero muito ler esse livro, todo mundo comentando sobre ele.

    Bjs
    http://amordelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que capa maravilhosa é essa? E a história parece ser tão fofa quanto a capa. Com certeza vou dar de presente para minha sobrinha, mas vou dar um jeitinho de colocá-lo na minha estante depois que ela ler hehehehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Oi Greice!
    Esse livro parece ser bem leve e gostosinho de ser lido. Pela sua resenha, é um livro infantil, mas adorável. Isso não me incomoda tanto. Acredito que gostarei.
    Essas histórias sempre me passam uma sensação muito agradável durante a leitura.
    Gostei de saber sua opinião. :)
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  9. Oie! Parece ser um bom livro! Vou procura-lo para ler!
    Bjs, se puder comentar nesse post ajudará muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/07/outlander-viajante-do-tempo.html
    Nay =D

    ResponderExcluir
  10. Oi Greice! A edição é linda mesmo, um capricho, quanto a história eu gostei, mas não me capturou no começo, contudo com a entrada da protagonista no trabalho no teatro e sua interação com Owen, o ritmo ficou melhor e aí sim eu gostei.
    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  11. Oi Greice, tudo bem?
    A autora foi perfeita na minha opinião, em escolher uma lagosta dourada, diferente das demais,para fazer uma paralelo com a menina que também era diferente das demais. Você já percebeu, que não importa a nossa idade, não importa o ano em que vivemos, o homem nunca evolui nesse assunto, as pessoas estão sempre tentando ser aceitas. E o que mais dói é ver que crianças passam por isso. É sempre uma disputa de território. Parece ser uma linda história, mesmo que seja infantil.Já fui conquistada só lendo a resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Greice!!!
    Adorei a dica do livro!!!!
    Sensacional! Com certeza vai pra minha listinha de desejados! Obrigada pela dica!!

    Beijinhos,
    Gio - Clube das 6
    Corre lá no blog, porque hoje é quarta feira, e quarta feira é dia de vídeo!
    bit.ly/1k6UbxO

    ResponderExcluir
  13. Gente, dá uma vontade danada de ler. Vou comprar, com certeza.
    Curtindo e seguindo o blog.
    Quando puder, faz uma visitinha lá no meu cantinho. Bjs
    http://educareeduc.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Greice, tudo bem?

    Eu também recebi esse livro mas fiquei com um pé atrás, sabe? Achei a história muito, muito infantil mesmo. Mas é assim: Como o selo #Irado é para infanto-juvenis, tenho de ler com os mesmos olhos que uma criança. Creio eu.
    Vou dar uma chance em breve. Ótima resenha!

    Abraços,
    Carol - EDF
    http://www.estantedasfadas.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Greice, acredita que eu não conhecia este selo Irado? Acho que não é um tipo de selo que eu identifique muito... Por mais que este livro me chamou muita atenção pela sua premissa e principalmente pela capa hahaha

    Abraços
    www.booksever.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Apesar do selo ser voltado para o público infantil, sou louca para ler uma obra dele *-* Não consegui ler Boneca de ossos ainda, e com esse lançamento fico na dúvida de qual comprar primeiro! Os dois parecem sensacionais de jeitos dferentes, rs!!

    Beijo grande.

    Thati;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
  17. Pois é gente, a leitura mesmo sendo infantil, em alguns momentos nos ajudam a entender o mundo das crianças e as diferenças que também as atinge! :)

    ResponderExcluir
  18. Oi Grace,
    Gostei da capa do livro e pela sua resenha, a trama parece ser bem leve, necessárias quando passamos por uma ressaca literária.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Morro de vontade de ler esse livro e quero muito muito muito ver a série

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos