10 setembro 2012

6

Resenha: A filha da minha mãe e eu!

Sinopse:
Sensível e tão real a ponto de fazer você se sentir parte da família, A filha da minha mãe e eu conta a história do difícil relacionamento entre Helena e sua filha, Mariana. A história começa quando Mariana descobre que está grávida e se dá conta de que, antes de se tornar mãe, é preciso rever seu papel como filha, tentar compreender o de Helena e, principalmente, perdoar a ambas. Inicia-se, então, uma revisão do passado – processo doloroso, mas imensamente revelador, pautado por situações comoventes, personagens complexos e pequenas verdades que contêm a história de cada um.


MINHA OPINIÃO:

Quando li o título da obra, para ter uma ideia, estava com um pensamento de que seria aquelas obras sobre temas em que sempre nos pegamos pensando: “Minha mãe é sempre assim, ela não muda”.

Mas será que em algum momento de nossas vidas já paramos para avaliar o que seria de nós quando nos tornarmos mãe? Ou para quem já é mãe, será que não somos exatamente como as nossas?

Mariana é uma mulher que se descobre grávida e começa a relatar todas as suas experiências com sua família, especialmente com a sua mãe, desde seu nascimento.

Relata com grandes detalhes como se sente em relação a sua mãe preferir o seu irmão, por mais que o ame muito.

Um momento extremamente marcante é quando Mariana se apaixona por seu professor da faculdade e depois descobre que se meteu numa enrascada e resolve fugir dele e assim, o professor para se vingar,volta, tenta conquistar a mãe de Mariana somente para se aproximar novamente da filha e chantageá-la.

Este livro conta momento cruciais que todos devemos ler e ter como uma lição: momento de separação, da luta de uma família para fazer um filho sair das drogas, de aborto, de adoção, de abandono.

Sabe-se que também o pai tem uma imagem importante neste livro, pois completa o círculo familiar que faz esta história se tornar um grande laço de ternura.

É o tipo de livro que toda adolescente deve ler para aprender a estar atenta a todo tipo de perigo que o mundo oferece e que todos os pais deveriam ler para indicarem aos filhos a melhor forma de conversar com eles.

É um livro completamente envolvente e fácil de ler pois utiliza uma linguagem acessível.
Tem o encanto e o amor de uma mãe que protege seu ninho, mesmo que seja a sua forma de amar e de demonstrar o seu amor.
Um livro com uma estrutura psicológica bem montada.

A Filha da minha mãe e eu é um livro da Editora Novo Conceito e escrito por Maria Fernando Guerreiro.


Beijos,

Greice Negrini




6 comentários:

  1. Muito legal dica anotada.
    Bjos

    Aline
    http://comprasdemulheres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oii Greice, lindona saudades também, obrigada por colocar meu blog aqui, o seu continua na minha aba de indicação. Adorei a resenha do livro, fiquei curiosa pra saber o que aconteceu com o rolo do professor hahahaha.

    Beijão

    ResponderExcluir
  3. não conhecia, parece ser legal =)
    bjaao
    www.girlstylish.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Greice,

    Ah está na minha fila, eu assisti uma palestras com os autores nacionais da NC na Bienal de SP e fiquei encantada, preciso ler logo.

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Sempre fui louca por esse livro, confesso que mais pelo título e a capa. Já li algumas resenhas não muito positivas e depois da sua a minha esperança voltou a aparecer por ele. XD
    Quero lerr!!
    bjss

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos