18 dezembro 2013

4

A Assinatura de Todas as Coisas - Elizabeth Gilbert! Dica de Livro #48!


Henry Whitaker é um homem que foi obrigado a passar por muitas privações por conta de um poderoso homem de Londres, que o fez viajar mundo afora para ir atrás de espécies botânicas que não existia naquela época em sua fazenda em Kew e como este homem era compulsivo por novas espécimes, fez Henry encarar doenças, frios terríveis e calores insuportáveis ara ir atrás de plantas que pudessem deixá-lo cada vez mais rico.

Mas Henry foi mais esperto e decidiu seguir seu próprio extinto. Juntou seus conhecimentos e o que havia colhido de espécies e primeiro rumou aos lados quentes da Ásia para criar plantações que dessem grandes lucros. Ao fazer isto, foi até a Holanda achar uma boa esposa para que criasse uma família feliz nos Estados Unidos. Conseguiu conquistar Beatrix, uma mulher inteligente e que queria ir embora de sua terra o quanto antes.


Ao chegar na Filadélfia, todos logo ficaram sabendo de Henry, o grande e rico empresário que sabia como fazer negócios e que tinha uma grande fazenda com todos os tipos de plantas. Lá criou estufas para o estudo de plantas medicinais, remédios e tudo o que pudesse enriquecê-lo ainda mais.

Foi quando Alma nasceu. A menina que aos olhos do pai era uma menina feia, desengonçada e que não chamava a atenção, mas que se mostrava completamente inteligente e com uma capacidade intelectual sem comparações. Aos poucos Alma foi aprendendo línguas, aprendendo sobre as plantas, sobre o mundo, mas sem sair de White Acre, o nome da fazenda onde vivia. Não precisava, o mundo ia até eles. Pessoas das mais famosas estavam sempre por lá. Mas Alma queria mais, ansiava por todo o conhecimento do mundo e aos poucos foi se tornando uma grande botânica.

Até o dia em que uma menina de sua idade, prestes a correr risco de vida foi adotada por sua família. Prudence não tinha seu dom nem sua inteligência, mas conquistou sua família com sua afabilidade e doçura. 

Após a prematura morte de sua mãe, George Hawkes, o grande amor de Alma resolve casar-se com sua melhor amiga e partir seu coração, ao mesmo tempo em que Prudence, sua irmã, casa-se com seu professor abolicionista e quebra toda a vida da família. Alma se encontra sozinha novamente. Se dedicou imensamente ao estudo dos musgos, publicando livros e contos, mas isto não bastava.

Até que um famoso pintor surge em seu caminho. Ambrose Pike era um anjo. Logo se apaixonaram e se casaram. Mas Ambrose tinha um grande problema que foi descoberto em seguida e o que Alma poderia fazer para encobrir tudo seria mandar Ambrose para as antigas plantações de seu pai no Taiti. 

Após a morte de seu pai, que resistiu aos mais de 90 anos, Alma precisava saber o que havia acontecido a Ambrose Pike, já que sua morte havia sido anunciada. Seu coração ainda batia por aquele homem. E assim Alma decidiu viajar o mundo e nunca mais voltar.

O que sobraria para Alma? O mundo fora cruel e o destino poderia revelar grandes segredos. Mas Alma estava preparada.


Autora: Elizabeth Gilbert
Título Original: The Signature of all Things
ISBN: 9788579622601
Páginas: 515
Ano: 2013
Gênero: Ficção /  Romance
Editora: Alfaguara






Como pode notar as capas são iguais e tem tudo a ver com o contexto do livro, sobre a botânica do que Alma, a personagem principal busca, sobre os musgos que ela estuda avidamente. 

Este livro é bastante longo com suas 515 páginas. No início achei ele meio parado porque parecia que nada saia do lugar e que a história não iria de desenrolar de uma forma graciosa. Ele tem uma bela propaganda por ter sido escrito pela autora de Comer, Rezar, Amar mesmo eu não tendo lido este livro.

Quando aos poucos as ideias começam a se encaixarem é simplesmente impossível parar de ler o livro. Demorei acredito que uma semana para lê-lo pela quantidade de páginas e pela falta de diálogos e por ser um livro totalmente descritivo e narrado pela querida Alma. Mas como é lindo. 

Inicia pelos anos de 1760 com o nascimento de seu pai e logo vai pulando para alguns anos seguintes até chegar ao nascimento de Alma. e o que mais me fascina é o quanto a autora pesquisou sobre tudo, sobre as doenças, sobre as descobertas das décadas, sobre a crise abolicionista, sobre a guerra, sobre as crises. Eu amo este tipo de história em livros e como o mundo foi percorrido durante este período.

Certamente cada personagem tem seu estilo de ser. Um pai duro e que briga com todos à volta. Uma mãe que não aceita desigualdade e uma filha que não sabe nada sobre as coisas à volta pois nunca saiu da chácara onde vive.

Tenha a oportunidade de se jogar nesta leitura e viver num momento maravilhoso. É algo para se guardar no coração. Elizabeth me conquistou e Alma me fez ver que o mundo é muito maior do que o que se tem em nossa volta!




4 comentários:

  1. Ooi, Greice!
    Adorei a dica de leitura. Não conhecia esse livro da autora. Na verdade, dela eu só li o Comer, Rezar e Amar.
    Vai entrar na minha listinha de desejos!
    Sucesso!
    ;**

    ResponderExcluir
  2. Nossa me empolguei aqui Greice, adoro tuas resenhas vc já sabe né.. mas fiquei com muita vontade de ler este livro.

    Oooh menina saudades de tiiii :/
    Beijooo grandeeee e um abraço bem apertado \o/ \o/

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho na verdade ganhei a tipo um dia,mas depois dessa resenha eu vou ler. Agora!

    ResponderExcluir
  4. Fiquei impressionada com a quantidade de pesquisas que a autora fez para escrever este livro que mistura uma bela história de amor e aventura à fatos verídicos da ciência e botânica. Elizabeth Gilbert também fez uma brilhante pesquisa sobre casamento para escrever seu livro Comprometida, eu eu adorei! Ela mostrou as diferenças e semelhanças que há nos casamentos em diversas cultura, e também mistura dados com sua vida pessoal e de sua família. Incrível!

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos