30 setembro 2011

11

Dica de Filme: A Casa (La Casa Muda)!

Eu escrevo e falo milhares de vezes por aqui e por quanto mais for preciso: Amo filmes de terror e assistiria todos os dias se pudesse. Nada melhor do que ficar levando sustos e nervosa? Ah, podem pensar que é ruim, mas um pouco de adrenalina sempre faz bem!

Um dia lendo a revista Veja li uma reportagem sobre este filme, A Casa, e fiquei super interessada pela proposta diferenciada que apresentava: ser filmado em uma tomada só, com uma única câmera.
Quem pensa que é estilo As Bruxas de Blair está meio certa, mas não o foco é um pouco diferente e é onde se encaixa a maravilha deste filme.

Estou tão acostumada nos clichês de filmes de terror que me acostumei a cada cena que acontece nos filmes, mas neste elas são diferenciadas e a história, que diz ser baseada num acontecimento de 1944, é muito bem contada.
Para terem uma ideia, eu precisei parar o filme pois estava com ânsias de tão nervosa que fiquei. Não se trata de um filme de terror nojento e sim de um terror psicológico.
Sabe quando você tem medo de tantas coisas e justo aquilo que mais te apavora está acontecendo ali na sua frente?


Primeiro é necessário prestar atenção em todos os detalhes, que são muito ricos. Em segundo lugar uma combinação de fatores, para quem achar que a história está mal contada, pode acabar se surpreendendo e MUITO na parte final da trama.


Sinopse:
Laura e seu pai Wilson se hospedam em uma casa para avaliá-la, já que seu proprietário vai colocá-la à venda em breve. Eles passam a noite na casa para começarem o trabalho na manhã seguinte. Tudo parece ir bem, até que Laura ouve um barulho que vem de fora e fica cada vez mais alto no andar superior da casa. Wilson vai ver o que está acontecendo, enquanto ela permanece sozinha lá em baixo esperando o seu pai voltar. O enredo é baseado em uma história verdadeira que aconteceu em 1944 em um pequeno vilarejo do Uruguai. O filme mostra os últimos 78 minutos, segundo por segundo, em que Laura tenta sair de uma casa que esconde um segredo obscuro.


Este filme foi feito com apenas 7 mil dólares.
Vi muitas pessoas falando mal sobre ele, mas também falando muito bem e digo que quem analisar o filme sob uma ótica diferente, vai adorar!

Quem gostar vem aqui e me avisa?

Beijos!

Greice Negrini

11 comentários:

  1. Obaaaa já vou buscar aqui pra baixar, Greice eu amo filmes de suspense e terror, já vi tanto que fico sem opção esse ainda não vi, já buscar. Amei a dica.,
    BEijooooos e ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  2. eu ja estava mesmo querendo ver, mas tava com medo de ser ruim e chato,
    agora nao perco mas tempo, vou ver já =)

    bjss

    PARTICIPE DO SORTEIO DE UMA LINDA BLUSA NO MEU BLOG: WWW.GIRLSTYLISH.COM

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto, mas fico com tanto medo depois que nem sei viu rs
    muito bom o blog!

    beijoss

    ResponderExcluir
  4. Até acho filme de terror interessante... mas nunca assisto, pq passo alguns dias sem dormir. kkkk fiquei curiosa para assistir esse, mas dificilmente terei coragem...

    ResponderExcluir
  5. oi, o blog é ótimo, adorei...
    bom, eu adoro filmes de terror, embora ultimamente tenha me decepcionado um pouco. mas gosto muito, vou ver esse com certeza.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Ai Amiga, pra ser sincera não assisto de jeito nenhum filme de terror. Gosto de filmes bem água com açucar..kkk
    Meus preferidos são as comédias românticas. Beijos e ótimo findi

    ResponderExcluir
  7. Também adoro filmes de terror! Me divirto mesmo nos bem trash! O último mais trash que eu vi trailer foi Human Centopede, já viu? Eu ainda não. Na verdade estou juntando coragem XD~

    ResponderExcluir
  8. Boa dica Gre! Não gosto mto de filme de terror (sou cagona) mas esse fiquei com vontade de ver!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  9. To curiosa gre
    Vou procurar esse filme pra ver, apesar de cagar de medo hahahhaa

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos