29 julho 2013

3

Cruzando o Caminho do Sol - Corban Addison - Dica de Livro #9!


Ao pensar no tempo que demorei para começar a ler este livro, tenho vontade de me dar uns tapas. Eu olhei o nome do livro, a capa, a sinopse e pensei que seria chato, demorado e o coloquei de lado para outras leituras. E que grande erro cometi!
Sabe quando a gente corta o cabelo de uma certa forma achando que vai ficar parecida com a Angelina Jolie e acaba ficando parecida mais com um Brad Pitt e se arrepende eternamente? Bom, foi este tipo de arrependimento que eu tive. Não que o Brad Pitt seja feio, deixo claro...

No início da história, para dar começo a tudo, as duas irmãs, Sita e Ahayla mostram um pouco da vida na Índia antes do fatídico tsunami que arruinou grande parte da região. E é com este fato que tudo se inicia.
As irmãs tem uma família de bons bens financeiros, são muito felizes mas, de repente, são envoltas na narrativa do tsunami que as obriga ir em busca de auxílio.
Não fique pensando que vai ser um livro sobre um tsunami e uma vida em volta disto porque tudo termina por aí.
Elas conseguem assim a ajuda de um amigo de seus pais que não as leva onde desejam e sim a um lugar estranho que elas não sabem porque estão indo lá ou o que sequer irão fazer lá.

Do outro lado do mundo, surge Thomas Clarke, um advogado que está em busca de sua real identidade pois após a perda de sua filha de apenas seis meses de idade, sua mulher resolve voltar para seu país, a Índia. Thomas, induzido a tirar um ano sabático e após presenciar um sequestro em plena luz do dia de uma menina doce e encantadora que não foi solucionado, resolve ir trabalhar em uma ONG na Índia para tentar recuperar Priya e seu coração.



E é nessa fusão que as duas histórias se juntam. Thomas vai trabalhar em uma ONG que luta contra o tráfico internacional de mulheres e é o que acontece com as irmãs. Elas são condenadas à prostituição e impostas aos mais dolorosos desafios.




Autor: Corban Addison
Gênero: Ficção
Páginas: 447
Ano: 2012
Editora: Novo Conceito



O autor Corban Addison tem como profissão a advocacia, o que acredito ter facilitado muito na narrativa de certas situações pois tem momentos em que quis chorar pois elas e outras meninas são colocadas em situações de mais puro desespero.
O livro não deixa de ser uma narrativa real pois sabemos que isso acontece diariamente com milhares de mulheres pelo mundo afora, que são ameaçadas, espancadas e mortas em um negócio sujo.
Mas o livro narra de uma forma dura esta vida e tudo o que acontece, principalmente com adolescentes.
A conexão com um fato e outro é digno de aplausos pois tem sempre nexo com as situações.
É um livro de reflexão e demonstra como países lidam com cada situação.

Valeu cada página lida!











3 comentários:

  1. Oi linda..
    Bem minha cara este livro. Novo conceito arrasando nos livros.

    Que booooom, consegui comentar.
    Pensei no que disse e baixei um novo navegador e então consegui. A Explorer tava me dando alguns problemas. Era isso mesmo.
    Que bom.


    beijos
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Este livro realmente é muito bom! Adorei cada página!!!!

    ResponderExcluir
  3. Aiiiii sou loooooouca para ler esse livro desde o seu lançamento, mas ainda não tive a oportunidade, infelizmente... :(

    A história é parece muito interessante e o autor, então?! Um lindoooooo! rsrsrs

    bjoss

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos