14 julho 2014

15

Meu Nome é Memória - Ann Brashares! Dica de Livro #86!



Daniel foi um homem que viveu muitas vidas. Sua primeira lembrança é do ano de 541 D.C., onde não sabia muito sobre nada e acreditava que sua existência era meramente bobagem. Naquela época vivia no norte da África e as batalhas para conquistas de território era frequentes.

Nesta época seu irmão já era uma pessoa que gostava de guerrear e se sentia muito influente. Foi ali, naquela primeira vida, após atacarem um povoado erroneamente, que ele descobriu a sua alma gêmea e a forma de como se sentiu culpado em matá-la despropositadamente.

Lucy é uma garota não muito popular na escola. O ano é 2004 e o estado é o da Virgínia nos Estados Unidos. Lucy está no final dos estudos e pronta para a formatura do terceiro ano. Ela sempre tentou ser a menina certinha, pois a marca que sua irmã deixou na vida de seus pais foi a mais dolorida possível.

A única coisa que a perturbava era um garoto na escola: Daniel. Um garoto que quase não conversava com ninguém, que tinha um jeito fechado como se pensasse ou estivesse em outro mundo o tempo inteiro. Isso a intrigava demais. Mas Lucy tinha um plano: conversar com o garoto no dia da festa de formatura.

Chegado o dia da festa de formatura, algo aconteceu. Uma briga entre alunos rivais fez com que Lucy acabasse numa sala, escondida, e lá estava também Daniel. Mas ele falava sobre como a amava, como sempre esperou por ela e como ela prometera encontrá-lo. O problema é que não a chamava pelo nome correto e sim por Sophia.

Não estava certo. Ela não era Sophia! Daniel estava enganado. Estava bêbado? Que conversa era aquela de promessas? Assim, Lucy se sentiu apavorada e correu para fora da festa e para longe de tudo sem entender que no passado, em outras vidas, realmente havia sido Sophia, havia sido Constance e muitas outras e, sim, prometera voltar para ele.

Mas o único que possuía a grande memória, o poder de lembrar-se de tudo era Daniel e mal sabia ele que também seu irmão Joaquim, que estava à procura dos dois para uma doce vingança aguardada há séculos.

Agora Daniel não só precisará fazer Lucy lembrar-se, como também a proteger das dores que lhe serão causadas caso seja encontrada. O tempo será seu grande inimigo.


Autora: Ann Bhashares
Título Original: My Name is Memory
ISBN: 9781052083
Páginas: 280
Ano: 2014
Gênero: Ficção / Romance 
Editora: Suma de Letras








Pois bem, não sei ao certo o que esperava do livro, mas posso garantir que era realmente o que li. A sinopse e a premissa me encantaram desde o início, sem falar que a capa me fez imaginar um romance de diversas vidas. E não fica muito fora disto, porém considero que a história deste livro está mais voltada para uma questão de auto-ajuda pelas belas palavras. Como assim?

Certo. O livro é dividido e intercalado em capítulos entre os personagens de Daniel e Lucy. Em momentos conta a vida atual de Lucy e Daniel se encontrando e vivendo normalmente suas vidas e outros capítulos, (que considero os melhores), conta as vidas que Daniel teve e, nestes capítulos tem diversos momentos de reflexões sobre vida, morte, arrependimentos, escolhas, etc.

Contando as vidas de Daniel, a autora usa contrastes da história que deixam o livro mais interessante, mas quando tenta passar para o romance parece que a mesma desmorona a ideia principal e a narrativa não engrena.

A capa foi bem elaborada, mas se for comparada com as duas cima, a primeira que se passa no deserto está bem mais condizente com a história, pois reflete momentos da vida do casal. A capa nacional reflete pouca coisa, apesar de bela.

Mas o que mais me entristeceu realmente foi o final. Eu realmente não o entendi. Sim, não entendi! Quando estava terminando, eu virei a última página e vi que a história tinha terminado eu pensei: "O quê?", porque não conseguia acreditar que o final tinha sido aquele depois de todo o enredo. Fiquei imaginando se talvez tivessem esquecido de colocar mais folhas com o final da história, mas terminar assim? Se a autora pensa em concluir ela com outro livro, não vou entrar nesta. A não ser que seja um livro somente com a vida de Daniel.









15 comentários:

  1. Wowww, que bacana esse livro. Adoraria ler, mas minha lista de livros para serem lidos está grandes e terei só 20 dias de férias :/

    Beijos, Ana K | http://universoaoquadrado.blogspot.com/

    ResponderExcluir

  2. Oi Greice!
    Esse livro tem uma história que lembra o espiritismo por causa das vidas passadas né? Ai não me interessei, por causa disso.
    Beijos

    http://garotasbacanas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Acho que o final vai me fazer não gostar do livro, mas pela sinopse parecer ser muito bom!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Greice!
    Estou louco para ler esse livro. Conheço a escrita da autora porque já li outros livros da autora e estou curiosíssimo a respeito dessa nova obra.
    É uma pena que você não tenha gostado tanto e o final tenha sido vago. É uma pena mesmo. :/
    Gostei de saber sua opinião. (:
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela resenha Greice! Estou ansiosa para ler Meu Nome é Memória! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  6. O livro parece interessante mas fiquei receosa com o final. E como minha lista está enorme, vou ter que passar por essa leitura.

    Bjim!

    Tammy - Livreando

    ResponderExcluir
  7. Oi, Greice!
    Adorei a premissa do livro, adoro histórias que envolvam vidas passadas, acho fascinante! E com romance, fica perfeito né! Rsrs.
    Esses livros que nos prendem até o fim e tem esses finais sem pé nem cabeça me deixam furiosa. Pra mim, é de propósito, o autor quer mesmo nos deixar fulas da vida! Hahaha. Quando acontece comigo, nunca mais leio nenhuma obra do engraçadinho.

    Te marquei em uma TAG lá no blog, chamada Book Cake. O post sai às 9h e vou gostar muito de ler suas respostas, quando você puder postar! =)
    Beijos,

    Mari Livros & Nerds

    ResponderExcluir
  8. nao ocnhecia esse livro... mas o resumo mostra que deve ser bem interessante, gostei!
    bjs

    Sachê e Bombom

    ResponderExcluir
  9. Pois é, todo mundo tem uma ideia diferente, isso é que é o mais legal! :)

    ResponderExcluir
  10. Eu não conhecia esse livro, mas me interesso muito por esse assunto de que ele trata. Minha mãe, que também gosta do gênero, provavelmente iria gostar mais do que eu, então vou indicar para ela :) Beijos e tenha uma ótima semana :D!!!
    maluquice de garota
    página no face
    página no Twitter

    ResponderExcluir
  11. Oiee ^^
    Não conhecia o livro, mas a sinopse não me deixou muito curiosa para lê-lo, e ver que o final não é lá tanta coisa me desanimou ainda mais. Acho que o não o leria.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi, Grace, tudo bem?

    Gosto de livros com capítulos intercalados. Para mim esses são os melhores. E é tão bom quando a leitura corresponde a nossa expectativa, né? *-* Adorei a resenha

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Greice

    Já tive essa sensação de "abandono" quando estava lendo um livro. O final chega, mas a história ainda não estava pronta para acabar e você fica pensando que estão faltando páginas.
    Esse autora é super bem elogiada e eu tenho muita vontade de ler algum de seus livros.
    Agora, com certeza não será esse o primeiro.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  14. Oie...

    Não conhecia o livro, não gostei muito da capa. Adorei a resenha e a sinopse é bacana. Vou dar uma pesquisada e ler mais algumas resenhas, por hora não seria uma leitura agora e sim pra depois.

    Beijos!

    Cintia

    http://www.theniceage.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Eu me impressionei com as opiniões de vocês, porque o importante é sempre ler para ver como vai ser a opinião de cada um. O livro é legal, mas como disse, o final....

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos