23 julho 2013

0

Dica de Livro #6: A Improvável Jornada de Harold Fry!

















Em uma dia pela manhã quando Harold pensava na sua vida e voltava ao passado para tentar imaginar onde tudo havia parado, uma carta de uma antiga colega de trabalho chega com uma notícia inesperada: a de que estava com câncer terminal e que sentia saudades.
Maureen, esposa de Harold o viu escrever uma carta de resposta e sair porta afora para colocá-la em um correio mais próximo.

A partir daí começa uma grande jornada já que Harold decide fazer a diferença e caminhar até onde sua ex-colega se encontra para falar diretamente a ela tudo o que tinha guardado durante todo este tempo, o agradecimento por muitas coisas em que ela sempre o apoiou pois Harold luta bravamente com a saudade de seu filho David, que evita contato com o pai e que somente Maureen conversa com o filho, mas nunca os visita.

Harold parte em sua missão sem levar nada de roupas, objetos pessoais, celular ou coisas do gênero. Harold começa uma peregrinação que coloca sua vida e sua fé em dúvida e que pode não chegar ao destino final.


Autora: Rachel Joyce
Editora: Suma das Letras
Páginas: 248
Gênero: Ficção



Ao começar a ler A Improvável Jornada de Harold Fry, confesso que a leitura me entediou um pouco pois parecia que seria uma leitura de um peregrino em busca de salvação.
Ao virar de cada página, porém, o rumo que a estória toma é totalmente diferente pois vão surgindo personagens que se unem à narrativa e que fazem uma grande diferença em cada ligação de fatos; Desde a garota do posto de gasolina até o cachorro que segue Harold e o faz crer que deve seguir em frente o máximo possível.

Com esta jornada muitas pessoas conseguem descobrir a verdade sobre suas e também mostra um lado interessante de como as pessoas má intencionadas se aproveitam das de bom coração.

É um círculo de emoções impossível de parar de ler pois você se imagina andando ao lado de Harold e torcendo para que ele não desista e que Queenie aguente viva.












Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos