22 outubro 2009

0

Como surgiu o batom?



O Poderoso Batom!

E agora eu me pergunto: Como surgiu toda essa moda maravilhosa do batom?
Nada mais gostoso do que poder diversificar o look com milhares de opções nos lábios, mil cores, mil possibilidades!

Rosa, vermelho, marrom, café, rosa-choque, dourado, cor-de-boca, pêssego, vinho, pink, bege, laranja, roxo, acobreado, canela, e para os looks mais darks: o Preto!

Ufa! São milhares de cores e definições diferentes, mas vamos a história!

Essa mania começou no Egito, ( como sempre, a maioria de nossas raízes vem de lá! ).
Acredita-se nisso pois foram encontrados os primeiros pigmentos vermelhos em túmulos egípcios há cerca de 5.000 anos e a poderosa rainha Nefertiti, ( estátua exposta no Museu de Berlim ), deixa prova que os lábios já eram pintados pelas mulheres dos faraós, que recorriam à alternativas naturais como a " púrpura de Tyr", uma substância que tem a palavra de origem francesa, que significa Báton.

Acreditem se quiserem....( e é verdade), mas na Grécia antiga, no século II, criaram a ridícula lei que impedia que as mulheres usassem batom antes do casamento. Depois do casamento tudo liberado?????? E o risco do marido ser trocado por batons é bem grande, imagina por uma coleção de sapatos! Ai!

No começo do século passado, Rhocopis, um perfumista francês, inventou o "baton serviteur", uma massa que consistia num talco, óleo de amêndoas, essências de bergamota e limão, de cor vermelha, era vendido numa embalagem de papel de seda.
Mas ( valha-me acreditar nisso ), foi só depois da Primeira Guerra Mundial que as donas de casa aceitaram a condição do milagroso batom e aderiram a moda do vermelho para enfeitar!

E foi aí que o batom vermelho virou moda!

Em 1921, o tubinho era, nas páginas da revista Vogue, tema de uma elegante publicidade dirigida a todas as mulheres “de classe”. Era feito em formato atual de estojo, e no passar dos anos foi sofrendo algumas modificações.
A fórmula sólida do batom teve início na década de 1930.
Mesmo assim, a receita básica não sofreu radicais mudanças. Ela é até hoje uma dispersão de cores em uma base gordurosa, permitindo a fácil aplicação de uma camada uniforme.

E o que vale agora é saber que a gente pode ter várias cores, trocar de batom todos os dias, ou colocar cores diferentes no mesmo dia, ( OBA! ), combinar com looks diferentes e sem preconceito nem leis e arrasar geral!

Porque batom é como futebol para homem: É bom todos os dias! Viva o batom!!!!!!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
Obrigada pela visita ao blog.
Tento sempre responder aos comentários aqui no blog e, se deixar o seu blog, retribuir as visitas o máximo possível.
Beijos